241678046_124028263219480_1268200894584912746_n

POR AUGUSTO BEZERRIL

@augustobezerril

augustobezerril@tribunadonorte.com.br

Nova York, 11 de setembro de 2021. Passados 20 anos dos atentados de 11 de setembro e ainda sobre sinais da pandemia de Covid-19, o estilista potiguar Geová Rodrigues volta a desfilar na semana de moda de Nova York reunindo criativos brasileiros, americanos e comunidade do East Vilage para apresentação da coleção Novo Mundo. Sem estação definida (diferentemente do que ocorria em 2001) a coleção apresentada, neste sábado,  dia 11 de setembro, às 18h (horário de Nova York), em desfile realizado em frente ao ateliê do designer localizado na Avenida B, East Village, Nova York. O fashion show é produzido por East Village Independent Merchant Association (EVIMA) e o Cooper Square Commitee e deve reunir moradores da vizinhança do Geová Atelier. Leah Hennessey, vocalista da Hennessey-band e o  DJ brasileiro Ed Cavalcanti co-criaram a trilha sonora. A modelo da Elite NYC, Mariah Mckenzie, que desfilou quarta-feira para grife Three As Four (veja foto3), está confirmada no casting. O top fotógrafo Marcelo Krasilsic e Krai Kugne (integrante da formação inicial da grife As Four ) têm colaborado com o estilista no histórico momento de uma semana de moda histórica e renovadora. O modelo brasileiro Gabriel Franco e (foto 01) está no casing. ABZ Tribuna do Norte faz especial 11 de Setembro #NFW.
241671268_1005154473359501_4524668899301087087_n
SIM, UNIDOS 
Quem viveu de perto os efeitos do 11 de setembro, sabe quanto união, empatia e solidariedade foram cruciais diante da tragédia e o terror frente ao desconhecido. Com o desfile de amanhã, Rodrigues refaz os caminhos desde a infância no Nordeste do Brasil e, agora, mais uma nova vida, após a flexibilização das medidas de isolamento num atmosfera de congraçamento, do olhar sobre o que efetivamente existe de novo no mundo. “Depois de um tempo reaprendendo sobre a convivência em face ao isolamento, estamos de novo dispostos a fazer um mundo efetivamente novo, renovando encontro com amigos e expandindo o compartilhamento com a comunidade” diz o designer, destacando o modo colaborativo nos diversos desfiles e ações na NY Fashion Week.  Para Geová, contar com East Village Independent Merchant Association (EVIMA) reforça o propósito mútuo de preservar a diversidade cultural, étnica e criativa da comunidade em torno do bairro, escolhido pelo designer para servir de base da marca que leva seu nome.
241733388_4215325841878351_8515216196247337403_n
CICLO NOVO 
Trata-se, portanto, da celebração de duas décadas nas quais Rodrigues experimentou o redesenho de roupas como forma de ressignificação de tecidos, materiais e técnicas de beneficiamento da roupa. Renda, paetês, tweed, jeans, couro, metalizados, bordados. Todo upcycling refaz o ciclo de influências das diferentes culturas cotidianamente entrelaçadas no tecido multicultural de Nova York.
 Seguindo o empoderamento da diversidade, o casting mistura modelos e moradores do bairro, seguindo propósito do East Village Independent Merchant Association (EVIMA) e o Cooper Square Commitee, ao mesmo que reafirma o caráter democrático de toda trajetória do designer. “A liberdade é a essência do meu trabalho. Reunir as pessoas na rua é uma forma de promover empatia através de moda, arte e senso de liberdade. Fui acolhido de forma brilhante por Nova York, uma cidade que simboliza uma das maiores democracias do mundo. O meu show fala sobre liberdade e empatia como pilares de um mundo novo, com menos impactos sobre o planeta”, diz. A beleza do desfile é assinada pelo Clove Hair Salon – localizado na vizinhança do designer. Os convidados recebem gifts da Aveda.
Fotos Divulgação + Reprodução

 

Comentários do Facebook

Deixe um comentário