FUP e CUT criticam exploração do pré-sal por multinacionais

25 de maio de 2016 por Eliana Lima

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) emitiram nota em que repudiam a exploração do pré-sal por multinacionais e dizem que não reconhecem o governo do presidente em exercício Michel Temer.

Eis a nota:

A FUP e a CUT repudiam as medidas anunciadas pelo governo ilegítimo de Michel Temer, entre elas a intenção de abrir a exploração do Pré-Sal para as multinacionais. Como vínhamos alertando, o principal objetivo dos golpistas é tomar de assalto a mais cobiçada reserva de petróleo do planeta. Um tesouro que os especialistas estimam conter no mínimo 273 bilhões de barris de óleo.

Portanto, quando Temer anunciou nesta terça-feira (24) que irá priorizar a aprovação do Projeto de Lei 4567/16, que tira da Petrobrás a garantia de ser a operadora única do Pré-Sal e de ter participação mínima de 30% nos campos licitados, começou a pagar a conta dos financiadores do golpe.

Abrir a operação do Pré-Sal para as multinacionais é o primeiro passo para acabar com o regime de partilha, conquistado a duras penas pelo povo brasileiro para que o Estado possa utilizar os recursos do petróleo em benefício da população.

Além de ser a única petrolífera que movimenta a cadeia nacional do setor, gerando empregos e investimentos no país, a Petrobrás é também a única empresa que detém domínio tecnológico para operar o Pré-Sal com custos abaixo da média mundial. Menores custos significam mais recursos para a educação e a saúde, setores que o governo ilegítimo de Michel Temer anunciou que serão contingenciados.

O Pré-Sal, além de fazer do nosso país um dos principais produtores mundiais de petróleo, é a maior riqueza que a nossa nação dispõe para garantir desenvolvimento econômico e social ao povo brasileiro. Para isso, é fundamental que tenhamos uma empresa nacional de porte na operação destas reservas.

Abrir mão da Petrobrás como operadora do Pré-Sal é ir na contramão do mundo.

As empresas nacionais e estatais de petróleo detêm 90% das reservas provadas de óleo e gás do planeta e são responsáveis por 75% da produção mundial.

Se a Petrobrás deixar de operar o Pré-Sal, nenhuma outra petrolífera investirá em nosso país, movimentando a indústria nacional, como faz a estatal brasileira.

Mais de 90% das contratações do setor são feitas pela Petrobrás. Nenhum navio, sonda ou plataforma foram produzidos no Brasil a pedido das multinacionais que operam no país.

Os trabalhadores e a sociedade organizada não permitirão que o Pré-Sal seja entregue à Chevron e às outras multinacionais, como prometeu José Serra, autor do projeto de lei que Michel Temer que aprovar.

Essa conta não será paga pelo povo brasileiro.

José Maria Rangel – Coordenador Geral da FUP

Vagner Freitas – Presidente Nacional da CUT

Ministro do Turismo garante investimentos em Genipabu e Pitangui

25 de maio de 2016 por Eliana Lima

O ministro Henrique Alves (Turismo) recebeu em audiência, ontem (24), o Klauss Rego, de Extremoz. Na pauta, a continuação das obras de urbanização da orla de Genipabu. O projeto, que está parado, foi orçado em R$ 1 milhão.

Obra que contempla, além de calçadão, a construção de quiosques, que substituirão as antigas barracas de praia, espaço para comercialização de artesanato e banheiros públicos.

O prefeito também pediu a liberação de recursos para as obras já iniciadas de três praças na praia de Pitangui, no valor de R$ 975 mil. Mais a conclusão da sinalização turística do município, que teve projeto de R$ 493 mil financiado pelo MTur.

O ministro reafirmou o apoio do MTur aos projetos locais para reforçar a infraestrutura turística do município com novos equipamentos e sinalização adequada.

Detran lança aplicativo

25 de maio de 2016 por Eliana Lima

O diretor do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Júlio César Câmara, lança hoje (25), às 14h30, o aplicativo que já pode ser baixado gratuitamente nas plataformas Android e IOS.

Ocasião em que ele fará um balanço de sua gestão, de agosto de 2015 a maio de 2016, e divulgará os projetos que estão sendo implantados para melhoria e educação no trânsito.

Governo leva jornalistas para conhecer interior do RN

24 de maio de 2016 por Eliana Lima

A interiorização do turismo é uma das metas da da gestão Robinson Faria. Entre as iniciativas, uma foi levar o Fest Bossa & Jazz também para Mossoró, que começa hoje, com direito a um fampress com jornalistas de diferentes veículos da mídia nacional para cobrir o festival e também atrativos turísticos da cidade e cercanias. Os dois eventos com recursos do RN Sustentável.

O festival terá, além de grandes shows, oficinas, palestras e workshops, na Estação das Artes Eliseu Ventania. Para acompanhar o evento, a Emprotur organizou roteiro turístico para cobertura do fampress que abrange Mossoró, Apodi, Martins e Portalegre.

E amanhã (25), o grupo partirá do Hotel Thermas, em Mossoró, para visitar o Lajedo Soledade, importante sítio arqueológico situado no município de Apodi. Depois, almoço no restaurante Alto da Serra, no mirante em Portalegre, e visitas à cidade. Depois conhecerão a Casa de Pedra, em Martins, considerada uma das maiores cavernas do Brasil. Volta a Mossoró para breve descanso, até o horário do início dos shows.

Na quinta, o grupo visitará salinas, a praia de Tibau e o centro histórico de Mossoró, com almoço na Pousada Beijo Mar, e volta ao Hotel Thermas, à espera do Fest Bossa. “É uma aposta que fazemos na capital cultural do nosso Estado, que é Mossoró. A interiorização do turismo na região deve partir deste pólo e acreditamos que um evento do porte do Fest Bossa tenha apelo turístico para atrair visitantes para a cidade e, de lá, para municípios vizinhos”, avalia o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.

Além dos jornalistas, o fampress conta com representantes de operadoras de viagem – como CVC, Flytour e Azul. “A nossa intenção é que eles não só conheçam o roteiro, mas também coloquem o produto em sua `prateleira’ para ser comercializado”, considera a presidente da Emprotur, Aninha Costa.

Na sexta, o fampress segue para São Miguel do Gostoso, onde acontece a segunda etapa do Fest Bossa & Jazz, na sexta e no sábado, com palco montado na Praia da Xêpa. Lá os jornalistas passearão de buggy para ver o pôr-do-sol em Tourinhos, com demonstração de aulas de Wind e kite surf e passeio de lancha em Perobas.

C&A apresenta relatório global de sustentabilidade

24 de maio de 2016 por Eliana Lima

A C&A lança hoje (24)  seu primeiro relatório global de sustentabilidade, com informações sobre o progresso da empresa em torno das metas estabelecidas mundialmente para 2020 e discute as possibilidades de a indústria da moda gerar impactos positivos. Outra novidade é que a companhia, a partir de agora, passa a reportar seus resultados anualmente.

“Em 2015, reunimos em uma única estratégia global as ações empreendidas pela C&A nos países onde a rede está presente, de maneira a convergir os esforços e potencializar ações que façam a diferença no nosso setor e na sociedade”, explica o diretor global de Sustentabilidade, Jeffrey Hogue.

O relatório, que será divulgado nesta semana, tem dados sobre os avanços dessa estratégia nas unidades localizadas no Brasil, México, China e países da Europa. Um dos destaques é a nomeação da C&A como o maior consumidor mundial de algodão orgânico, pela Textile Exchange. A empresa fez a opção pelo uso dessa matéria-prima há mais de 10 anos e, atualmente, cerca de 40% do algodão utilizado nos produtos da rede vem de cultivos mais sustentáveis, como o orgânico e o BCI (Better Cotton Initiative).

O relatório detalha também o compromisso da C&A em reduzir o uso de substâncias químicas nos processos produtivos em sua rede de fornecimento, por meio do lançamento de uma estratégia global de gerenciamento de produtos químicos.

Destaca que a gigante varejista se tornou signatária do Pacto Global das Nações Unidas, a maior iniciativa de sustentabilidade empresarial do mundo, para mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção refletidos em 10 princípios.

Sobre o Brasil, o relatório aponta que no ano passado 60% da linha Baby foi produzida com algodão mais sustentável, e a meta é ter 100% dos produtos de algodão da marca feitos com essa matéria-prima até 2020. O Programa de Coleta de Lixo Eletrônico, e o Programa de Reciclagem de Uniformes também são destaques da publicação.

Mantida condenação do Carrefour por jornada excessiva de trabalho em Natal

24 de maio de 2016 por Eliana Lima

O Tribunal Regional do Trabalho do RN (TRT) manteve a decisão de primeira instância que condena o Carrefour ao pagamento de R$ 500 mil por danos morais coletivos, devido a irregularidades apontadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em torno de jornada de trabalho dos caixas de supermercado.

O acórdão, proferido pelo desembargador Eridson Medeiros, da 2ª Turma de Julgamentos, ainda atendeu ao recurso do MPT para proibir a empresa de exigir que os profissionais trabalhem mais de oito horas diárias.

As obrigações determinadas pela sentença da 8ª Vara do Trabalho de Natal também foram mantidas, como não exceder ao limite de duas horas extras diárias – não habituais e nas atividades que não sejam de operadores de caixa -, conceder repouso semanal e intervalo intrajornada para alimentação.

Em caso de descumprimento, multa diária de R$ 5 mil. Os valores da condenação e de possíveis multas serão destinados ao Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Na ação civil pública (ACP) que originou a condenação do Carrefour, o MPT ressalta que os movimentos repetitivos inerentes à função dos caixas, executados em longa duração, repercutem negativamente na saúde dos trabalhadores. “Em atividades em que há riscos de lesões por esforços repetitivos ou distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (LER/DORTs), é certo que a prorrogação da jornada de trabalho constitui fator de aumento do número de doenças nos empregados”.

A procuradora regional do Trabalho Ileana Neiva, que assina a ação, argumenta também que os afastamentos de empregados em decorrência de LER/DORT impactam diretamente nos gastos com pagamento de benefícios aos trabalhadores que tiveram a saúde comprometida.

“Os caixas de supermercado, no Carrefour, trabalhavam até 12 dias sem repouso e a exigência de horas extras é habitual, o que tem se refletido no aumento do número de adoecimentos”, destaca a procuradora. Atenta que o próprio médico do trabalho da empresa confirmou, em depoimento, que os empregados da ré laboram em horas extras com habitualidade e que a redução de tempo adicional é fundamental para prevenção de doenças relacionadas ao trabalho.

Contrariando Jucá, a exoneração

24 de maio de 2016 por Eliana Lima

juca

O senador (PMDB-RR) afirmou em entrevistas ontem (23), após a chuva de cobranças diante da divulgação da gravação em que ele conversa com Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, e fala em “estancar a sangria” do que se entendeu por Lava Jato, que não renunciaria ao cargo. Depois, admitiu que iria se licenciar.

Maaasss…a edição de hoje (24) do Diário Oficial da União (DOU) saiu a publicação da exoneração de “Jucá, o Breve”, como definiu Mário Sérgio Conti, do cargo de ministro do Planejamento.

Aliás, ele só pode reassumir a cadeira no Senado se exonerado. Agora vai!

Petrobras conclui emissão de US$ 6,75 bi em títulos de dívida

24 de maio de 2016 por Eliana Lima
Principais informações da emissão

Principais informações da emissão

A Petrobras informa que concluiu ontem (23), por meio da subsidiária integral Petrobras Global Finance B.V. (PGF), a oferta de títulos no mercado de capitais internacional (Global Notes), no valor de US$ 6,75 bilhões e vencimentos de 5 e 10 anos.

A operação foi precificada no dia 17 de maio de 2016. A demanda aproximada foi de 2,75 vezes e 3 vezes superior ao volume final para os prazos de 5 e 10 anos, respectivamente, com participação de 629 investidores dos Estados Unidos, Europa, Ásia e América Latina.

A petrolífera pretende utilizar os recursos líquidos da emissão para a operação de recompra de títulos (tender offer) previamente anunciada e para propósitos corporativos em geral.

Conselho da Petrobras ainda aprecia nome de Pedro Parente

24 de maio de 2016 por Eliana Lima

O Conselho de Administração da Petrobras se reuniu, extraordinariamente, ontem (23) para apreciar a indicação do executivo Pedro Parente para os cargos de conselheiro e de presidente da estatal.

Ocasião em que o Comitê de Remuneração e Sucessão informou ao CA sobre a avaliação em andamento dos requisitos necessários para a investidura nos cargos indicados, além dos demais procedimentos de governança corporativa, conformidade e integridade necessários ao processo sucessório, conforme o novo estatuto social da Companhia, aprovado na Assembleia Geral do dia 28 de abril de 2016.

MPF de Mossoró ganha sede própria

23 de maio de 2016 por Eliana Lima

O Ministério Público Federal (MPF) inaugura amanhã (24), 17h, a nova sede da Procuradoria da República em Mossoró, no bairro Costa e Silva. Instalado no município em 2006, o MPF funciona em um imóvel alugado. Com a sede própria, terá espaço mais adequado para atender a população da região.

A Procuradoria da República em Mossoró (PRM Mossoró) atua sobre uma área que reúne, além da capital do Oeste, os municípios de Apodi, Areia Branca, Baraúna, Caraúbas, Felipe Guerra, Governador Dix-Sept Rosado, Grossos, Janduís, Porto do Mangue, Serra do Mel, Tibau e Upanema. Cidades que somam uma população de aproximadamente 470 mil pessoas.

Dois procuradores da República respondem pela PRM: Aécio Tarouco e Emanuel Ferreira. São responsáveis por investigações e ações judiciais e extrajudiciais que envolvem, principalmente, recursos federais ou órgãos, empresas públicas e autarquias ligadas ao governo federal, além de temas voltados aos direitos do cidadão, sistema prisional, meio ambiente, dentre outros.

“Esta nova sede em Mossoró é uma prova concreta da importância que o MPF dá ao trabalho realizado na região e vem assegurar que possamos servir, de forma ainda mais eficiente, a toda população local. O novo espaço vai garantir um funcionamento melhor à nossa instituição e contribuir, direta e indiretamente, para o desenvolvimento da cidade”,diz o procurador-chefe substituto da PRRN, Ronaldo Sérgio Chaves Fernandes.

CMN aprova parque tecnológico que será dirigido pela UFRN

23 de maio de 2016 por Eliana Lima

A comissão de Orçamento e Finanças da Câmara Municipal de Natal aprovou hoje (23) sete projetos e encaminhou outros seis para relatoria. Dos aprovados, um trata da autorização para a implantação de um parque tecnológico a ser gerido pela UFRN, por meio do Instituto Metrópole Digital.

“A implantação desse parque é de suma importância para Natal que se abre para investimentos na área de tecnologia da informação. O projeto trata de oferecer incentivos fiscais às empresas que se instalarem nesse parque. Achamos que se fazem necessários esses incentivos e, com isso, o projeto foi aprovado pela comissão”, explicou o vereador Ubaldo Fernandes (PMDB), presidente da comissão.

Dos projetos aprovados, o parlamentar destacou outros dois, o que determina a inclusão de seminários e aulas de cidadania nas escolas públicas para combater a corrupção, e o que permite que profissionais da imprensa tenham acesso livre a eventos no exercício da profissão.

O projeto que autoriza o reaproveitamento de madeiras de podas de árvores por parte de empresas recebeu voto contrário do vereador Marcos Antônio (PSOL). “Votei contrário porque acredito que essa medida vai incentivar o desmatamento de árvores na cidade e nós defendemos a preservação do meio ambiente para que Natal volte a ter o ar mais puro das Américas”, justificou.

Jucá é tipo Cunha: não renuncia

23 de maio de 2016 por Eliana Lima

A semana começa com mais um escândalo que ecoa de Brasília. No alvo, o ministro Romero Jucá (Planejamento). Seu nome aparece em conversas com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que teriam ocorridas semanas antes da votação do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff na Câmara. Nos diálogos, o peemedebista sugere que uma “mudança” no governo resultaria em pacto para “estancar a sangria” promovida pela Operação Lava-Jato

Mesmo assim, Jucá não pretende renunciar ao cargo de ministro da interinidade de Michel Temer. Em entrevista à Rádio CBN, hoje (23), ele afirma que não pretende renunciar, que não se sente constrangido em continuar, com a certeza de que não está “fazendo nada errado”. Garante que está tranquilo e “à disposição para dar qualquer esclarecimento”.

Sobre as conversas, disse que não se referiu à Operação Lava-Jato, mas sim sobre a grave situação econômica do país, e entendia que o governo Dilma chegou à exaustão máxima, daí a necessidade de um novo governo e que este não poderia ser paralisado pela Operação Lava-Jato.

Oqueeei?

Maternidade Januário Cicco recebe prêmio em Brasília

23 de maio de 2016 por Eliana Lima

A Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), considerada a mais importante do RN, recebe nesta terça-feira (24), às 11h, o Prêmio Dr. Pinotti – Hospital Amigo da Mulher, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, ao lado de outras quatro instituições ligadas à saúde da mulher: Departamento de Ginecologia e Obstetrícia (GO), Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás; Hospital de Câncer de Barretos (SP); Hospital Ophir Loyola (PA) e Maternidade Darcy Vargas (SC).

O evento faz parte da comemoração, no Congresso Nacional, pelo Dia Mundial de Combate à Mortalidade, celebrado em 28 de maio. A indicação da MEJC foi feira pelo senador José Agripino (DEM). “A [maternidade] Januário Cicco é uma referência no cuidado com a saúde da mulher potiguar. Apesar de todas as grandes dificuldades no serviço público de saúde, essa instituição tem conseguido fazer, ao longo dos anos, um trabalho de excelência. A homenagem é, sem sombra de dúvida, mais do que merecida”, destacou o parlamentar potiguar.

Ao todo, foram indicadas, por deputados e senadores, 73 instituições, entre hospitais, associações, institutos, maternidades e fundações, entre outros. Diretor-geral da MEJC, Kléber Morais, que receberá o prêmio, no Congresso Nacional, declarou: “Quem vive a realidade do serviço público de saúde no Brasil sabe da importância de receber um prêmio desses. Por isso, dedico essa homenagem a todos os profissionais que trabalharam para merecer essa condecoração. Estamos felizes em receber essa homenagem”.

Huol prorroga validade de concurso

23 de maio de 2016 por Eliana Lima

O prazo de validade do concurso realizado pela Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) para o Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), que venceria em 20 de junho de 2016, foi prorrogado por mais dois anos.

O concurso é para preenchimento de vagas e formação de cadastro de reserva nas áreas Médica, Assistencial e Área Administrativa, em cargos de nível superior e médio.

TJ julga denúncias contra o prefeito afastado de Macau

20 de maio de 2016 por Eliana Lima

O Pleno do Tribunal de Justiça marcou para quarta-feira (25) o julgamento da denúncia feita pelo Ministério Público contra Kerginaldo Pinto, que está afastado do cargo e preso por decisão do TJ, pela prática dos crimes de peculato, falsidade ideológica, falsidade de documento público, uso de documento falso, falso testemunho e coação de testemunha. O relator é o juiz convocado Luiz Alberto Dantas.

O MP reuniu provas de e denunciou Kerginaldo pelos crimes de peculato, falsidade ideológica, falsidade de documento público, uso de documento falso, falso testemunho e coação de testemunha, que ensejaram, inclusive, o afastamento do gestor pela Justiça e a decretação da sua prisão.

A operação intitulada Maresia foi deflagrada pelo MP no dia 13 de novembro de 2015 nas cidades de Macau, Parelhas, Natal e Parnamirim, descortinando a prática de crimes contra o patrimônio público em Macau relacionados ao superfaturamento de contratos com a Prefeitura para prestação de serviço de limpeza urbana e obras públicas de construção civil.

Das ilegalidades, o então prefeito assinou documento falso para basear pedido de habeas corpus com a finalidade de revogar a prisão do ex-prefeito Flávio Veras, preso preventivamente em março de 2015, devido a desdobramentos de outra operação, a Máscara Negra, realizada pelo MP em 2013.

O MP considerou tentativa de ludibriar a Justiça, pois mesmo afastado legalmente da prefeitura, Flávio Veras continuava a articular esquemas criminosos de desvio de dinheiro, tendo influência direta na então administração de Macau. A intenção da portaria falsa, então, foi mostrar que Flávio Veras estava impedido de entrar na prefeitura e por isso não podia ser mentor de esquemas, afastando um dos motivos para que continuasse preso.

A Operação Maresia apurou também desvio de recursos públicos referente ao contrato de prestação do serviço de limpeza urbana celebrados entre o Município e a empresa contratada para sua execução. Se as denúncias forem recebidas, o prefeito passará à condição de réu e responderá pelos crimes acima mencionados.

Natal sem epidemia de dengue e chikungunya

20 de maio de 2016 por Eliana Lima

Em entrevista coletiva nesta sexta (20), o secretário municipal Luiz Roberto Fonseca (Saúde) e o chefe do Centro de Controle de Zoonoses, Alessandre de Medeiros, afirmaram que a epidemia de dengue e chikungunya em Natal acabou.

De acordo com Luiz Roberto, o número de casos notificados de dengue durante as últimas seis semanas é inferior à linha epidêmica e que a diminuição dos números se deve graças a atuação intensiva da SMS com ações de prevenção e combate ao Aedes aegypti e ao Vigiadengue, sistema de monitoramento ativo com base nas vigilâncias epidemiológica e entomológica das doenças transmitidas por vetores.

Mesmo assim, o município continuará com as ações intensivas contra o mosquito, responsável ainda pela transmissão da febre chikungunya e do zika vírus, afirmou o secretário. E que o gabinete de gerenciamento de crise de combate ao Aedes aegypti segue com reuniões semanais para discutir a situação epidemiológica do município e as novas estratégias de combate ao vetor.

Federação dos Petroleiros reprova indicação de Pedro Parente

20 de maio de 2016 por Eliana Lima

Após a comunicação oficial de que o engenheiro Pedro Parente foi indicado para presidir da Petrobras, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) emitiu nota de repúdio.

Eis a íntegra:

A indicação de Pedro Parente para a presidência da Petrobrás é fortemente rechaçada pela Federação Única dos Petroleiros.

É inadmissível termos no comando da empresa um ex-ministro do governo Fernando Henrique Cardoso que chancelou processos de privatização e tem em seu currículo acusações de irregularidades e improbidade na administração pública.

O perfil ultraliberal de Pedro Parente o descredencia por completo para assumir o comando de uma empresa estatal que tem sido a âncora do desenvolvimento e das políticas públicas estruturantes do país.

Sua nomeação está na contramão das lutas travadas pelos trabalhadores para evitar o desmonte do Sistema Petrobrás.

O currículo de Pedro Parente não deixa dúvidas sobre que lado ocupa na luta de classes. Ele participou ativamente dos dois mandados do governo FHC, onde atuou como Secretário Executivo do Ministério da Fazenda, entre 1995 e 1999, e como Chefe da Casa Civil, entre 1999 e dezembro de 2002. No final de 2000, passou a acumular a presidência da Câmara de Gestão da Crise Energética, o chamado “ministério do apagão”, responsável por uma série de arbitrariedades, como racionamento e cortes de energia e multas altíssimas impostas aos consumidores.

Um dos maiores escândalos protagonizados por Pedro Parente no governo tucano foram os contratos para compra de energia emergencial e as “compensações” feitas às concessionárias privadas e aos investidores atraídos pelo Programa Prioritário de Termeletricidade, que impôs prejuízos bilionários à Petrobrás. Professores do Instituto de Eletrotécnica e Energia da USP chegaram na época a denuncia-lo ao Ministério Público Federal por improbidade administrativa.

Sob a chancela de Pedro Parente, a Petrobrás teve que assinar contratos de parceria com o setor privado para construção de usinas termoelétricas, entre 2000 e 2003, onde se comprometeu a garantir a remuneração dos investidores, mesmo que as empresas não dessem lucro, bem como cobrir os custos dos empreendimentos, caso a venda de energia não fosse suficiente para sustentar os investimentos.

A chamada “contribuição de contingência” gerou prejuízos de mais de US$ 1 bilhão à Petrobrás, que se viu obrigada a assumir integralmente as termoelétricas para evitar perdas maiores. O valor das usinas, avaliadas em US$ 800 milhões, equivalia a um terço dos US$ 2,1 bilhões que a estatal teria que desembolsar para honrar as compensações garantidas aos investidores até o final dos contratos, em 2008. Tudo autorizado por Pedro Parente.

Não é com gestores deste perfil que a Petrobrás vencerá a crise que atravessa. A FUP repudia sua indicação e exige que toda a diretoria da gestão Bendine entregue seus cargos, caso o Conselho de Administração da empresa aprove a nomeação de Pedro Parente.

Os petroleiros seguirão em luta contra o desmonte do Sistema Petrobrás e não darão um minuto de sossego aos entreguistas.

Conselho da Petrobras analisa indicação de Pedro Parente

20 de maio de 2016 por Eliana Lima

O Conselho de Administração da Petrobras se reunirá extraordinária na próxima segunda-feira (23) para analisar a indicação do engenheiro Pedro Pullen Parente para integrar o Conselho e ocupar o cargo de presidente da estatal.

A indicação foi comunicada à Petrobras pelo acionista controlador na noite de ontem (19).

Presidente da Fecomércio comenta sobre desemprego no RN

19 de maio de 2016 por Eliana Lima

Do presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiróz, sobre os dados do IBGE que apontam o estado entre os três com maior número de desemprego no primeiro trimestre de 2016:

“O IBGE divulgou nesta quinta, 19, os números do desemprego no primeiro trimestre. No Brasil, a taxa já é de 10,9%. No Nordeste, atinge 12,8% e no RN bateu em incríveis 14,3%. Em Natal a taxa caiu um pouco (13,3%) e na Região Metropolitana da capital potiguar são 14,1%. São números assustadores. No RN, o percentual de 14,3% (acima do que o novo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, projetou para o país inteiro ao final deste ano) corresponde a um exército de 217 mil pessoas sem ocupação. O número retrata o acréscimo de 47 mil pessoas ao contingente de desempregados potiguares que tínhamos no final do ano passado (170 mil). Temos quase 220 mil desempregados no estado é um dos números que mais nos assustam no atual cenário econômico. O desemprego leva à inadimplência, à queda no consumo, e cria um círculo vicioso extremamente danoso para a economia como um todo. Além disso, pode gerar graves problemas sociais, afetando fortemente as famílias. Está muito claro que, neste momento, a prioridade de todos os governantes deve ser enfrentamento, de forma contundente, desta terrível mazela”.

Agripino diz que pedalada é “cisco” diante do rombo de R$ 200 bi

19 de maio de 2016 por Eliana Lima

“O pecado maior de Dilma será revelado quando for conhecido o tamanho do rombo nas contas públicas. As pedaladas serão um ‘cisco’ diante do conjunto tétrico que vai ser exposto”, declaração do senador José Agripino em entrevista ao jornalista Josias de Souza, hoje (18).

De acordo com o ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo), o déficit deixado pela gestão petista gira em torno de R$ 200 bilhões. Ainda não se sabe ao certo qual o valor exato do déficit deixado por Dilma. O antigo governo afirmava ser R$ 96 bilhões, mas representantes da atual gestão acreditam que o valor real varie entre R$ 150 e R$ 200 bilhões.

Na próxima semana, o Congresso Nacional deve analisar a revisão da meta fiscal, que precisa ser apreciada até domingo (29). Caso contrário, o governo será obrigado a bloquear gastos, o que poderia afetar serviços públicos.