WM alerta sobre o “grande erro” de leiloar o Juvenal Lamartine

1 de outubro de 2011 por Eliana Lima

Comentários 11

Importante, muito, ler o texto de abertura da coluna de Woden Madruga deste sábado.

Joga suas observadoras lupas sobre a intenção do Governo Rosa(do) de leiloar o terreno do estádio Juvenal Lamartine, um dos maiores patrimônios imóveis do Estado.

Reproduzo parte do alerta e indico link para o complemento do texto, onde o advogado Carlos Gomes, ex-presidente da OAB-RN que foi auditor e procurador do TCE e Controlador Geral do Estado, pontua as implicações:

– “A governadora Rosalba Ciarlini comete um grande erro – que Natal não perdoará – ao anunciar que vai leiloar o estádio Juvenal Lamartine e com a dinheiro da venda construir um hospital de trauma. O gesto da governadora já resulta num grande trama, incurável, para a cidade. Quem comprará o valioso terreno localizado num dos pontos mais nobres de Natal? Qualquer vereador mais inculto responderia imediatamente: uma imobiliária dessas dadas a construir apartamentos para a nobre classe média metida à besta, presente no campeonato do jet. Imagine a disputa do bum. Vai rolar uma grana preta.

Se a governadora quiser dar um destino digno, correto, ao velho e superado campo da Hermes da Fonseca, é transformar toda aquela área num parque, numa praça pública, um ponto de lazer com equipamentos que sirvam à população, principalmente aos moradores do Tirol e de Petrópolis, ao lado. E que se plantem ali muitas árvores que irão deitar sombras para o deleite de todos.

A sociedade civil precisa tomar uma posição, se pronunciar. Certamente não concordará com a proposta da governadora que, como prefeita de Mossoró, soube valorizar as praças de sua cidade. As antigas e as novas que construiu. Acho que nesse caso do Juvenal Lamartine, a governadora foi mal aconselhada por algum assessor ambicioso, pertencente a mesma classe média emergente.

Estava ruminando essas coisas quando cai na minha bacia das almas um artigo do doutor Carlos Gomes, ex-presidente da OAB/RN e professor aposentado da Faculdade de Direito da UFRN. Foi auditor e procurador do Tribunal de Contas do Estado e também exerceu o cargo de Controlador Geral do Estado. Sabe das coisas. Ele estranha o anúncio da governadora. E diz porquê:

Leia texto completo aqui.

Mais notícias no Twitter da Abelhinha

Faça um comentário

Você pode deixar uma resposta, ou trackback a partir do seu próprio site.

11 Comentários para “WM alerta sobre o “grande erro” de leiloar o Juvenal Lamartine”

  1. Luciano disse:

    Ali do lado não já tem o parque das dunas? engraçado esse pessoal da “society natalense”, querem exclusividade sobre tudo! Qual o problema dos “novos ricos” tb poderem usufruir um pouco de Petrópolis?

    O que nao pode é aquilo alí abandonado! E leiloar para arrecadas fundos para contrução de um hospital é válido!

  2. Eduardo disse:

    O valor arrecadado com o leilão não constroi hospital algum. Num processo desse, muito bacana termina ganhando um belo AP, e o povo um grande L…

  3. Fera disse:

    Abelha Rainha….ñ concordo muito com as posições de WM…mas dessa vez……
    entrego as duas mãos e a sola dos pés para a palmatório….o homem tem razão
    kkkkkkkkkk……….já falei outras vezes tambám…q o grande lance de um estáio para 20 mil pessoas….e bem moderno pode ser construido no terreno do
    velho estádio Jóão Câmara nas Rocas …..alí ao lado do velho “motel Jóia”……
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk……..q além do estádio ajudaria e muito na revitalização da Ribeira……..e podendo ser uma boa área para o carnatal…….kkkkkkkkkkk

  4. Ronaldo de oliveira disse:

    leiolar o Juvenal Lamartine ?Querem que sejamos um povo “sem memória ! As pessoas antenadas e competentes como vecê têm que liderar movimentos diante de mais esse absurdo na nossa cidade .

  5. FRANCISCO ROCHA disse:

    nem leiloar nem transformar em praça.é agilizar para ser usado pelos moradores, com banheirospaço para lanches, etcJá basta o Castelão que destruíram e tanto espaço para construir um novo em cidade satélite e a BR101.

  6. eleika bezerra guerreiro disse:

    A idéia de se “leiloar” o Juvenal Lamartine é tão absurda que se torna até difícil se argumentar sobre o “óbvio”! Há esperanças de que os dirigentes do nosso Estado tenham bom senso e responsabilidade com o patrimônio público ! Desejamos que se construa um “hospital de trauma” sem que para isso – se “jogue fora” uma área tão especial como aquela ocupada pelo JL.Fica a pergunta: a quem interessa, de verdade, tal transação?!!!

  7. Fábio disse:

    Leiloar o JL é uma falta de respeito com a cidade de Natal. Passar por cima de todos com Rosalba quer fazer é no mínimo inaceitável!!! Com certeza existem interesses obscuros por trás dessa tramoia!! Quem vai ganhar o que com essa transação???? Mas de uma coisa eu sei, quem perde é a cidade de Natal.
    Nunca pensei que essa Rosa fosse feita apenas de espinhos! Que decepção!!

  8. ivan moreira dos anjos disse:

    Quando leio a noticia sobre a venda do velho JL sobre a forma de leilão, não me conformo e torno a opiniar, o JL não merece um fim deste, como também o velho estadio senador João Camara que outro que está entregue as barata e ratos, entra governadores e sai, e ninguem vê a situação deses estadios de futebol, agora surgiu esta rosa querendo com a venda do JL e depois se ninguem defender, ela também irá vender o senador João Camara e segue vendendo todo o patrimonio do estado/RN.Ivan/12/12/2011.

  9. Antão Sena disse:

    Quem mandou votar, tendo tantos nomes daqui mesmo para votar, que com certesa seria melhor.

  10. Carlos Alberto Freire Medeiros disse:

    Concordo plenamente com WM! Além disso, Natal não tem espaços públicos. Vejam o que aconteceu com a Av. Eng. Roberto Freire, foi só o Governo fazer uma calçada que as pessoas começaram a utilizar para caminhadas. A mesma coisa na Av. Alexandrino de Alencar, onde bastou iluminar e fazer o paisagismo. Não acredito que Rosalba teria coragem de fazer isso em Mossoró, onde ergueu um excelente exemplo de valorização do espaço público, que dispõem de Teatro, Memorial, Praça de Alimentação, etc.

  11. Magnos Augusto de Lima disse:

    O problema é o dinheiro da venda do estádio ir parar no bolso de campanha. É uma pena que um edifício histórico (mais um) vá pro espaço e se transforme numa gaiola de vidro (mais uma).

Comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.