_MG_2272
EUZINHO!

Teoria dos outros cantos, do pode ser, não é, não sei ou sei lá

POR AUGUSTO BEZERRIL @augustobezerril augustobezerril@tribunadonorte.com.br  Não sei se alguém percebeu, mas as páginas, em geral,  estão em branco. A tecnologia muda, mas eis que o quadrado ou retângulo, enfim o espaço, está em branco. Ontem ganhei um vídeo de Mari Caldas – minha menina baiana que tem um jeito como eu para o mar. A

Leia Mais

75398295_538818720275355_9192603428017143808_n
EUZINHO!

Meu anjo da guarda brinca de quebra-cabeça de A a Z do ABZ

POR AUGUSTO BEZERRIL @augustobezerril augustobezerril@tribunadonorte.com.br  Para quem não me conhece, meu nome é Augusto. Mas muitas vezes falam ou gritam Bezerril. Romero Rafael é aproveitou o ABZ que me acompanha e, no Minas Trend, repetiu uma pronuncia nova ABEZ. Não sei quem disse que ABZ tem uma coisa AB e vai unindo tudo que dá

Leia Mais

72435135_589464488258078_2794910557252091904_n
EUZINHO!

Euzinho confessei meus pecados e fiz primeira eucaristia com Frei Damião

POR AUGUSTO BEZERRIL @augustobezerril augustobezerril@tribunadonorte.com.br  Dia 04 de outubro é um dia especial. Celebra-se São Francisco, padroeiro de Pedro Velho – cidade do litoral Agreste do Rio Grande do Norte, lugar onde nasci em casa. Cheguei ao mundo numa cama linda, herança do meu bisavô Henrique Bezerril. Tal meu avô José Augusto Bezerril,  vovô Henrique

Leia Mais

70208621_534470467312483_704052093090004992_n (1)
EUZINHO!

ABZ apresenta Euzinho em POST NÃO RECOMENDADO

POR AUGUSTO BEZERRIL @augustobezerril augustobezerril@tribunadonorte.com.br  Acordar e dedicar tempo à leitura de jornais tem sido uma tarefa chata e divertida.  Ler jornais, sem ler uma linha, acompanhando apenas e unicamente os comentários no Twitter também tem sido chato e, vamos combinar, divertido. Empresários da noite já confessaram que o mood atual reflete na caixa registradora:

Leia Mais

paula-toller-741x486
EUZINHO!

Euzinho posso estar errado e ninguém tem que me perdoar

POR AUGUSTO BEZERRIL @augutobezerril augustobezerril@tribunadonorte.com.br    Sábado com com S, depois de mais uma sexta em que não sextei. Tem gente que me pergunta: você vai para… (geralmente algum lugar)? E respondo, invariavelmente:  sei lá.  Mesmo eu estando no check-in, a resposta não muda. Sei que mudo de ideia. Também sou irrecuperável no desnorteio “errante”,

Leia Mais

70496476_362394404666297_5946989439493341184_n
EUZINHO!

Euzinho, meu curiar Costanza Pascolato e as formas tropicais de elegância

POR AUGUSTO BEZERRIL @augustobezerril augustobezerril@tribunadonorte.com.br  Tenho aflição à listas. Volta e meia me pediam para fazer lista das mais ou menos elegantes. Volta e meia, meia volta e eu corria. Lista é, por si, restritiva. Livre como minha cabeça gosta de ser, eu ia mudar mil vezes e talvez eu chegaria aos mesmo nomes. Ou

Leia Mais

2c8badc13d5a5fcee9ca9da1013cee14
EUZINHO!

Euzinho, Jornalismo, Escola Doméstica, Marrom e um mundo feito de dúvidas

POR AUGUSTO BEZERRIL  @augustobezerril augustobezerril@tribunadonorte.com.br  Alguém abriu uma página instagramável,  na qual tinha subscrito: não deixe a dúvida acabar. Lembrei da festiva Marrom cantando “não deixe o samba morrer”. Mais adiante reelaborei Capitu . A personagem sobrevive enquanto persiste a dúvida. Assim,  Machado de Assis não se deixa morrer. A boa literatura, mesmo para quem

Leia Mais

69570838_2300124260302103_8745684756286406656_n
EUZINHO!

Irritando ABZ em dias apocalípticos sem Fernanda Young

POR AUGUSTO BEZERRIL @augustobezerril augustobezerrril@tribunadonorte.com.br  Segunda-feira do fim do mundo. Para completar o apocalipse que nos persegue, o domingo ruiu com a morte de Fernanda Young. Eu, que tenho hábito de reler livros, andei com o Efeito Urano – publicado numa série sobre os dedos das mãos – no criado (quase) mudo. Irritação! Acho que

Leia Mais

ellle
EUZINHO!

Elle Brasil sai de circulação; Blog faz retrospecto sobre revistas de selo gringo

POR AUGUSTO BEZERRIL @augustobezerril augustobezerril@tribunadonorte.com.br  C´est la vie ! A moda chorou o fim da edição brasileira da Elle. Acompanhei a trajetória da revista desde 1988, quando foi lançada, recheada por produções (bem editadas) de Leda Gorgone e textos de Christiane Fleury. A chegada do título internacional alegrou quem, como eu, era um jovem fascinado

Leia Mais