O sucesso no trabalho incomoda

O maestro Tom Jobim, um dos maiores ícones da música brasileira, dizia que no Brasil “o sucesso é uma ofensa pessoal”. Aqui em Natal, minha geração iniciou no jornalismo quando Cassiano Arruda Câmara repetia em sua coluna Roda Viva, como um mantra, que “aqui se gasta 200 para o outro não ganhar 20”.

Lembrei dos dois exemplos ao saber da safadeza que estão fazendo com Alexandre Bezerra, uma figura querida na cidade e que fez história com sua geração pioneira na prática do surf nas praias do Meio e dos Artistas. Na época onde multiplicaram-se os apelidos em diminutivo, ele era o popular “Dentinho”.

Recentemente, Alexandre teve o feelling de investir em produtos frescos da nossa cultura e abriu dois quiosques em Candelária, na frente do Colégio Walfredo Gurgel. As vendas de água de coco, pastel de Tangará e caldo de cana cresceram e hoje seu pequeno negócio é um sucesso merecido.

Mas há sempre aquela gente com o espírito de porco, representada nas assertivas de Cassiano e Tom Jobim, e poucos dias atrás alguém iniciou uma denúncia – que só não é vazia por estar cheia de injustiça – acusando o comerciante de derramar “restos de comida” que alguém coloca na calçada para animais de rua.

De natureza pacífica, conhecido por quem sabe que Alexandre não ofende qualquer ser vivo, ele até adoeceu com a covardia de quem parece incomodado com o êxito do seu trabalho, que além de aprovado pela clientela do bairro ainda atrai muita gente que o conhece por sua história na cidade.

Muitos séculos atrás, quando esse mundo nem era de gente, Platão sentenciou: “Quem comete uma injustiça é sempre mais infeliz que o injustiçado”.

6 thoughts on “O sucesso no trabalho incomoda

  • 18 de outubro de 2021 em 12:28
    Permalink

    Ô meu amigo, obrigado pelos elogios e pela defesa! Só posso lhe agradecer agora oferecendo uma água de coco, um caldo de cana, um pastel e um dindim de polpa de Coco verde… vai ser um prazer lhe receber!

    Resposta
  • 18 de outubro de 2021 em 12:49
    Permalink

    Produtos excelentes, vendidos por preços justos, obedecendo a todos os padrões de higiene. É calúnia, dizer que existem restos alimentares. O difamador, quando pensa fede! Roberto Oliveira CREMERN 549

    Resposta
  • 18 de outubro de 2021 em 13:04
    Permalink

    Dentinho é gente do bem! Assim como sua mulher e filha, ele é amante dos animais, cria gatos e tem um cão. Seria incapaz de prejudicar qualquer animal, inclusive o ser humano.

    Resposta
  • 18 de outubro de 2021 em 13:20
    Permalink

    Conheço o Alexandre de priscas eras, nosso mascote, amigo de muitos carnavais. O destino é tudo isso é mais, de um coração grandioso, sempre ajudou e muitos estão bem sucedidos graças em parte a esse meu querido e eterno menino o dentinho. A ele o meu abraço e mi há solidariedade nesse momento em que é injustiçado.
    Quem assina é Dedé.

    Resposta
  • 18 de outubro de 2021 em 13:32
    Permalink

    Ou povo ruim, não pode ver ninguém se dar bem, #todospordentinho

    Resposta
  • 18 de outubro de 2021 em 14:08
    Permalink

    Alexandre dentinho é gente do bem, jamais faria isso

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *