xrafa

POR AUGUSTO BEZERRIL

@augustobezerril

augustobezerril@tribunadonorte.com.br 

A pandemia da Covid-19  tem impacto no meio ambiente. Segundo especialistas, que ao menos um milhão de toneladas de CO2 deixe de ser emitida no mundo por dia. Embora exista, outro viés negativo, o lixo gerado por materiais descartáveis. Estimativa do portal especializado Carbon Brief diz que se a redução do consumo de carvão se somar à queda de utilização do petróleo, as emissões mundiais de CO2 podem baixar este ano em cerca de 7%. O número se aproxima da meta de 7,6% de redução que o Acordo de Paris busca para atingir em 2020  e atenuar as alterações climáticas no planeta. ABZ Tribuna do Norte entrevistou Rafael Morais, Diretor do Brasil Eco Fashion Week – semana de moda sustentável do Brasil para série FASHIIONISTA DO BEM 

 PROPÓSITO 
O BEFW é  realizado uma vez por ano, em São Paulo,  e consta de desfiles, feira e fórum de debates sobre sustentabilidade e novas modelos de produção e consumo. Na edição realizada em outubro do ano passado, a senadora Marina da Silva e a atriz Cristiane Torloni fizeram relação entre a contemporaneidade e o quadro O Grito. A obra de Edward Munch retrata o desespero existencial.  A pandemia, meses depois, põe o mundo e a moda, claro, em reflexão. “A nova realidade mundial após a crise trará mais questionamentos sobre os modelos de consumo da sociedade globalizada, alterando o comportamento de compra para questões como ‘menos é mais’, valorização do local, artesanal ou bens mais durávéis, assim como a busca por empresas e produtos com mais propósitos e que estejam alinhados com a sustentabilidade econômica, social e cultural, priorizando pessoas e o meio ambiente e não apenas o lucro ou produção em excesso“, reflete Rafael.  A nova ordem tem gerado reflexões sobre a formatação da edição 2020 do Brasil Eco Fashion Week. Mas também uma articulação entre parceiros e comunidade da chamada economia criativa em torno BEFW. A moda tem propósito.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário