A Descoberta dos sabores no Festival da Pipa – Parte 1

25 de setembro de 2017 por Cinthia Lopes
Cuscurry da barraca de Angelo Medeiros e Carla Correia. A foto foi cedida/Kamilo Marinho

Cuscurry da barraca de Angelo Medeiros e Carla Correia. A foto foi cedida/Kamilo Marinho

Teve fila para provar o milho recheado com “nuvem de Dom Manelito”, um tipo de parmesão nordestino artesanal e premiado da fazenda Carnaúba (Laticínios Grupiara).

O prato é criação da dupla Warison Albino e Miau Caldas e foi bastante degustado na “Vila dos Chefs”, durante o primeiro final de semana do 13º Festival Cultural e Gastronômico da Pipa. Outra comidinha bastante pedida foi o “Bobó de Camarão ao Palmatório”, receita criada pelo pesquisador Timóteo Domingos, feito com a cactácea da Caatinga.

Na barraca dos chefs Angelo Medeiros (Senac) e Carla Correia (Masterchef) teve “Cuscuzrry” um arretado cuscuz temperado com carne guisada e ceviche de banana servido com opção de drink Negroni. A barraca estava lindamente decorada com motivos nordestinos (a bebida foi preparada no filtro de barro) e “rockerrou”.

Mais adiante, a pizza de Jonatã Canela (Chef Senac) foi preparada com queijo “Serra do Pico” e embutidos artesanais, também fez sucesso. Os chefs do Senac voltam semana que vem para ocupar os estantes e integrar as oficinas da sexta-feira que vem.

Isso foi só uma pequena parte da primeira semana de festival. De acordo com números da produção, de sexta-feira (22) até domingo (24), em torno de 5 mil pessoas circularam somente no espaço do evento. Nos restaurantes, a movimentação era intensa.

De acordo com o produtor André Rockert, isso comprova que aos 13 anos de atividades, o festival está consolidado no roteiro e chegou ao seu formato ideal, em um local acessível e de grande circulação na avenida Baía dos Golfinhos. “Acredito que esta ‘Cidade Gastronômica’ despertou no público o desejo de descobrir novos sabores, que é a temática desta edição”, disse o produtor.

Outro lugar concorrido foi o estande das oficinas. Na sexta-feira (22), o público lotou o espaço para acompanhar uma aula interativa sobre a importância nutricional e

Warison Albino e Miau Caldas na tenda do Milho à Dom Manelito. Foto minha

Warison Albino e Miau Caldas na tenda do Milho à Dom Manelito. Foto minha

gastronômica da ostra, iguaria importante para as famílias de marisqueiros da região de Tibau do Sul. A convite do Sebrae e do Festival, os representantes da APROOSTRAS — Associação dos Produtores de Ostras do Rio Grande do Norte, Rafael e Sérgio das Ostras, compartilharam alguns segredos que dominam bem: como escolher, comprar e degustar este marisco nobre, e reconhecer seu frescor e salinidade. Eles também prepararam ostras gratinadas e ao pesto nordestino (com coco e castanha de caju).

De sabor mais amendoado, a iguaria já tem até nome de grife — Ostra da Pipa é cultivada de forma agroecológica na Lagoa de Guaraíras e hoje tem grande potencial na gastronomia da região. Do lado de fora, a fogueira aquecia o Caribéu.

O prato de origem indígena, hoje típico das comitivas de peões do Pantanal, é um cozido a base de carne seca, macaxeira (mandioca) e cuscuz temperado, e foi bastante apreciado pelos turistas. Foi a escolha do chef Paulo Machado para o preparo do tacho beneficente.

Os preços convidativos de porções pequenas para comer e circular atraíram o consumo de variadas iguarias disponíveis na área do Festival da Pipa. Diversidade não faltou. E na “Vila da Pipa”, onde estavam estandes de alguns restaurantes e de pessoas da comunidade, a procura por novos sabores foi enorme.

Para a garotada, um parque infantil com três brinquedos infláveis de grande porte e uma barraca de jogos. No centro da arena, um bar de drinks com várias opções de bebidas. Quem resolveu se acomodar na praça, acompanhou as apresentações musicais.
“Fora do espaço, também tivemos um feedback dos restaurantes. Ainda não temos como mensurar a venda, mas a quantidade de pedidos de pratos que concorrem no

Nordeste 'rockerrou'

Nordeste ‘rockerrou’

Concurso foi bem maior do que nos anos anteriores, e isso prova o interesse dos visitantes na gastronomia promovida pela festival”, destacou Rockert. Para a produção, esta foi a estrutura sonhada, planejada e posta em prática e que teve forte participação da Prefeitura Municipal de Tibau do Sul, através do prefeito Antonio Modesto e da sua secretária de Turismo, Beth Bauchwitz. “Agora vamos aperfeiçoá-la ainda mais para a próxima edição”, comentou o produtor.

A edição contou com patrocínio do Café São Braz, Sebrae-RN, Hotel Pipa Atlântico, SENAC/Fecomércio, Gourmet Expert powered by Portulogia, Goma Sinhá Maria/ Primícias do Brasil, CTSI e Makro. A realização é do Festival da Pipa e ong Educapipa e co-realização do Governo Cidadão via Banco Mundial, através da Setur – Secretaria Estadual de Turismo e Governo do RN e da Prefeitura de Tibau do Sul.

OFICINA COM EMOÇÃO E COMPARTILHAMENTO DE HISTÓRIAS
No sábado, a emoção tomou conta do espaço durante a oficina “A Vida e Seus Sabores”. Criada para homenagear o fundador do festival, Claudio Freitas, que está em recuperação após ter sofrido um AVC, a oficina reuniu familiares e pacientes, que juntos compartilham experiências de recuperação e aprendizado, enquanto o chef Eugênio Cantídio preparava um “nhoque de macaxeira com molho de cogumelo”. O próprio Claudio Freitas participou da oficina e até colocou a “mão na massa”.

A jornalista Vânia Marinho foi uma das participantes da oficina. Na companhia dos dois filhos, ela relatou sua experiência. “Passar por um AVC não é fácil, ainda mais

Claudio Freitas, Vânia Marinho, pacientes e familiares participaram da oficina "A Vida e seus sabores". Foto J. Swantz

Claudio Freitas, Vânia Marinho, pacientes e familiares participaram da oficina “A Vida e seus sabores”. Foto J. Swantz

hemorrágico como foi o meu caso. Sempre fui saudável, mas aconteceu. Quando soube que Cláudio também passou por isso eu fiz questão de ligar para saber se estava tudo bem, pois sei da importância do apoio dos amigos e família nesse processo”, disse ela em entrevista à Iago Cavalcanti (do blog Conversa Gastronômica).

Assessora de Comunicação do Sebrae-RN, a jornalista Célia Freire enfrentou o AVC anos atrás e sabe como é necessário paciência e terapias alternativas para vencer as sequelas. “Quando tive meu AVC foi bem difícil. Era horrível depender dos outros para tudo. Diariamente, pequenas coisas são grandes conquistas. Momentos como esses são muito importantes para nos dar força e apoio na recuperação das sequelas.”

O pescador José Caetano dividiu o quarto com Cláudio no Hospital Sarah Kubitscheck, em Brasília e relatou as dificuldades que enfrentou: “É ainda é uma grande luta pra mim. Imaginem eu que sou pescador, subia em barco e navegava no mar todos os dias”. Caetano ficou feliz por compartilhar sua história e participar de uma oficina

Peixe à Pescatora do restaurante Golfinhos. Foto J. Shawntz

Peixe à Pescatora do restaurante Golfinhos. Foto J. Shawntz

gastronômica.

VOTAÇÃO CONTINUA NOS RESTAURANTES
A programação do Festival da Pipa vai além da arena e integra quase todos os estabelecimentos do circuito praiano através do Concurso Gastronômico. Na porta ou fachada de pousadas, restaurantes, lanchonetes, bistrôs e cafés, pode-se conferir a indicação do prato concorrente, em um banner. Nas mesas, tem um prisma de papelão onde consta o código do prato concorrente. Se o cliente apreciou o prato, poderá votar usando o leitor de QRCode no próprio smartphone.

De acordo com a produção do evento, a tecnologia ajudou a dar transparência e agilidade na votação. Mas quem não conseguiu votar pelo celular, poderá acessar o www.festivaldapipa.com.br/votacao/ e dar seu voto. O encerramento é sábado, dia 30.
CONCURSO “ NOVOS TALENTOS” COMEÇA NESTA SEGUNDA-FEIRA
A semana na Pipa tem início com o concurso Novos Talentos. São 12 duplas de chefs que concorrem nas categorias “Melhor Petisco”, “Prato Principal”, “Entrada” e “Melhor Sobremesa”. O tema deste ano é “Tapioca (Goma), a descoberta do sabor no Nordeste”.

CONFIRMA PROGRAMAÇÃO

25/09 – SEGUNDA-FEIRA – Concurso Novos Talentos – Entradas
18:00 – “Pão, Porco e PANC´s “ – Luiz Felipe Araújo e Neto Bernardino Gomes Neto
19:00 – “Gingado da Redinha” – Daniel Medeiros e Tadeu Rena Valente
20:00 – “Embrulhado de Tapioca Cremosa” – Jhonata Coelho Silva e Rodrigo José Martins
21:00 – “Surpresa Nordestina” – Shirley Bezerra Alves e Sammyr Balbino da Costa Oliveira
23:00 – Premiação

26/09 – TERÇA-FEIRA – Concurso Novos Talentos – Prato Principal
18:00 – “Rainha Branca das Feiras, com Cordeiro de Sol ao Molho da Terra” – Paulo José Silva Barbosa e João Alves da Costa Filho
19:00 – “Mistura de Ginga” – Luiz Felipe Araújo e Neto Bernardino Gomes Neto
20:00 – “Cordeiro Engomado” – Simone Grazyelle e Marcílio Cavalcante
21:00 – “Tabatinga” – Rayanne da Silva Araújo e Raquel Costa Lins do Amaral
23:00 – Premiação

27/09 – QUARTA-FEIRA – Concurso Novos Talentos – Sobremesa
18:00 – “Jardim de “MANI”” – Alexandre Daher Ferreira Sales e Cely dos Santos Correa
19:00 – “MANI’ – Jefferson Mikael Gomes da Cruz
20:00 – “Navegos” – Augusto Cesino Monteiro de Medeiros Neto e Thaline Rayane Reinaldo da Silva
21:00 – “Os Sete Pecados Originais” – Reynaldo Gorgonha Neves Junior e Eloysa Larissa de Souza Freitas
23:00 – Premiação

28/09 – QUINTA-FEIRA
18:30 – Help da Pipa Convida: A cozinheira famosa pelas cocadas e quitutes recebe um convidado
20:00 – “Uma Porção de Sucesso” com o Chef Betão Barbosa
21:30 – Concurso do Melhor feijão da Pipa

29/09 – SEXTA-FEIRA
18:30 – Descobrindo Sabores com SENAC RN
20:30 – SEBRAE apresenta queijos artesanais do Seridó
21:30 – Pães Artesanais com a gastróloga e padeira – Chef Luise Medeiros

FESTIM – No Hotel Ponta do Madeiro

30/09 – SÁBADO
18:30 – Novos sabores da cozinha regional com o Chef Cumpade João
20:00 – Nossa tribo, nossos valores, nossa comida – Chef Kalymaracaya Mendes – Primeira indígena chef do Brasil
21:30 – Encerramento

Vila dos Chefs – Comidinhas preparadas no local para degustar
Carla Correia (Masterchef Brasil) e Angelo Medeiros (Chef Senac)
Warison Albino (Senac) e Miau Caldas
Jonatã Canela (Chef Senac)
Timoteo Domingos (Gastrotinga)
Felipe Araújo
Mariana Assayag

Conheça os pratos concorrentes no site
http://www.festivaldapipa.com.br/#participantes

Conteúdo para uso jornalístico
Fonte: FatoNovoComunicação
Créditos das imagens estão nas respectivas fotos

Paladar infantil na telinha com a história de Mônica Chef

20 de setembro de 2017 por Cinthia Lopes

209_monicachef_2A gastronomia tem espaço na programação infantil do Gloob, canal dedicado a crianças. A partir da próxima segunda, dia 25, o canal estreia a produção internacional “Mônica Chef”. A série em “live-action” conta a história de uma aspirante a chef chamada Mônica, uma garota de 16 anos que adora cozinhar e criar novas receitas na pizzaria do pai. Após ter o talento descoberto por um professor de uma prestigiada escola de culinária, a jovem ganha uma bolsa de estudos e tem a chance de realizar o sonho de se tornar uma “chef” de verdade.

No primeiro episódio, Mônica invente um prato para agradar um cliente novo e se atrapalha, mas acaba conhecendo um professor da prestigiada ACES (Alta Cozinha Escola Superior), que a convida para conhecer a escola.  “A produção tem muita qualidade e é repleta de canções originais e coreografias que têm tudo para agradar o nosso público”, torce Paula Taborda dos Guaranys, gerente de conteúdo e programação do Gloob.

Fonte: CartaZ Notícias

Festival da Pipa apresenta de experiências e ingredientes do litoral potiguar à cultura alimentar indígena do MS

20 de setembro de 2017 por Cinthia Lopes

Duas coisas a praia da Pipa tem de sobra: as belezas naturais e a boa mesa. São diversas opções gastronômicas, variada opção de hoteis e pousadas charmosas e também da cozinha praieira tradicional. Outra característica é ter restaurantes, bistrôs, e até padarias comandados por cozinheiros viajados e experientes. Agora imagine todo esse conjunto de fatores fervilhando de novidades durante duas semanas do mês de setembro? pois é assim no período Festival Cultural e Gastronômico da Pipa.

pescada do chapadão do Lampiao restaurante editada

O projeto está em atividade há 13 anos e é promovido pela OnG Educa Pipa, uma entidade que procura fortalecer projetos de gastronomia e inclusão. O festival é idealizado por Cláudio Freitas e André Rockert, mas Claudio está afastado temporariamente por ter sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no início deste ano.

Seus esforços, porém, não foram em vão. O Festival cresceu e este ano ganhou até o I Simpósio Gastronômico da Pipa, realizado em maio. Já a edição que começa sexta-feira 22, conta com investimentos privados e também recursos oriundos da Lei de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo, bem como as parcerias e apoios culturais. A edição tem patrocínio do Café São Braz, Sebrae-RN, Hotel Pipa Atlântico, SENAC/Fecomércio, Gourmet Expert powered by Portulogia, Goma Sinhá Maria/ Primícias do Brasil, CTSI e Makro. A realização é do Festival da Pipa e ong Educapipa e co-realização do Governo Cidadão via Banco Mundial, através da Setur – Secretaria Estadual de Turismo e Governo do RN e da Prefeitura de Tibau do Sul.

receituario do chef timoteo com vegetais da caatinga

“Descoberta dos sabores”
O tema desta edição vai partir do litoral e percorrer o sertão lá pra dentro da Caatinga, passando pelo Seridó. Também cabem outros brasis, com a cozinha pantaneira, a experiência da culinária indígena do Centro-oeste e os assados na brasa.

O jovem chef sergipano Timóteo Domingos vai apresentar sua revolucionária “Gastrotinga”, onde ele utiliza palma, fruta pêlo, xique-xique, umbu, mandacaru e outras espécies de cactáceos na preparação de diversos pratos e sobremesas. O “Chef do Sertão”, como é conhecido, vai estar na “Vila dos Chefs”. Também na “Vila” estarão várias duplas cozinhando para degustação do público: Carla Correia (ex-participante do Masterchef Brasil) e Angelo Medeiros (Chef Senac); Warison Albino (Senac) e Miau Caldas (PE); Jonatã Canela (Chef Senac)  e Timoteo Domingos (Gastrotinga) ; Felipe Araújo e Mariana Assayag.

Kalymaracaya Mendes editada

O festival recebe a primeira chef indígena do Brasil, Kalymaracaya Mendes Nogueira, da Aldeia Bananal. Ela nasceu na tribo Terena e se mudou de Aquidauana para Campo Grande durante a infância. Depois de se formar em turismo e gastronomia, decidiu trabalhar com ingredientes cultivados em sua aldeia. Desde 2014, atua no movimento Slow Food, além de ter participado de um projeto de pesquisas para o Instituto Paulo Machado, com pimentas crioulas das índias Terena. O tema da oficina é “Nossa tribo, nossos valores, nossa comida”, marcada para dia 30, às 20h.

O chef, pesquisador e empreendedor Paulo Machado, de Mato-Grosso do Sul, retorna a Pipa. Ele é uma espécie de consultor honorário do festival e será o responsável pelo preparo do “Caribéu” no Tacho beneficente ao lado da chef Ana Ruth, uma tradição na abertura do festival, sexta-feira (22), às 20h. toda a renda será revertida ao Projeto Afeto.

ostras da aproostras RN

“Ostras e Queijos”
O Sebrae-RN convoca a Associação dos Produtores de Ostras do Rio Grande do Norte para um festival dentro do festival. Nossos frutos do mar também serão a matéria-prima para a cozinha Nikkei do chef Edu Rejala, Sem falar da presença dos queijos artesanais produzidos em Seridó, agora que o Rio Grande do Norte possui uma legislação que garante seu legado. Também convidada do festival, a chef Paula Labaki (foto abaixo) estará em torno do fogo, mostrando os sabores que vem da brasa. O “Embaixador da cozinha paraibana”, chef Cumpade João estará ministrando uma oficina utilizando ingredientes da sua terra. As oficinas também dedicam espaço para pães artesanais, o melhor feijão e a doceria a base de coco, bastante presente no receituário familiar da praia.

codorna recheada a cozinha de Paula Labaki e seus assados editada

O concurso dos Novos Talentos terá como tema a “Tapioca – A descoberta do sabor no Nordeste”, onde participam 12 duplas de chefs criando pratos com goma ou tapioca. Sem falar nos dois festins programados para a Ponta do Madeiro e Toca da Coruja.

“Inclusão, gastronomia e neurociência”
Outros temas serão trabalhados como a inclusão, neurociência, terapia e ludicidade na cozinha. Uma das vivências mais aguardadas é a “Oficina Inclusiva: A Vida e Seus Sabores”, ação voltada para pessoas que sofreram AVC (Acidente Vascular Cerebral) e seus familiares, tendo a gastronomia como elemento terapêutico. O assunto volta a ser abordado na palestra ”Sabor da Mente: O uso da neurociência na gastronomia”, ministrada pela psicóloga Carla Correia.

“Concursos e Vilas”
Montado em uma estrutura maior, no terreno vizinho ao estacionamento dos ônibus, o festival será dividido em “Vilas” que receberão ações simultâneas. No Concurso Gastronômico participam os melhores restaurantes, bares, bistrôs e cafés do balneário. Ao longo da semana serão realizadas as etapas do concurso Novos Talentos, com participação de 12 duplas. Ena última semana ainda acontece o divertido concurso Melhor Feijão da Pipa, para cozinha familiar. O Festival também terá cozinha ao vivo, feira gastronômica, shows musicais, encenações de teatro e mostra de artesanato.

PROGRAMAÇÃO ARENA GASTRONÔMICA 2017
22/09 – SEXTA-FEIRA
18:00 – Solenidade de Abertura
18:30 – Caribéu – Tacho Beneficente preparado pelos Chefs Paulo Machado e Ana Ruth com renda revertida ao Projeto Afeto
19:00 – SEBRAE- RN apresenta a APROOSTRAS (Associação dos Produtores de Ostras do Rio Grande do Norte)
20:30 – Sabor da Mente: O uso da Neurociência na Gastronomia com a Psicóloga Carla Correia
FESTIM – Restaurante Oca Toca na Toca da Coruja

23/09 – SÁBADO
15:30 – Oficina Inclusiva: A Vida e Seus Sabores – Para pacientes que sofreram AVC e seus familiares – Coordenação chef Eugênio Cantídio
18:30 – Eufrates – Harmonização com Cervejas Especiais
19:30 – Os sabores que vem da Brasa com a Chef Paula Labaki
20:45 – São Braz apresenta o Barista Davi Wagner
21:45 – A Cozinha Nikkei de Edu Rejala

24/09 – DOMINGO
18:30 – Cozinha de Casa: Sabor, Saúde e Segurança por Profª Priscila Vanini e José Matheus (Novos Talentos 2016)
20:00 – Redescoberta de sabores nordestinos – Chef Thiago Gomes
21:30 – Cozinha Funcional Contemporânea – Chef Carol Linhares

25/09 – SEGUNDA-FEIRA – Concurso Novos Talentos – Entradas
18:00 – “Pão, Porco e PANC´s “ – Luiz Felipe Araújo e Neto Bernardino Gomes Neto
19:00 – “Gingado da Redinha” – Daniel Medeiros e Tadeu Rena Valente
20:00 – “Embrulhado de Tapioca Cremosa” – Jhonata Coelho Silva e Rodrigo José Martins
21:00 – “Surpresa Nordestina” – Shirley Bezerra Alves e Sammyr Balbino da Costa Oliveira
23:00 – Premiação

26/09 – TERÇA-FEIRA – Concurso Novos Talentos – Prato Principal
18:00 – “Rainha Branca das Feiras, com Cordeiro de Sol ao Molho da Terra” – Paulo José Silva Barbosa e João Alves da Costa Filho
19:00 – “Mistura de Ginga” – Luiz Felipe Araújo e Neto Bernardino Gomes Neto
20:00 – “Cordeiro Engomado” – Simone Grazyelle e Marcílio Cavalcante
21:00 – “Tabatinga” – Rayanne da Silva Araújo e Raquel Costa Lins do Amaral
23:00 – Premiação

27/09 – QUARTA-FEIRA – Concurso Novos Talentos – Sobremesa
18:00 – “Jardim de “MANI”” – Alexandre Daher Ferreira Sales e Cely dos Santos Correa
19:00 – “MANI’ – Jefferson Mikael Gomes da Cruz
20:00 – “Navegos” – Augusto Cesino Monteiro de Medeiros Neto e Thaline Rayane Reinaldo da Silva
21:00 – “Os Sete Pecados Originais” – Reynaldo Gorgonha Neves Junior e Eloysa Larissa de Souza Freitas
23:00 – Premiação

28/09 – QUINTA-FEIRA

18:30 – Help da Pipa Convida: A cozinheira famosa pelas cocadas e quitutes recebe um convidado
20:00 – “Uma Porção de Sucesso” com o Chef Betão Barbosa
21:30 – Concurso do Melhor feijão da Pipa

29/09 – SEXTA-FEIRA
18:30 – Descobrindo Sabores com SENAC RN
20:30 – SEBRAE apresenta queijos artesanais do Seridó
21:30 – Pães Artesanais com a gastróloga e padeira – Chef Luise Medeiros

FESTIM – No Hotel Ponta do Madeiro

30/09 – SÁBADO
18:30 – Novos sabores da cozinha regional com o Chef Cumpade João
20:00 – Nossa tribo, nossos valores, nossa comida – Chef Kalymaracaya Mendes
21:30 – Encerramento

‘Vila dos Chefs’ – Comidinhas preparadas por chefs, no local para degustar

Carla Correia (ex-participante do Masterchef Brasil) e Angelo Medeiros (Chef Senac)
Warison Albino (Senac) e Miau Caldas (PE)
Jonatã Canela (Chef Senac)
Timoteo Domingos (Gastrotinga)
Felipe Araújo
Mariana Assayag

PROGRAMAÇÃO NOS RESTAURANTES
Restaurantes, bares, bistrôs, lanchonetes e cafés participam do Concurso Gastronômico nas categorias Prato Principal, Entrada e Sobremesa. A votação é feita no restaurante visitado, através de um prisma, onde o cliente deverá utilizar o aplicativo para fazer a leitura do QRCode. Saiba mais no www.festivaldapipa.com.br

Porto do Mangue-RN recebe cozinha móvel para oficinas com foco na gastronomia de hoteis

20 de setembro de 2017 por Cinthia Lopes

 Uma série de cursos gratuitos, voltados para a cozinha de hotelaria, será ministrada pela equipe da Unidade Móvel de Turismo e Hotelaria do Senac na cidade de Porto do Mangue, um dos paraísos da região da Costa Branca potiguar. A ação do Sistema Fecomércio RN beneficiará pessoas com cursos gratuitos de Auxiliar de Cozinha, Preparação de Sanduíches Quentes e Frios, Técnicas de Produção de Sobremesas e Bolos e Tortas. Fundamental para quem trabalha em hoteis e pousadas ou tem seu próprio estabelecimento de hospedagem.

Unidade Móvel Senac (1)

A Unidade Móvel permanecerá em Porto do Mangue até novembro. O objetivo do Programa Senac Móvel é democratizar o acesso ao ensino profissional. No Rio Grande do Norte, já foram beneficiadas cidades como Santa Cruz, Currais Novos, Cruzeta, Carnaubais, Apodi, Parnamirim e Frutuoso Gomes.
O presidente do Sistema Fecomércio RN. Para Marcelo Queiroz, da Fecomércio, a cidade de Porto do Mangue possui grande potencial natural e tem buscado se fortalecer turisticamente. “Com essa iniciativa, iremos contribuir com esse processo, capacitando pessoas que poderão trabalhar na área de gastronomia, com reflexos diretos na qualidade dos serviços prestados”, disse.

Fonte: Senac-RN

Aprenda a preparar a “Coxa de frango com farofa de castanhas”, receita da chef Irina no Masterchef

20 de setembro de 2017 por Cinthia Lopes

f_401066

Escolhido pelos jurados do Masterchef o melhor prato na eliminatória na terça-feira (12.9), o ‘franguinho nordestino’ preparado pela chef potiguar  Irina Cordeiro encantou o renomado Erick Jacquin por remeter à uma comidinha afetiva. “Me senti na granja”, disse o francês. Depois da repercussão nas redes sociais, chef Irina Cordeiro postou no blog da Tramontina a receita de “Coxa recheada de farofa de castanha e velouté nordestino”. Que tal tentar fazer em casa?

Chef desossou o frango com precisão. Foto: Tramontina

Chef desossou o frango com precisão. Foto: Tramontina

Coxa recheada e farofa

1 coxa de frango

2 colheres de manteiga

2 colheres de castanha de caju

4 colheres de farinha biju

Manteiga

Abóbora

Pimenta

Quiabo

Cebola

Alho

Sal

Modo de preparo

Coloque duas colheres de manteiga, alho e cebola para refogar. Acrescente duas colheres de castanha de caju picada bem miúda. Deixe dourar bastante. Tempere com sal e pimenta.

Abra a coxa de frango, desosse, recheie com a farofa, enrole e leve para o forno banhando sempre com manteiga – assim a pele fica crocante e não perde a suculência. Deixe cozinhar por 30 minutos em fogo baixo.

Asse também a abóbora e o quiabo no forno, temperados com sal, pimenta e manteiga. Deixe dourar bem. Corte a abóbora em meia luta. Corte o quiabo ao meio e vire para assar dos dois lados, deixando bem crocante e evitando fazer baba.

Velouté nordestino

½ pimenta dedo de moça

½ pimentão verde

1 cebola roxa

Tomates cereja

Caldo de frango

Roux

Modo de preparo

Faça um mirepoix nordestino. Corte a pimenta, o pimentão, a cebola e os tomates cerejas em brunoise. Refogue aos poucos. Deixe o pimentão suar bastante, para não ficar indigesto. Quando o refogado estiver pronto, acrescente caldo de frango para fazer um molho. Depois, faça um roux espessante e acrescente ao caldo, para engrossá-lo.

Para servir o prato, coloque a farofa à parte. Corte o frango ao meio e sirva virado para cima – para poder ver o recheio. Sirva a abóbora com o molho velouté por cima. Depois, coloque os quiabos espetados para dar um pouco de altura.

Tempo de preparo

1 hora

Gastronomia potiguar tem ação especial em Brasília

14 de setembro de 2017 por Cinthia Lopes

 Jerimum com molho de caju, Filé de sol com cebola roxa caramelizada, Arroz de siri, Camarão na Moranga, Farofa D’água com castanha, Pirão de queijo, Camarão na nata, Feijão verde e doces em compotas foram os pratos servidos em mais uma Semana de Gastronomia Regional, promovida pelo Departamento Nacional do Senac, entre os dias 12 e 15 de setembro, desta vez nos restaurantes da Câmara dos Deputados, Senado Federal e no Restaurante-escola Downtown, na Confederação Nacional do Comércio.

Mesa potiguar tem panela de barro, doces em compota e pratos do "mar ao Sertão". Foto: Cedida

Mesa potiguar tem panela de barro, doces em compota e pratos do “mar ao Sertão”. Foto: Cedida

Com o tema “Do Mar ao Sertão”, o menu especial teve como receituário o livro  “Arte e rituais do fazer, do servir e comer no Rio Grande do Norte”, publicado pela Editora Senac e inspirado na obra de Câmara Cascudo. Nesta edição da Semana Potiguar em Brasília, os três chefs do Senac RN, Rodrigo Santana, Angelo Medeiros e Jonatã Canela, se juntaram às equipes locais para o preparo do cardápio regional. No mês passado, este mesmo formato de ação foi realizado no Rio de Janeiro.

Segundo o diretor regional do Senac, Fernando Virgilio, que esteve na capital federal para a abertura do evento, a previsão é atender mais de 1.200 pessoas ao longo da programação. “Somente no primeiro dia, foram contabilizados 380 serviços”, afirmou.

Chefs instrutores do Senac RN, Rodrigo Santana, Angelo Medeiros e Jonatã Canela, participaram da ação em Brasília

Chefs instrutores do Senac RN, Rodrigo Santana, Angelo Medeiros e Jonatã Canela, participaram da ação em Brasília

A programação contempla também uma aula-show, onde será apresentada a receita “Paçoca de camarão e Musseline de Macaxeira com mangaba”, desenvolvida por Rodrigo Santana. Um dos ícones da gastronomia norte-rio-grandense, conhecido pela exuberância e sabor marcante, o camarão aparece como ingrediente principal na releitura de um prato típico do Nordeste que comumente utiliza a carne de sol ou de charque como proteína, a paçoca.

O evento – A Semana da Gastronomia Regional é uma iniciativa do Departamento Nacional do Senac, que visa divulgar as diferentes cozinhas do País. Uma vez por mês, um Departamento Regional da Instituição é convidado para divulgar a culinária do seu estado. Este ano, o Senac RN participa pela segunda vez do projeto. Além da programação em Brasília, a Instituição também esteve no Rio de janeiro, no mês de agosto.

‘Oficina Inclusiva: A Vida e Seus Sabores’ abre espaço para falar sobre terapias pós AVC

14 de setembro de 2017 por Cinthia Lopes

 

A reabilitação de pacientes que sofreram um AVC (Acidente Vascular Cerebral)  é composta não só de exercícios físicos mas de terapias alternativas que possam proporcionar a melhoria da auto-estima e a recuperação das habilidades e prazeres da vida.  Nesse processo de inclusão, a gastronomia é um ingrediente necessário para a retomada dos sabores. Esse será o foco da oficina “A Vida e Seus Sabores”, uma das ações especiais programadas para a 13º edição do Festival Cultural e Gastronômico da Pipa, realizado entre os dias 22 e 30 de setembro, na av Baía dos Golfinhos, litoral sul do RN.

Criador do Festival da Pipa, Claudio Freitas, participará da oficina.

Criador do Festival da Pipa, Claudio Freitas, participará da oficina.

A vivência é voltada para pessoas que sofreram AVC (Acidente Vascular Cerebral) e seus familiares, tendo a gastronomia como elemento terapêutico. A oficina acontecerá no dia 23 de setembro, às 15h30, na arena do festival, e será coordenada pelo chef Eugênio Cantídio. Um dos participantes deste encontro é o criador do Festival da Pipa, o produtor Cláudio Freitas, que no início de 2017 sofreu um Acidente Vascular Cerebral e encontra-se em tratamento. O evento é uma reflexão através de relatos de pacientes e parentes que os acompanham nesta jornada.

Durante as conversas, o chef vai preparando uma pequena receita com a ajuda de todos. “Será um olhar sobre a felicidade e o bem viver”, comenta o produtor André Rockert, além de “uma homenagem a um dos fundadores do Festival Gastronômico”.  Outra palestra que pontuará o tema é ”Sabor da Mente: O uso da neurociência na gastronomia”, ministrada pela psicóloga Carla Correia na noite da sexta-feira, dia 22, às 20h, aberta ao público.

Especialista alemão ministra novo curso no RN, desta vez de Confeitaria Avançada

12 de setembro de 2017 por Cinthia Lopes

Profissionais do Senac no Rio Grande do Norte deram início, na segunda-feira (11), ao curso de Confeitaria Avançada para formação de instrutores com o especialista alemão Johannes Dackweiler. O confeiteiro já esteve em Natal ano passado para um curso de panificação artesanal (veja entrevista de 2016 AQUI). 

Especialista alemão Johannes Dackweiler ministra curso de confeitaria avançada, na nova cozinha do Senac-RN

Especialista alemão Johannes Dackweiler ministra curso de confeitaria avançada, na nova cozinha do Senac-RN

Johannes Dackweiler é o profissional por trás da Hércules Bakerey, casa especializada em pães orgânicos e uma confeitaria de alta qualidade.

A capacitação faz parte da parceria realizada entre o Sistema Fecomércio RN e o estado da Renânia-Palatinado, com o objetivo de promover o intercâmbio de conhecimentos e contribuir com o desenvolvimento do turismo e da gastronomia local.

O novo curso está sendo realizado no novo Laboratório de Panificação e Confeitaria do Senac, que foi instalado por meio de recursos oriundos da parceria, o treinamento terá 80h de duração e contará com conteúdo teórico e atividades práticas.

Serão abordadas técnicas diversas da confeitaria europeia. Ao todo, o curso conta com 14 participantes. Além do Rio Grande do Norte, há profissionais convidados do Senac oriundos de estados como Alagoas, Bahia, Ceará e Brasília, além do Senai RN. O diretor regional do Senac RN, Fernando Virgilio, afirmou que a parceria com o estado da Renânia-Palatinado é extremamente importante para a Instituição. “Estamos desenvolvendo várias ações que têm nos proporcionado resultados diferenciados, com a criação de produtos educacionais inovadores para atender às demandas do nosso mercado”, destacou.

Edição do Masterchef terá a maior prova do programa: Cozinhar para 250 pessoas em um casamento

30 de agosto de 2017 por Cinthia Lopes

Os 16 cozinheiros que entram na cozinha mais famosa do Brasil são de várias partes do país, incluindo um nome de Natal, a chef Irina Cordeiro. A edição será marcada por provas ainda mais difíceis e chefs mais qualificados. Ele vão enfrentar grandes desafios para mostrar aos chefs Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella que possuem qualidades técnicas para ser o próximo MasterChef Profissional.

Chefs apostam no talento dos novos cozinheiros para provas ainda mais desafiadoras

Chefs apostam no talento dos novos cozinheiros para provas ainda mais desafiadoras

“Já nos primeiros episódios a gente começa a torcer por alguns e a ter simpatia por outros. São personalidades fortes e muito bem delineadas. A nova temporada tem muito mais agilidade e uma facilidade maior de conexão entre os participantes e os espectadores. O programa está emocionante e denso, estou gostando muito de fazer”, conta a apresentadora Ana Paula Padrão.

Esta edição terá a maior prova já feita no MasterChef no Brasil: os competidores terão de servir 250 convidados de um casamento. “Os cozinheiros vieram mais preparados, mas ser o próximo MasterChef Profissional não será fácil. Temos provas muito diferenciadas e de muita pressão. Os profissionais vão ter de ter muita determinação, criatividade e saber trabalhar em equipe para vencer a competição”, revela o chef Henrique Fogaça.

Ao longo de 14 episódios, os profissionais irão enfrentar provas ainda mais elaboradas, difíceis e impactantes. “As provas de serviço terão menus assinados pelos três jurados, o que reforça ainda mais a pressão sobre os cozinheiros. E, desta vez, os competidores eliminados terão uma nova chance. Vamos promover uma repescagem entre eles”, adianta Patricio Díaz, diretor do programa.

“O alto nível dos candidatos me surpreendeu. A competição será muito mais dura e difícil do que a primeira temporada. Eles terão que jogar muito bem, principalmente nas provas de pressão de 20 minutos”, conta o chef Erick Jacquin.

Já a chef Paola Carosella admira a coragem dos 16 competidores. “Eles colocam tudo em jogo porque a profissão deles é a gastronomia. Muitos deles já têm restaurantes abertos, outros vivem de fazer eventos, de alimentar e de cuidar de pessoas. Sinto uma grande admiração pela coragem deles em correr o risco de serem avaliados por nós e pelos chefs convidados”.

Os dois finalistas serão premiados com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para compras com o cartão Carrefour. O grande vencedor vai ganhar uma conta na Caixa Econômica Federal recheada com R$ 200 mil, uma viagem pela companhia aérea Emirates para Dubai, nos Emirados Árabes, com hospedagem e direito a um acompanhante, um kit de produtos Tramontina e o troféu de MasterChef Profissional.

Representante potiguar

Nascida e crescida em Natal (RN), Irina Cordeiro fez cursos de vinho na Itália e trabalhou como sommelier antes de ingressar na cozinha. Começou a cozinhar profissionalmente há cinco anos e se considera uma chefe criativa com pegada funcional. Gosta de preparar pratos coloridos e tem sempre a preocupação com seu valor nutricional. Irina se considera uma nordestina arretada, adora praia e tem preferência em cozinhar frutos do mar. Autêntica, brava e com personalidade forte, reconhece seu espírito de liderança pelos restaurantes por onde passou e acha que não será diferente dentro da cozinha do MasterChef.

 

Dia de Responsa: Ambev faz campanha para consumo inteligente de bebidas

30 de agosto de 2017 por Cinthia Lopes

Dia-de-ResponsaBeber com responsabilidade não é algo fácil de incutir na cabeça dos bebedores contumazes. Para debater esse tema, nada como mandar a mensagem cara a cara. A Ambev vai reunir os quase 200 colaboradores da cervejaria no Rio Grande do Norte para uma campanha em bares, restaurantes e supermercados com objetivo de promover o consumo inteligente de bebidas alcoólicas.

A mobilização faz parte do Dia de Responsa, que acontece no próximo dia 15 de setembro. Na ocasião, os mais de 32 mil funcionários da Ambev no Brasil se dedicam a alertar os profissionais desses pontos de venda e também os consumidores sobre os riscos do consumo indevido de bebidas, ou seja, em excesso, associado à direção ou por menores de 18 anos. O objetivo da ação é incentivar nessas pessoas atitudes responsáveis quando forem beber, vender ou servir bebidas alcoólicas, contribuindo para um cultura de consumo responsável. Só no Rio Grande do Norte, são mais de 11.500 pontos de venda.

O Dia de Responsa, que já está em sua oitava edição, é uma data criada para reforçar o compromisso da companhia com a promoção do consumo inteligente e que hoje acontece em todos os 50 países em que a Anheuser-Busch InBev, grupo do qual a Ambev faz parte, atua.