FIFA dá 6 dias para Brasil e Argentina se explicarem

A entidade máxima do futebol mundial abriu um procedimento disciplinar contra as seleções brasileira e argentina, dando um prazo de seis dias para que ambas apresentem seus argumentos sobre os episódios que provocaram a suspensão da partida pelas eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar.

Ontem, a CBF emitiu uma segunda nota, desta feita na contramão da primeira e acusando a sua congênere AFA de descumprir acordo, já que havia comunicado a impossibilidade de uma situação excepcional para a inclusão dos jogadores oriundos da Inglaterra.

Na noite do domingo, logo após a confusão em Itaquera, as notas lançadas pela CBF e pela AFA convergiam no tocante a repudiar a invasão do campo pelos agentes da Anvisa e Polícia Federal. Na nova nota, afirma que “os representantes da Seleção Argentina foram informados de que havia uma irregularidade no ingresso dos jogadores“.

Na imprensa europeia, as edições esportivas dessa terça-feira falam sobre a perspectiva da FIFA aplicar sanções contra as duas seleções, provavelmente tirando pontos de uma e suspendendo jogos em casa por cinco ou seis partidas. Na Argentina, alguns jornais seguem acompanhando o caso, agora chamado de “Brasilgate”, alusão ao escândalo americano do Wategate.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *