Samanaú reativa selo da centenária cachaça Murim

19 de maio de 2019 por Cinthia Lopes

Comentários 0

Barris da fábrica Samanau, no Seridó potiguar. Foto Sebrae

Barris da fábrica Samanau, no Seridó potiguar. Foto Sebrae

Quem não lembra do comercial “Beba Cachaça Murim Mirim filtrada”!? Bom, eu me recordo que ouvia a propaganda no rádio de casa em alguma época perdida no passado.

Pois bem, a marca fundada em Canguaretama foi uma das primeiras, senão a primeira dentre as aguardentes filtradas vendidas no Brasil.

Recentemente os direitos da centenária marca foram adquiridos pela cachaçaria Samanaú, uma das potiguares mais premiadas no ramo de cachaças artesanais orgânicas.

A Samanaú é dirigida pelo empresário Vidalvo Costa, o Dadá Costa, como é carinhosamente chamado pelos amigos. Dadá deu a notícia na entrevista da edição deste domingo (19.05) da Tribuna do Norte, na nossa tradicional seção “Minha Área”, do caderno TN Família. MURIM

A Murim tem uma história de 102 anos. Pertencia a Lindolfo Sales. Segundo Dadá, foi seu colega de turma Lindolfo Neto quem o ajudou a articular a patente da Mirim e coloca-la de volta no mercado: “Lançamos as opções Murim Ouro e Prata”, comentou.

A Samanaú também tem outras novidades. Lançou recentemente uma Vodca e lançará ainda em 2019 uma linha com 10 cachaças saborizadas, também orgânicas, nos sabores tamarindo, siriguela, café. No total temos 16 produtos.

Para ver a entrevista completa, acesse o link AQUI

 

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.