Canequinhas do Instituto Histórico para colecionar. Confira as séries ‘Patrimônio histórico’ e ‘Newton Navarro’

19 de setembro de 2018 por Cinthia Lopes

Comentários 0

Coleção com imagens da obra de Newton Navarro. Foto Cedida

Coleção com imagens da obra de Newton Navarro. Foto Cedida

O Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte não para de inovar. A casa da memória potiguar lançou recentemente sua coleção de canecas com ilustrações do artista potiguar Carlos José. São 20 modelos ao todo, com imagens de Luís da Câmara Cascudo, de prédios e monumentos do Centro Histórico, como o Palácio Potengi, a coluna Capitolina e outros. Custa R$ 30 e a tiragem é limitada.

Caneca com xilogravura da Pinacoteca do Palácio Potengi

Caneca com xilogravura da Pinacoteca do Palácio Potengi

A primeira coleção de canecas é produto de uma garimpagem diária da equipe atual do IHGRN no acervo da instituição. Recentemente foi encontrado um álbum de xilogravuras de Carlos André, com o registro de vários prédios históricos da cidade. O conteúdo gerou uma exposição “Roteiro Histórico do Rio Grande do Norte” e parte das imagens reproduzidas nos souvenirs.

A nova coleção tem como tema a obra do artista plástico Newton Navarro (1928-1992), reproduzindo cenários  e personagens característicos de sua obra, como pescadores e vaqueiros. Para a coleção Navarro foram fabricadas 30 modelos.

Coluna Capitolina também ganha um lugar na canequinha do IHGRN

Coluna Capitolina também ganha um lugar na canequinha do IHGRN

ONDE

Para adquirir, basta visitar o Instituto Histórico, localizado na rua da Conceição, Cidade Alta, próximo à Assembleia Legislativa do RN. Mais no LINK

Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande é a mais antiga instituição cultural do Rio Grande do Norte. Encerra em seu acervo, documentos, biblioteca e museu, e atende a estudantes e pesquisadores, franqueando o acesso ao seu acervo. Aberto à visitação, também promove exposições, palestras e outras atividades voltadas à promoção da cultura norte-rio-grandense.

Temporariamente, não está aberto para pesquisa, tendo em vista que o seu acervo passa por processo de reorganização, manutenção, digitalização e catalogação a fim de, futuramente, dinamizar a consulta e permitir, de forma adequada, a utilização do material para consulta e pesquisa.

 

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.