bregae

POR AUGUSTO BEZERRIRL

@augustobezerril

augustobezerril@tribunadonorte.com.br 

Vamos combinar que a coisa ainda coisada na vida real e na ficção (ou fixação), também.  Mas o  canal Viva nos remete aos tempos em que existia a ilusão de Brega & Chique. A novela causou, logo na abertura, mostrando o ator Vinícius Manne, nu, pelado e com a mão… no bolso. A trama se passa em 1987. A suposta falcatrua do corrupto Herbert Alvaray leva Rafaela, personagem de Marília Pera, saber o que é ser chique e sem dinheiro. Aliás, Rafaela nunca viu, nunca soube nada de estranho nos negócios da família. A novela está no  ponto inicial. Até agora o figurino da Helena Gasstal, com consultoria de Cristina Franco, parece atual. Os trajes de luto da personagem de Marília são ótimos. E os tons azul e rosa, em looks monocromáticos.,  da fase sem dinheiro tem um certo ar “american style” ao visual de Rosemere, vivida por Gloria Menezes. O coturno e os jeans usados por Patrícia Pillar também não deixam muito a dever ao que se viu nos desfiles em Paris. Olhe que, nesta época em plenos anos 80, todos estavam lá copiando e maquinando próximos passos no mapa da moda.

Um dado curioso é a semelhança entre as personagens Rafaela de Brega & Chique e a protagonista de  Blue Jasmine, vivida por Cate Blanchett, no ótimo longa de Woody Allen. As personagens teimam em não dá de conta que o mundo caiu. No filme, não tem Manne, pelado, com a mão no bolso. Na novela Rafaela e Rosemere esquecem a suposta bigamia do idolatrado marido e se tornam amigas. Acompanhar as desventuras das supostas viúvas de Herbert (impagável pronúncia da Marília Pera) Alvaray valea até os episódios em que rolou veto ao bumbum na abertura. Cen-su-ra de uma democracia em vertigem e uma novela di-ver-di-da!

nu

Além do peladão, abertura tinha a ultrachic Tereza Cristina Schmidt – top de primeira linha dos anos 80 e um dos instas mais delícia de seguir. E ainda uma sucessão de looks e itens bem #vidareal hoje. Veja novela e vai ao feed: quem é brega ou chique? A música de abertura é de um tempo em que ouvir Ultraje A Rigor era inteligente, cool e chique. Viva!

 

Comentários do Facebook

Deixe um comentário