Anfavea: o “momento da virada” da indústria chegou, mas depende das reformas

6 06Etc/GMT+3 setembro 06Etc/GMT+3 2016 por fernandosiqueira

Fábrica Jeep - Goiana

A indústria automotiva brasileira segue caminhando em passos lentos. No mês de agosto, de acordo com os dados divulgados nesta terça-feira (6) pela ANFAVEA (Associação Nacional de Fabricante de Veículos Automotores), foram produzidos 177,7 mil veículos, número 6,4% menor do que o de julho (189,9 mil). Em relação ao mesmo mês do ano passado, a redução é mais acentuada: -18,4%.

Para o presidente da Anfavea, Antonio Megale, essa queda foi um reflexo direto da interrupção temporária da produção de algumas montadoras. Segundo o executivo, se não houvesse essa paralisação, a produção passaria das 200 mil unidades.

Fábrica Honda HR-V - produção

Por outro lado, fato positivo foi o aumento do número de licenciamentos em agosto, com 207,3 mil unidades, número que representa crescimento de 1,4% na comparação com o mês anterior, mas queda 11,3% comparado ao mesmo mês de 2015. No acumulado do ano, não há refresco: queda de 23,1% em relação a 2015 com o total de 1,348 milhão. Para se ter uma ideia do tombo, o melhor resultado foi obtido nos oito primeiros meses de 2012, ocasião em que houve 2,501 milhões de emplacamentos.

Megale destacou o crescimento e acrescentou que o resultado poderia ter sido melhor. A observação fica por conta dos Jogos Olímpicos, que trouxe uma grande visibilidade para o país e ânimo para os brasileiros, mas que acabou derrubando os emplacamentos em pouco mais de 14% no Rio de Janeiro durante a realização do evento.

Em relação ao emprego, houve uma redução de 0,7% nos postos de trabalho, com o total de 126.900 reduzido para 1126.000 trabalhadores na indústria. Atualmente, existem 20.300 profissionais no regime especial do PPE (Programa de Proteção ao Emprego). No entanto, o executivo indica que a previsão industrial é de que não haverá necessidade de reajustar para menos a produção de veículos.

Fábrica Jaguar Land Rover

Na primeira coletiva após o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Roussef concluído, o presidente da Anfavea falou sobre o tema e que considera que este é o momento da virada para a indústria automotiva. Entende que a recuperação total do setor somente ocorrerá quando o país como um todo volte a crescer, com a retomada do crescimento da economia, PIB e a confiança do consumidor. Para o executivo, é imprescindível que as reformas propostas pelo novo governo aconteçam (em especial reformas econômicas, equação dos gastos públicos com limites estabelecidos, questões trabalhistas e regulamento do serviços de terceirização).

Nas questões trabalhistas, a Anfavea espera que mudanças e ajustes sejam feitos para que a indústria nacional tenha mais competitividade frente aos mercados internacionais. Em relação à questão previdenciária, Megale também destacou ser um fator crucial para que o país tenha um horizonte melhor definido, e assim, tenha capacidade de atrair mais investimentos para retomar o crescimento.

Fotos: divulgação

FONTE: Carsale


Coluna “ALTA RODA”. Fernando Calmon

14 14Etc/GMT+3 novembro 14Etc/GMT+3 2018 por fernandosiqueira

Poder de Sedução

O Salão do Automóvel de São Paulo completa 30 edições e até o próximo dia 18 continuará a seduzir multidões. As
pessoas permanecem fortemente atraídas por carros. Entre as razões estão comodidade, liberdade, agilidade e taxa de
motorização ainda baixa, se comparada a de outros países, inclusive vizinhos, como Argentina. Este ano ficará marcado
pela sanção presidencial do programa Rota 2030, no dia da inauguração oficial. Sua importância será analisada na
Coluna da próxima semana.

O maior número de novidades vem da Volkswagen. A mais escondida, agora revelada em versão próxima à final, é a
picape de cabine dupla cujo nome provisório, Tarok, pode ser até o escolhido em 2020. De porte praticamente igual ao
da Toro, incluirá motorização Diesel (tração 4×4, 1 tonelada de carga) e turboflex 1,4 L. Recurso interessante é o
alongamento da caçamba ao rebater a divisória metálica interna, possível por ter construção monobloco, no caso
derivada do Golf. Público pode ver de perto também o SUV compacto T-Cross (lançamento em abril 2019) e a dupla
Polo GTS/Virtus GTS com motor turboflex 1,4 L/150 cv e câmbio automático de seis marchas.

Fiat também chama atenção com o modelo-conceito Fastback que dá pistas para seu primeiro SUV médio e de próxima
reestilização frontal da Toro. Sua distância entre eixos, 2,69 m, é praticamente a mesma do futuro SUV argentino VW
Tarek. O modelo final, previsto para 2020, não terá linha de teto tão elegante e será um pouco maior que o Jeep
Compass. A fabricante exibiu e importará da Itália umas 500 unidades do SUV compacto 500X, cuja arquitetura é a
mesma do Renegade.

Ford aproveitou o Salão para exibir o SUV médio Territory (sete lugares), projetado na China. Pela boa reação do
público deverá importá-lo, mas este e sua versão de cinco lugares têm grande chance de produção na Argentina. A onda
SUV foi encapelada também pela CAOA Chery. Exibe os Tiggo 5X, 7 e 8 (este de sete lugares).

Três fabricantes apresentam e vão importar modelos elétricos. Os médios Chevrolet Bolt (R$ 175.000) e Nissan Leaf
(R$ 178.400), além do compacto Renault Zoe (R$ 149.900). Apesar de recente redução de carga fiscal, ainda custam
cerca do dobro de veículos convencionais equivalentes. Então, espere uma marolinha, não uma onda “elétrica”. Audi,
CAOA Chery, Honda, Hyundai, Kia, Mercedes e VW também apresentaram modelos desse tipo. Lexus, por sua vez,
anunciou que todo o seu portfólio de importados em 2019 será apenas de híbridos, solução mais coerente.

Supercarros drenam o máximo de curiosidade no Espaço dos Sonhos. Destaque maior para o Mercedes-Benz AMG One,
modelo mais caro já exibido no Salão: quase R$ 12 milhões. Potência de 1.054 a 1.248 cv, torque ainda sob sigilo (motor
é o mesmo da F-1) e apenas duas unidades reservadas ao Brasil. McLaren Senna não fica muito atrás com 800 cv por R$
8,5 milhões. Nesse nível, há preços até “atraentes”: Ferrari 488 Pista, 710 cv (R$ 3,7 milhões) e Porsche 911 GT2, 700 cv
(R$ 2,2 milhões).

Outra boa notícia anunciada no Salão: mais investimentos no País. BMW produzirá os novos Série 3 e X4, em Araquari
(SC) e a Mitsubishi, o novo Eclipse Cross, em Catalão (GO).

ALTA RODA

OUTUBRO, com mais dias úteis, ajudou no resultado de vendas de veículos leves e pesados. Anfavea já admite que o ano
de 2018 será melhor que suas duas previsões ao longo do ano. No acumulado dos dez primeiros meses em relação ao
mesmo período de 2017, venderam-se 2,1 milhões de unidades, 15,3% a mais. Estoques totais de 34 dias, dentro da
normalidade.

PRODUÇÃO tem sido afetada por forte e abrupta queda do mercado argentino. Ainda assim está 9,9% acima do ano
passado, na mesma comparação. Exportações mostram recuo de 10,9% em volume e 2,3% em valores. Em 2018,
deverão ser produzidos 3 milhões de veículos, o que significa ociosidade em torno de 30%. Mínimo aceitável é de 20%
(em dois turnos).

GOLF VARIANT é opção esquecida pelo mercado, porém altamente racional e muito agradável de dirigir, tanto em cidade
quanto em viagens. Apenas os alemães, ao redor do mundo, ainda valorizam as stations, entre outros fatores por suas
boas estradas. Nada que ofereça 605 litros no porta-malas tem comportamento dinâmico e desempenho semelhantes,
na medida certa.

MAIS uma combinação de tração elétrica. Mercedes-Benz anunciou que vai ceder, para frotistas específicos na
Alemanha, unidades do GLC dotadas de pilha a hidrogênio e bateria recarregável em tomada. Programa de testes
começará em 2019. Até hoje nenhum fabricante havia pensado em associar as duas opções. Empresa não informou o
preço desse arranjo técnico.

RODAS de aço com supercalotas estilizadas e fixadas solidamente ao aro têm sido alternativa às rodas de liga de
alumínio. Estas permitem desenhos mais ousados, mas custo é maior e diferença de peso tornou-se bem menor hoje
(em alguns casos, as de aço são até 15% mais leves). Iochpe-Maxion produz 250.000 dessas rodas de aço, por ano, para
dois carros e uma picape.
____________________________________________________

fernando@calmon.jor.br

ANUNCIO PLATEN PRESS_QUAD_300x250

 

SETE itens que devem ser revisados no carro antes de pegar a estrada.

13 13Etc/GMT+3 novembro 13Etc/GMT+3 2018 por fernandosiqueira

Especialista da Total alerta que a manutenção preventiva evita acidentes e problemas na viagem

estradas-do-brasil

Aqueles que vão aproveitar o feriado desta semana para ir à praia, ao campo ou ao interior, precisam ficar atentos à revisão do seu automóvel. Isso porque avaliar as condições do veículo antes de pegar a estrada previne inconvenientes.

“Não basta calibrar os pneus, checar o nível do óleo e completar o tanque do combustível. O check list vai além desses componentes básicos que o motorista normalmente avalia, e para garantir a segurança do carro, bem como a dos passageiros, é fundamental conferir outros itens”, explica Denise Novaes, coordenadora de Assistência Técnica da Total Lubricantes do Brasil.

O primeiro passo para a manutenção adequada é consultar um mecânico de confiança. Outra opção é levar o carro em um dos 55 Postos de Troca de Óleo Rápida (ROC) da Total, que oferecem a verificação gratuita de até 15 itens de segurança.

Abaixo, a especialista da Total Lubrificantes destaca 7 itens que devem ser revisados no veículo antes de pegar a estrada no feriado:

1 . Pneus: realizada desde que não estejam gastos, a verificação serve para sinalizar se há diferenças de pressão no carro carregado e vazio por meio do TWI (Tire Wear Indicator – Indicador de Desgaste do Pneu), que são aquelas saliências entre as ranhuras do pneu.

2Óleo e filtro: precisam ser trocados periodicamente, conforme recomendação do fabricante do carro, por km rodado ou tempo de uso. É importante que as substituições sigam as mesmas especificações da montadora. Ou seja, utilize sempre lubrificantes de alto desempenho, como os da linhaTotal QUARTZ e ELF EVOLUTION. A boa prática de manutenção recomenda a substuição do filtro de óleo a cada nova troca do óleo lubrificante.

3 . Combustível e freios: são fundamentais para o funcionamento do carro. No caso do combustível é sempre recomendável o abestecimento em postos de confiança, pois a má qualidade do produto pode formar sujeira e provocar entupimentos. Ir periodicamente à um mecânico de confiança é outra forma de evitar problemas de entupimento por meio de procedimentos de limpeza do sistema de alimentação. Já o sistema de freios tem que ser revisado a cada 10 mil km ou conforme orientação do manual de cada veículo, assim como o fluido do freio. 4 . 4. Arrefecimento: deve seguir a recomendação do fabricante que orienta utilizar produtos normais (minerais) e de longa duração (fluido orgânico – OAT). É importante manter o líquido de arrefecimento do radiador no nível adequado, conforme as marcações (min-máx) do resevervatório de expansão para evitar o aquecimento do motor. A Total Lubrificantes conta com a mais alta tecnologia de líquidos de arrefecimento disponíveis no mercado, nas versões concentrado (Total Glacelf) e prontos para o uso (Total Coolelf).

5 . Suspensão, bateria e palhetas: precisam ser vistoriadas a cada 10 mil km, incluindo a geometria e o balanceamento. Não podem ficar de fora dessa avaliação os amortecedores, molas, buchas e batentes, inclusive a bateria que desgastam naturalmente com o tempo. Outro item fundamental são as palhetas, que não devem estar tortas e nem com a borracha ressecada.

6 . Painel e lâmpadas: representam as condições do veículo, por isso, em caso de dúvida sobre o significado das luzes, consulte o manual do carro. E jamais viaje com alguma lâmpada queimada. Além de perigoso ainda pode render multa ao motorista.

7 . Itens de emergência: são fundamentais quando imprevistos acontecem. Daí a importância de verificar se todos os componentes básicos de segurança estão no lugar. Entre eles, o triângulo, o macaco, o estepe e a chave de roda.

Atente para tudo isso e faça uma ótima viagem com sua família.

Grupo A. Cândido. Nota de esclarecimento

por fernandosiqueira

O Grupo A Cândido sente-se no dever de prestar um “esclarecimento” à opinião pública do Rio Grande do Norte a respeito de uma notícia que circulou nas redes sociais esta manhã, envolvendo o nome de um dos seus diretores.

A notícia não é VERDADEIRA. Diz respeito sim, ao Senhor Cícero Dirceu Dantas de Araújo, 45 anos de idade, que residia no Condomínio Príncipe das Astúrias, bairro de Capim Macio, nesta cidade, tão somente parceiro do Grupo A. Cândido em vendas de veículos seminovos da marca Mercedes-Benz.

ASS. Grupo A. Cândido.

Suzuki Vitara tem novas versões com design interno e externo renovados

11 11Etc/GMT+3 novembro 11Etc/GMT+3 2018 por fernandosiqueira

SUV traz elementos exclusivos, muita tecnologia com motor 1.4L turbo, moderno sistema multimídia de 10″ com Wifi, além de muito conforto e a segurança da tração AllGrip Select

suzuki-modelo-2019

 

Com mais de 30 anos de história e evolução, o Suzuki Vitara é um SUV moderno. Na versão 2019, traz design renovado e equipamentos que tornam este veículo ainda mais sofisticado.

“O Vitara é um carro muito versátil, com muitas possibilidades de personalização e com versões que atendem a diversos tipos de consumidores. Temos um SUV prático para o dia a dia nas grandes cidades e extremamente confortável para as viagens com a família aos fins de semana”, ressalta Fernando Julianelli, diretor de marketing da Suzuki Veículos.

Não é a toa que a Suzuki Veículos é uma das maiores montadoras do Japão com 3,2 milhões de unidades por ano e está presente em 192 países com 35 fábricas ao redor do mundo, inclusive no Brasil.

Além de ser um dos mais econômicos da categoria, o Vitara possui amplo espaço interno e itens de segurança que facilitam seu dia a dia, conciliando a performance, entretenimento e muita versatilidade, seja na cidade ou fora dela.

São quatro versões com dois tipos de motorização: 4Style SE e 4Sport SE com motor 1.4L turbo e sistema de tração AllGrip, e 4All SE e 4You SE com motor 1.6L.

A versão 2019 chega renovada, com um novo visual na parte dianteira, que deixa o design muito mais harmonioso com o novo para-choque e a nova grade, que agora recebem acabamentos diferentes, dependendo da versão. As linhas do capô invadem a lateral, deixando o veículo ainda mais robusto. A linha de cintura ascendente vai ao encontro do para-lamas, que está mais encorpado, criando uma moderna aparência. Já as linhas do teto descendentes não são por acaso e resultam em excelente performance aerodinâmica.

Os novos faróis em LED, além de proporcionarem uma ótima iluminação, recebem contornos em azul, que tornam o conjunto mais moderno e alinhado com o design dianteiro, e estão em perfeita sintonia com o DRL, que reforça a segurança, especialmente para rodar durante o dia.

O conjunto fica ainda mais estiloso com as novas rodas de 17” com acabamentoDiamond Black e pneus de alta eficiência energética, que garantem menor atrito e menor consumo, além de deixarem o visual robusto. Na traseira, as novas lanternas em LED completam o visual.

O Vitara passa a ser equipado com o moderno teto solar Double Sliding, com abertura total ou parcial, proporcionando uma maior sensação de amplitude dentro do veículo.

Por dentro, o Vitara está ainda mais aconchegante e repleto de novos recursos, como onovo cluster com tela TFT colorida de alta definição, que traz o computador de bordo com novas funções, com gráfico de aceleração / frenagem, força G, indicação de torque / potência e economia combustível, tudo apresentado com um visual moderno e de fácil entendimento.

Para um conforto ainda maior, descansa-braço central, painel de instrumentos com material soft-touch e textura 3D na faixa central e estão em perfeita harmonia com o novo relógio analógico no centro do painel. Os bancos são com revestimento premium em couro e UltraSuede. O veículo conta ainda com ar-condicionado digital e automático enove airbags.

O sistema multimídia é um dos destaques. Com o novo sistema Android 7.1 e a incríveltela anti-reflexo HD de 10”, tem processador Quadcore com 2GB RAM, memória interna de 16GB para armazenar músicas, fotos e vídeos, além de bluetooth com áudio streaming. É possível espelhar a tela do celular ou fazer a conexão Wifi para a utilização de aplicativos de navegação como Waze, e para ouvir suas músicas preferidas no Spotify.

Motor moderno e econômico
O motor turbo de injeção direta Boosterjet 1.4 litros aprimora a condução com alto torque e equipa as versões 4Style e 4Sport. São 146 cv e 23,5 kgf.m de torque, com muita performance e tecnologia. O turbocompressor com intercooler injeta o ar pressurizado nos cilindros e permite que o motor maximize o torque na faixa de baixa rotação, obtendo toque máxima a partir de 1700rpm. A relação peso-potência de 8,32 Kg/cv é digna de carros esportivos.

A válvula wastegate controla a pressão do turbo, aumentando a performance e diminuindo o consumo de combustível. O sistema de injeção direta aumenta ainda mais a eficiência do combustível, otimizando o controle da quantidade, tempo e pressão do combustível injetado. Além disso, um coletor de admissão curto e um coletor de escape integrado com o cabeçote permitem um conceito de motor leve e compacto, o que proporciona uma aceleração ainda mais rápida.

O Vitara 4You e o Vitara 4All são equipados com motor em alumínio 1.6L, 126cv e 16,7 kgf.m, o que resulta em baixos índices de emissões e relação peso/potência de 9,0 kg/cv. Aliado ao motor está a transmissão automática de seis velocidades com paddle shiffters, disponível em todas as versões, e que proporcionam ainda mais prazer ao dirigir.

Tudo isso se traduz em uma economia significativa de combustível. Prova disso são os números oficiais do Conpet, programa do Inmetro que testa todos os modelos de veículos comercializados no Brasil. O Vitara 1.6L tem média de consumo de 12,3 km/l e o Vitara 1.4L Turbo de 12,7 km/l, que o coloca entre os veículos mais econômicos do País em sua categoria.

O Vitara está equipado com o moderno e prático sistema Auto Start-Stop. Em uma parada superior a 3 segundos, em um semáforo, por exemplo, o veículo desliga o motor, economizando combustível e, basta tirar o pé do freio para o motor voltar a funcionar novamente. É prático, rápido e ajuda a reduzir as emissões para proteger o meio ambiente.

AllGrip Select, o 4×4 para todos os momentos
Muito mais do que enfrentar os desafios do off-road, o sistema AllGrip Select, disponível nas versões 4Style e 4Sport, proporciona segurança e praticidade para o dia a dia.

A tecnologia 4WD foi aperfeiçoada para fornecer ainda mais prazer ao dirigir e, ao mesmo tempo, tranquilidade. O sistema AllGrip Select permite expandir as possibilidades e diversificar o estilo de vida.

São quatro modos de operação:

Auto – O sistema utiliza a tração 4×2 como padrão com foco na economia de combustível. Se for detectado escorregamento em alguma roda é ativado a tração nas  4 rodas.

Sport – O sistema explora o lado esportivo, fornecendo 15% a mais de torque para as rodas traseiras e deixando o volante mais firme. A rotação do motor permanece em faixas mais altas de torque, privilegiando o prazer ao dirigir.

Snow/Mud – É indicado para terrenos com baixa aderência, como estradas não pavimentadas e pisos escorregadios. A tração é dividida em 50% para a dianteira e 50% para a traseira. O ESP tem funcionamento antecipado privilegiando o controle do veículo.

Lock – Indicado para situações extremas, onde é detectada perda da aderência nas rodas. Nestas ocasiões, o sistema de freios atua nas rodas sem contato com o solo transferindo o torque para aquelas com aderência. O motor e transmissão privilegiam o alto torque.

O Vitara também é equipado com ESP (Electronic Stability Program), controle de estabilidade que garante ainda mais segurança em todos os tipos de piso.

Vitara do seu jeito
Com a personalização das cores e até mesmo de itens internos, o Vitara pode tornar-se um veículo único e exclusivo para cada cliente.

Ao todo, são 16 combinações de cores para o Suzuki Vitara. São nove cores de carroceria (Azul Ice, Azul Atlantis, Amarelo Solar, Vermelho Bright, Bege Savana, Branco Cool, Prata Silky, Cinza Galatic e Preto Cosmic) e duas opções de cores para o teto: Grafite e Preto.

Além disso, o cliente pode personalizar itens internos e externos. São cinco opções de texturas internas para a moldura do painel, moldura do relógio e saídas de ar: Madeira, Aço escovado, Carbono, Vermelho e Preto, e ainda três opções de texturas externas para a moldura do extrator de ar e capa do retrovisor: Carbono, Vermelho e Preto.

Praticidade e modernidade
Um legítimo SUV com design moderno, robusto para enfrentar o off-road e prático para o dia a dia na cidade.

Diversos detalhes foram pensados para deixar o veículo ainda mais refinado, como os extratores de ar cromados, rack de teto em alumínio polido, maçanetas na cor do veículo, retrovisores com acabamento preto brilhante e pisca incorporado.

A praticidade e a modernidade estão por todos os cantos. O veículo é equipado comsensores de proximidade dianteiro e traseiro e câmera de ré, que garantem segurança e comodidade em todas as manobras.

O volante é revestido em couro e tem os comandos de áudio, Cruise Control e Speed Limiter incorporados. Com essa função, é possível programar a velocidade desejada e o veículo não irá ultrapassá-la. Ideal para rodar nas cidades e evitar multas de trânsito. Outra facilidade é a chave presencial Smart Keyless e o botão de partida.

A direção elétrica proporciona leveza nas manobras e facilidade de condução na estrada, graças ao passo variável, que a torna mais direta no centro e desmultiplicada nas extremidades, tornando as manobras mais ágeis e confortáveis.

O porta-malas é prático e funcional, permitindo diversos tipos de combinações, graças às tampas e laterais removíveis, que podem aumentar a capacidade, ou acomodar objetos de diferentes tamanhos. Além disso, ganchos estão estrategicamente posicionados para auxiliar na fixação das bagagens.

Todas as versões são equipadas com a função Hill Hold, que evita que o veículo se mova para trás em partidas em rampa, além do Hill Descent, que permite uma descida suave e segura, controlada em declives acentuados com pisos escorregadios e irregulares.

Segurança
O capô, para-choques e outras partes da carroceria têm estruturas projetadas para absorção de impacto em caso de colisão contra pedestres. Os cintos de segurança têm sistema de pré-tensionamento e limitador de força. Além disso, os pedais e colunas de direção são colapsáveis, reduzindo e risco de danos graves às pernas do motorista em caso de colisão.

A carroceira do Suzuki Vitara incorpora o sistema TECT (Total Effective Control Technology) para proteção aos ocupantes. A utilização extensiva de aços de alta tensão tornam a estrutura mais leve, extremamente resistente e com deformações programadas, absorvendo e distribuindo a energia de um eventual impacto.

Todo o projeto do novo Vitara foi desenvolvido com a mais alta tecnologia, utilizando túnel de vento para a melhor performance aerodinâmica, resultando em um CD de apenas 0,33. Isso se deve, dentre outros fatores, ao design com cantos arredondados e linha de teto com suave queda, que permitem um fluxo de ar otimizado.

Em todas as versões, os veículos são equipados com suspensão dianteira McPherson e traseira com eixo de torção, que garantem estabilidade e conforto. O sistema de freios garante a melhor frenagem com ABS, EBD, BAS (Brake Assist – otimiza a força de frenagem) e BOS (Brake Override System – inibe a função do acelerador quando freio e acelerador são pressionados ao mesmo tempo).

Melhor do mundo
O Pós-Venda da Suzuki Veículos no Brasil foi eleito o melhor do mundo pela Suzuki Japão. São mais de 60 concessionárias espalhadas por todo o País em que os clientes têm à disposição uma série de produtos e serviços que tornam a experiência com a marca ainda melhor: SZK Revisão Programa com preço fixo, SZK Funilaria e Pintura, SZK Pneus, SZK Store, SZK Kit Peças, SZK Renova, SZK Acessórios, SZK Assistence, SZK Seguros, SZK Financiamento, SZK Locação Executiva, SZK Consórcio e a Recompra Garantida.

Mais do que um carro, uma experiência completa
A Suzuki Veículos do Brasil se orgulha em ter altos índices de satisfação entre os consumidores. E isso se reflete não só no atendimento de nossas concessionárias, mas também nas experiências que a Suzuki promove em todo o País.

O Suzuki Day é um evento para toda a família, realizado em mais de 10 cidades em diversas regiões do Brasil. É um passeio divertido, explorando regiões belíssimas em que o objetivo é simplesmente se divertir e testar todas as funções do carro.

Não se trata de competição e é ideal para conhecer novos lugares e curtir um fim de semana com a família e amigos. E o melhor, os eventos são gratuitos e cada carro participante faz doações que são destinadas a entidades assistenciais da região. Para mais informações, datas e inscrições, www.suzukiveiculos.com.br.

Preços
Vitara 4Style SE AllGrip – R$ 123.990,00
Vitara 4Sport SE AllGrip – R$ 116.990,00
Vitara 4You SE – R$ 103.990,00
Vitara 4All SE – R$ 91.990,00

Brasil deverá ganhar Corolla híbrido flex até 2020

por fernandosiqueira

 A Toyota do Brasil anunciou, recentemente, um investimento da ordem de 1 bilhão de reais em sua unidade fabril de Indaiatuba, no Estado de São Paulo, visando a renovação, entre outras coisas, de produtos. Além de se tornar mais eficiente e produtiva, a “unidade” deve ser a responsável pela produção de veículos híbridos da marca em nosso País. “A fábrica ficará pronta para receber novas tecnologias”, afirmou Rafael Chang presidente da Toyota do Brasil, na coletiva de imprensa no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo deste ano.
O término da obra, em meados de 2020, coincide com a previsão de chegada da nova geração do Corolla. O sedã passará por uma das maiores re-estilizações em mais de 50 anos de vida.  Inclui, inclusive, a adoção da plataforma TNGA, usada no automóvel PRIUS.

Corolla híbrido e flex.

Uma das consequências é a possibilidade de ter motorizações híbridas, como ocorre nas versões hatch e station wagon à venda na Europa.

No Brasil, a montadora ainda não confirma que o sedã será híbrido, mas tudo leva a crer que será, SIM. E mais, além de aliar o motor a combustão ao elétrico, o Corolla deve ser o primeiro carro da marca a ser equipado com tecnologia HÍBRIDA e FLEX . Vale salientar, que a  Toyota desenvolve o sistema, usando o Prius.

toyota-prius-hybrido

Toyota Prius híbrido. FOTO: divulgação

Os próximos dois anos devem ser essenciais para a estratégia de renovação no Brasil do principal produto daToyota.

Volvo XC60 vence, pelo 3º ano consecutivo, prêmio “Maior Valor de Revenda”

por fernandosiqueira

  • Organizado pela Agência AutoInforme deste 2014, evento de premiação foi realizado 9 do mês em curso, no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo (8 a 18 de novembro, São Paulo)

volvo-xc60-2019

Volvo XC60 modelo 2019. FOTO: divulgação Volvo

Pelo terceiro ano consecutivo, o utilitário esportivo Volvo XC60 conquistou o prêmio “Maior Valor de Revenda”. O evento foi promovido pela Agência AutoInforme no dia 9 deste mês, no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. O modelo mais vendido pela Volvo Cars no Brasil e no mundo, deixou para trás dois fortes concorrentes, quais sejam, Mitsubishi Outlander e Hyundai Santa Fé, para se sagrar o SUV médio que menos perde valor em um ano de uso, apenas 12,7%.

“Esse prêmio reforça a credibilidade que o XC60 conquistou no mercado brasileiro. O novo modelo conseguiu manter a baixa desvalorização que sua geração anterior já tinha mostrado em 2016 e 2017”, afirmou Leandro Teixeira, diretor de Marketing da Volvo no Brasil. “Essa conquista nos dá a certeza de que nossos investimentos e ações estão ajudando a colocar por terra um pensamento ainda presente numa parte do público, de que nossos veículos seminovos perdem muito valor”.

Há mais de dez anos, a Agência AutoInforme produz o Estudo de Depreciação dos veículos comercializados no Brasil e, desde 2014, promove o prêmio “Maior Valor de Revenda”, que certifica os veículos que menos se desvalorizam em um ano de uso em diversas categorias de mercado.

Sobre a Volvo Cars no Brasil

A fabricante sueca de carros premium é uma das marcas mais conhecidas e respeitadas no mundo. Com produção global – Europa, Ásia e América do Norte – de veículos reconhecidos pelo luxo, inovação, tecnologia e segurança, vive forte momento de crescimento no mundo, assim como no Brasil.

Entre janeiro e outubro de 2018, comercializou 5.436 automóveis, um crescimento de 90,8% em relação ao mesmo período de 2017. Com uma linha completa de utilitários esportivos, é líder da categoria com o XC90 (alta de 74,3%, de 421 para 734 unidades), consolidou o XC60 como referência entre os veículos médios (cresceu 20%, com 2.302 unidades) e tem no XC40 um sucesso instantâneo com 1.863 unidades vendidas desde abril.

A marca deve fechar 2018 com aproximadamente 6.500 carros vendidos, quase dobrando seu volume em relação ao ano anterior.

Coluna “ALTA RODA”. Fernando Calmon

7 07Etc/GMT+3 novembro 07Etc/GMT+3 2018 por fernandosiqueira

Salão Internacional do Automóvel de São Paulo tem nova pegada

Um passo em direção à eletromobilidade bem mais forte que o evento de dois anos atrás. Assim será o Salão do
Automóvel de São Paulo, de 8 a 18 de novembro. Entre protótipos e modelos de série (inclusive em testes de condução)
movidos a bateria haverá uma dezena, sem contar híbridos convencionais e plugáveis.

Em sua 30ª edição, será o maior até hoje realizado com 110.000 m², incluindo as pistas externas. Números superlativos:
29 fabricantes (seis marcas, sendo quatro de dois grupos automobilísticos, não participam este ano); mais de 540
veículos em exposição; 1.200 horas de atividades interativas e cerca de 100 eventos paralelos. O organizador Reed-
Alcântara estima atrair mais de um milhão de fãs pelas redes sociais.

Dos sempre aguardados veículos-conceito, pelo menos dois vão atrair muita atenção: nova picape Volkswagen para
concorrer com a Toro e o primeiro SUV da Fiat de porte médio-grande. Ambos estarão bem próximos das versões
definitivas, mas à venda somente em médio prazo (até 18 meses após o Salão), ou seja, 2020.

Carros elétricos serão mais motivo de curiosidade do que realidade no mercado brasileiro, apesar do esforço de
fabricantes e importadores em divulgar e estimular seu uso em um evento tão importante. A começar pelo preço de
aquisição bastante elevado, infraestrutura por montar, custo das baterias de reposição e sua reciclagem final, valor de
revenda e autonomia baixa para dimensões continentais do País. Inexiste, ainda, a possibilidade de subsídio pela difícil
situação das contas públicas nacionais. Na Europa, por exemplo, alguns governos pagam até 10.000 euros (R$ 43.000)
para quem adquirir um elétrico a bateria.

Na semana passada, em São Paulo, a 18ª Conferência Internacional Datagro dedicou um painel, moderado por este
colunista, às novas tendências em tecnologia automotiva. João Irineu Medeiros, da FCA, frisou que a rota tecnológica
mais próxima da realidade brasileira deveria incluir uso de etanol em veículos híbridos e plugáveis associado a motores
de combustão interna flex de alta eficiência.

Em termos de emissões absolutas (ciclo de vida) de CO 2 principal gás de efeito estufa responsável por mudanças
climáticas, um híbrido flex consumindo o nosso combustível vegetal alcançaria no final da próxima década, com os
avanços previstos no programa Rota 2030, algo como 14 g/km de CO2. Na Europa, considerando a participação média
da energia elétrica gerada por fontes fósseis, essa referência para um carro elétrico puro seria de 82 g/km. Se os
europeus conseguissem, também em 2030, limpar 100% de sua geração de eletricidade (improvável, nesse prazo)
chegariam a 10 g/km.

Besaliel Botelho, da Bosch, mostrou estudo da companhia apontando 2030 como a data mais provável em que o preço
de um automóvel elétrico fique bem próximo ao de um convencional a gasolina. Ainda assim, haveria uma dependência
de lítio e cobalto para produção de baterias. Para se ter ideia, um telefone celular utiliza 2 a 3 gramas de lítio, enquanto
um automóvel médio exige nada menos de 40 kg.

Enquanto isso não se resolve, quem for ao Salão do Automóvel poderá testar um carro elétrico para admirar baixo ruído a bordo e
torque exuberante logo ao arrancar. Divirtam-se.

ALTA RODA

PRIMEIRO automóvel nacional com chip 4G na central multimídia, permitindo tráfego de dados e acesso à internet,
será Chevrolet. O sistema admitirá pagamentos online e no futuro interação com a infraestrutura. A empresa, ao
anunciar a novidade no Salão do Automóvel de São Paulo, não revelou ainda o modelo. Tudo indica que será o novo
Onix, dentro de um ano.

PARA defender liderança entre SUVs compactos, Honda fez retoques no HR-V 2019 típicos de meia geração. Novos faróis, para-choque, grade, lanternas traseiras de LEDs, rodas de 17 pol. e suspensão recalibrada. Melhorou o
isolamento acústico; fez ajustes no câmbio CVT. Motor manteve 140 cv (1 cv a mais com gasolina do que com etanol,
estranho). R$ 92.500,00 a 108.500,00.

CITROËN C4 Cactus, no uso diário, demonstra desempenho bem acima da média do seu segmento graças ao motor
turbo de 1,6 L. Na realidade, até “sobra”, mas sem afetar tanto o consumo. Atmosfera interna agrada, em especial pelo
espaço para cabeça de todos os ocupantes e para pernas no banco traseiro. Plásticos internos poderiam melhorar.
Porta-malas, apenas 320 litros.

QUEM pensa que o motor de combustão interna já deu o que tinha que dar, está enganado. Na Europa, unidades a
gasolina já conseguem consumo praticamente igual a diesel (estrada, 25 km/l) por meio de recursos como turbos de
geometria variável, desligamento de 50% dos cilindros e até do motor para aproveitar o “embalo” sob algumas
condições de uso.

CICLOS de euforia e depressão continuam com sinais trocados entre Brasil e Argentina. Aqui, o mercado vai muito bem,
enquanto o argentino entrou em forte recessão este ano. Lá, o clima de pessimismo resvalou para o cancelamento do
Salão do Automóvel de Buenos Aires, em julho de 2019. Isso ainda pode se reverter. Até o governo federal tenta ajudar.
____________________________________________________

fernando@calmon.jor.br e www.facebook.com/fernando.calmon2

Montadoras apresentam novidades no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo

por fernandosiqueira

Maior evento do segmento na América Latina abriu suas portas ontem, terça-feira, para a imprensa especializada  nacional e internacional. Programação seguirá hoje, quarta-feira. Evento abre ao público amanhã, quinta, dia 8.

 

349974_840645_jeep__ (1)

Stand da FCA (Fiat Chrysler Automobiles, divisão JEEP) foi um dos mais movimentados do Salão de São Paulo (Foto: divulgação).

O trigésimo Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, principal evento automotivo realizado na América Latina, abriu suas portas para a imprensa especializada ontem, terça-feira, dia 6,  no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. As marcas reforçaram seu posicionamento voltado para a mobilidade urbana e seus desdobramentos para o futuro. Carros elétricos e híbridos, cada vez mais conectados, e modelos autônomos, foram os grandes destaques do dia.

A programação seguirá exclusiva para a imprensa, hoje, dia 7, e abrirá suas portas para o público amanhã, dia 8, com expectativa de receber mais de 700.000 visitantes até o próximo dia 18.

Novidades de algumas montadoras

Fiat. Com um portfólio totalmente renovado, a “Fiat” traz ousadia e inovação para o evento. Em um momento de retomada, a marca anuncia o investimento de R$ 8 bilhões até 2023 no Brasil. No seu espaço, conta com 30 carros (modelos conceitos e consagrados em versões inéditas). Entre as novidades, o Fastback, um novo concept car, que representa a evolução da marca, e o lançamento da área Fiat Professional, um conceito de incremento de serviços diferenciados para os clientes profissionais como horário de atendimento estendido, troca imediata de peças e carro reserva. O serviço começa a ser oferecido no primeiro trimestre de 2019. Outra novidade é a primeira “Concessionária Digital do País”, que acaba de ser lançada em São Paulo, onde o grande diferencial é a alta tecnologia que permite ao cliente, um autêntico self-service fazendo uso da navegação  digital para conhecer, escolher e explorar os modelos da Fiat.

KIA Motors. Entre seus 14 lançamentos, a KIA Motors destaca o modelo “Stinger GT”, o sedã esportivo que tem inúmeras evoluções tecnológicas, entre elas sua alta potência e velocidade, que atinge 100 km/h em 4,9 segundos. Suas apostas sustentáveis ficam a cargo do “Soul EV”, “Niro Hybrid” e Optima Hybrid”, todos produtos de alta tecnologia. A KIA Motors evolui a cada ano no Brasil, crescendo 42% em relação ao ano de 2017. Com os números favoráveis, pretende importar mais 20.000 veículos automotores em 2019.

JEEP ®. A Jeep ® investe em duas novidades da categoria SUV’s na edição 2018 do Salão do Automóvel de São Paulo: o “Wrangler” e o novo “Cherokee”. Seus lançamentos contam com o inédito motor turbo 2.0, 272 cv e oito marchas. Outra modernidade do Cherokee é o seu interior redesenhado e atualizado com hub de conectividade, liberando mais espaço para o porta objetos. O Wrangler estará disponível no primeiro semestre de 2019, enquanto o modelo Cherokee é a aposta da montadora para a possível volta da linha ao Brasil.

Ford. Com dois automóveis que representam sua inovação, a Ford traz para o Salão do Automóvel duas novidades que tem a tecnologia como maior pilar. O “Edge ST”, modelo 2019, o primeiro SUV da marca que possui a exclusividade da grife “Sport Technologies”, investida em alto desempenho e esportividade para a categoria e que refletem em segurança e conectividade para o consumidor. O modelo está em pré venda para os clientes Ford no evento. A Ford apresenta também o “EcoSport Titanium”, que deverá ser a renovação da linha EcoSport. Nele, o estepe na traseira  é dispensável, graças à tecnologia “Run Flat Tire”, que dá aos pneus características construtivas diferenciadas, capaz de rodar mesmo à pressão zero por 80 quilômetros à velocidade de até 80 km/h. No mais, a Ford anuncia no evento que será a montadora oficial do Rock in Rio 2019.

Volkswagen. A marca apresenta o primeiro modelo híbrido que será lançado no País, o “Golf GTE”. O modelo, que é um sucesso no mercado europeu, chega ao Brasil em 2019, após passar por severos testes da adaptação às condições do nosso País. A Volkswagen tambéḿ expõe o “T-Cross”, modelo que faz parte da estratégia da empresa de oferecer veículos globais com características específicas para atender às necessidades locais de cada região. Ele será o primeiro SUV produzido pela empresa no Brasil (São José dos Pinhais, PR). Para isso, a montadora recebeu R$ 2 bilhões em investimentos. Além disso, a marca está desenvolvendo uma linha totalmente nova de veículos elétricos baseada em conceitos avançados e com estilo de vanguarda. O “I.D. CROZZ” é o primeiro veículo utilitário crossover (CUV). A produção começará em 2020, porém a fabricante alemã mostra no evento uma importante visão antecipada de sua nova família de veículos de mobilidade elétrica. Até 2025, a Volkswagen produzirá 1.000.000 de carros elétricos por ano.

Audi. Mostra a sua linha renovada de produtos que chegará em breve ao mercado brasileiro. Até o final de 2019, 13 novos modelos, entre re-estilizações, novas gerações e inéditos, estarão nas concessionárias da marca. A Audi anuncia que o novo “Audi e-tron”, primeiro carro totalmente elétrico da marca, está confirmado para o Brasil e chegará às suas concessionárias no segundo semestre de 2019. Também entre os principais destaques que a marca apresenta no evento estão os três modelos mais luxuosos da família A: “A6, A7 e A8”. As novas gerações dos veículos estão mais modernas, repletas de tecnologia a bordo e trazem acabamento impecável. Outro carro totalmente novo é o “Q8”, que passa a ser o SUV topo de linha da Audi. Esses quatro modelos contam com uma das mais recentes tecnologias da linha de motores da empresa: o sistema híbrido leve MHEV, mild-hybrid system. A Audi também mostra a nova geração do “RS 4 Avant”, versão mais “apimentada” da família A4, que estreia no mercado brasileiro no início de 2019 e será o primeiro modelo apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo a chegar às concessionárias da marca no País.

Toyota. A Toyota apresenta modelos futuristas e inovadores, comemorando os 60 anos da empresa no Brasil. A montadora aproveita seus lançamentos para reforçar a campanha a uma sociedade inclusiva e sustentável, com investimentos em tecnologia híbrida, para trazer mais mobilidade aos centros urbanos. A marca japonesa apresenta o “Concept-i”, protótipo de veículo equipado com inteligência artificial. Mostra, ainda, novidades no automobilismo com o “Yaris X Way” que estará no Brasil a partir de 2019 e a pick-up “Hilux GR”, que será o primeiro modelo disponível da GAZOO Racing no País, uma edição limitada a 420 unidades, que vem com um diferencial no conjunto de suspensão, garantindo mais esportividade. A Toyota dividiu seu stand por temas, a fim de facilitar a movimentação dos visitantes: Futuro da Mobilidade, Tecnologia Híbrida, GAZOO Racing e Mais Toyota.

Mercedes-Benz. Há 133 anos no mercado, uma das marcas premium do setor automotivo, apresentou novidades com ares futuristas, que prometem atrair e fidelizar clientes de todas as idades e nacionalidades. O conjunto de automóveis de alta performance e avançada tecnologia marca um momento de definição dos rumos e conceitos da empresa. Esses novos rumos são baseados no conceito CASE, que significa Conectado, Autônomo, Serviços & Compartilhamento e Eletrificação.

Entre os lançamentos está o “Concept EQ”, que antecipa a nova geração de veículos 100% elétricos. O seu design combina elegância com tecnologia elétrica inteligente, proporcionando dizeres únicos e exclusivos. Na linha de SUV, destaque para o “Mercedes-AMG GLC 63 4MATIC+”. Com frente marcante e linhas suaves, o modelo possui um abrangente conjunto de equipamentos de segurança e tração, proporcionando uma condução confortável em diferentes terrenos. O “Mercedes-AMG ONE” coloca os motores das pistas da Fórmula 1 nas ruas das cidades. O modelo é impulsionado por uma unidade inteligente composta por um motor V6 turbo, capaz de atingir 11.000 rpm e 4 motores elétricos que giram a até 50.000 rpm.

As outras novidades são: o novo “Mercedes Classe A”, o “Mercedes-AMG G 63 Edition 1″, o” Smart EQ Forfour”, o “Mercedes-AMG E 53 4MATIC+”, o  “Mercedes-AMG C 63 S”, e o “Mercedes-AMG GLC 63 4MATIC+”, que combinam conforto, estilo e tecnologia, trazendo o futuro para o agora.

Honda. A montadora japonesa possui um amplo portfólio no Brasil e, para a trigésima edição do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, aposta em experiências imersivas em seus modelos. Focada em segurança, qualidade e tecnologia, a Honda apresenta a expansão da mobilidade urbana. Para isso, expõe modelos como o “HRV modelo 2019”, que está mais completo e tecnológico, além de ser uma referência entre os SUVs. Outro destaque é o “HRV Touring”, que tem motor 1.5 turbo e proporciona mais sofisticação, segurança e conforto. Sucesso global, o novo automóvel de luxo “Accord” é o modelo top de linha da marca que traz todo o refinamento da empresa com seu câmbio de 10 marchas.

Um dos maiores destaques dos modelos da marca é a tecnologia Honda Sensing, um pacote que proporciona uma condição ao veículo com frenagem automática. O sistema identifica a saída da pista e evita possíveis acidentes usando uma inteligência de velocidade programada automaticamente.

Nissan. Ao completando 18 anos de Brasil, a Nissan comemora o sucesso de vendas no País. Este ano a marca registrou um aumento de 30% em comercialização, muito por conta do Nissan Kicks. A empresa pretende seguir evoluindo, com o objetivo de surpreender, cada vez mais, os exigentes consumidores, com foco na mobilidade.

O automóvel “Nissan Leaf” chegou à sua nova versão ainda mais conectado, com maior autonomia, potência e desempenho. O modelo foi totalmente reinventado, a fim de oferecer mais dinamismo, além de incorporar tecnologias avançadas. O “Nissan LEAF” é o ícone da Nissan Intelligent Mobility, visão da marca que busca transformar a maneira na qual os veículos são conduzidos, impulsionados e integrados à sociedade, para atingir um futuro com zero emissão e zero acidente.

Renault. A Renault abre a venda de seu modelo elétrico mais comercializado na Europa ao consumidor brasileiro, o “Renault Zoe”, até então vendido somente a empresas envolvidas em projetos de mobilidade zero emissão. O carro, 100% elétrico, é uma novidade que atinge até 300 km de autonomia e chega ao mercado brasileiro com preço fixado em R$ 149.000,00. O modelo está disponível para testes no evento e pode ser comprado imediatamente.

Mais uma novidade da Renault está presente no Salão do Automóvel, o “Symbioz”, que é a visão de 2030 da marca. O destaque está no seu novo design e no conceito de mobilidade do futuro, pois a Renault desenvolve seus veículos sempre pensando no ecossistema do mundo.

BMW Group. O BMW Group traz, entre outros modelos, dois carros inéditos para o Brasil que se tornam destaques no Salão do Automóvel de São Paulo deste ano: o “BMW Série 8” e o novo “X5”.

A série de alto luxo da montadora está representada pela “Série 8 Coupé” que será lançada em 2019. O modelo investe em avançados termos de tecnologias de comando e controles, assistência à condução e conectividade. O motor é V8, à gasolina, com 350 cavalos de potência e velocidade máxima de 250 km/h.

A linha “X5” chegou repaginada, com as mais recentes tecnologias, com motor de 400 cavalos de potência, quadriturbo, movido a diesel e velocidade de 250 km/h. O conjunto motriz agrega, ainda, câmbio automático esportivo Steptronic, de 8 marchas, e tração integral inteligente xDrive. Isso tudo agregado ao design robusto do BMW Group.

Porsche. A fabricante alemã apresenta dois grandes lançamentos durante o Salão do Automóvel deste ano, quais sejam:. o novo “Macan” e o superesportivo “911 GT3 RS”, além de outros modelos da marca como o Novo “Cayenne Turbo”, o “718 Boxster GTS”, o “911 Carerra T”, entre outros. Com mais de 350.000 unidades vendidas em todo o mundo desde o seu lançamento, em 2014, o “Macan” chega ao Brasil com adaptações no design e maior conectividade. Ele inaugura um visual ainda mais esportivo e moderno, com detalhes que se alinham ao Porsche 911.

O “911 GT3 RS” chega ao Brasil para desempenhar o papel de ser um dos carros mais rápidos que a Porsche produziu em todos os tempos. Voltado à performance, o modelo possui teto de magnésio e componentes aerodinâmicos específicos que reforçam a tecnologia de competição incorporada a um carro esportivo homologado para uso urbano. Todos os modelos podem ser encomendados em um dos nove Porsche Centers distribuídos pelo Brasil. Em breve, contarão com mais UM, em Belo Horizonte (MG), e durante o SALÃO, no stand da marca.

Hyundai. A marca Hyundai trouxe como novidade as novas tecnologias na mobilidade com automóveis sustentáveis e classificados como verdes, que tem desempenho híbrido (usa combustível e eletricidade). O “Ioniq” é uma delas. Tem três opções: elétrica, híbrida e híbrida plug-in, com faróis em LED, desenvolvido para uma mobilidade limpa e com conexão inteligente.

Outra novidade é o novo HB20 Motorsport, inspirado nos carros de corrida grid, com motor 1.6, câmbio manual, suspensões dianteiras e traseiras, rodas com 15” de diâmetro. A Hyundai apresenta, também, os novos modelos: “Vision Grand Turismo N2025”, “Creta”, “Santa Fé”, “Azera” e “Elantra”.

Cinco marcas e New Mobility, são as atrações desta quarta-feira:  Suzuki, Subaru, Chery, Mitsubishi e Lexus apresentam suas novidades à imprensa especializada no SALÃO do Automóvel de São Paulo. Além disso, a coletiva da ANFAVEA e a apresentação do “New Mobility”, espaço único e completo que, alinhado ao momento do setor automotivo, debate o futuro da mobilidade.

SERVIÇO

Evento: Salão Internacional do Automóvel de São Paulo

Data: 08 a 18 de novembro de 2018

Horário: das 13.00 horas às 22,00 horas (das 11,00 horas às 19,00 horas (último domingo, dia 18/11/2018)

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

Endereço: Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Vila Água Funda

Informações e ingressos: http://www.salaodoautomovel.com.br/

O novo “BMW Série 8” Conversível

5 05Etc/GMT+3 novembro 05Etc/GMT+3 2018 por fernandosiqueira

A família de alto luxo BMW Série 8 recebe o segundo integrante: o novo BMW Série 8 Conversível, esportivo de quatro lugares que combina precisão dinâmica, rodagem silenciosa e uma suntuosa experiência de condução ao ar livre

 

bmw-8-series-convertible-spy-photo

A família de alto luxo BMW Série 8 recebe o segundo integrante: o novo BMW Série 8 Conversível, esportivo de quatro lugares que combina precisão dinâmica, rodagem silenciosa e uma suntuosa experiência de condução ao ar livre.

 Por fora, o modelo é esculpido por uma interpretação singular da nova linguagem visual da BMW, com linhas fluídas e elegantes, teto baixo e silhueta esticada.

 Desenvolvido ao lado do BMW Série 8 Coupé, BMW M8 e BMW M8 GTE, o modelo apresenta baixo centro de gravidade, distribuição de peso uniforme e uma construção leve que usa alumínio, magnésio e plástico reforçado com fibra de carbono (CFRP) em sua composição, resultando em uma carroceria rígida e aerodinamicamente otimizada.

 O modelo será apresentado globalmente em duas versões. A primeira delas é o BMW M850i xDrive conversível, com propulsor V8 e 530 cavalos de potência (390 kw). Já a versão BMW 840d xDrive Conversível tem motor seis cilindros diesel e 320 cavalos de potência (235 kw). Ambas são acompanhadas da transmissão esportiva Steptronic de oito velocidades e do sistema de tração integral xDrive.

 Entre os equipamentos, que podem variar de acordo com os diferentes mercados, destaque para os faróis a laser com alcance de 600 metros, sistema de som Surround Bowers & Wilkins Diamond, e uma ampla gama de itens de assistência semiautônoma, como assistente de direção com alertas de risco de colisão, avisos de mudança de faixa, sistema de alerta de pedestre com função “City Breaking”, entre outros.

 O lançamento global do modelo deve ocorrer no mercado europeu em março do próximo ano.

Toyota inicia terceiro turno de produção nas fábricas de Sorocaba e Porto Feliz

por fernandosiqueira

[PRODUÇÃO)] Para funcionar 24 horas por dia, foram criadas 130 vagas na unidade fabril de Porto Feliz e mais 740 na operação de Sorocaba, além de outras 700 na cadeia de fornecedores. Salto na capacidade de produção será de 108.000 para 160.000 unidades, em 2019

 

toyota-top-global-quality

 

A Toyota inicia, nesta segunda-feira, 5 de novembro/2018, turno adicional em suas fábricas de Sorocaba e Porto Feliz, ambas no interior de São Paulo. Divulgada em maio deste ano, a decisão amplia a capacidade de produção de 108.000 unidades para 160.000, anualmente. Com investimento de R$ 600.000.000,00, 870 postos de trabalho foram criados, nas áreas de produção e manutenção.

O plano de desenvolvimento sustentável da montadora foi o principal fator que motivou a operação por 24 horas ininterruptas nas duas instalações. Com o lançamento do compacto premium Yaris em junho deste ano, a Toyota pretende equilibrar a oferta de produtos aos consumidores brasileiros e latino-americanos. O modelo está posicionado entre o sedã médio Corolla, líder de vendas do segmento, e o Etios, compacto que conquistou seu espaço no mercado brasileiro desde sua introdução em 2012. Em 2018, o Etios foi exportado para a Argentina, Paraguai, Uruguai e Peru, enquanto o Yaris conquistou o mercado argentino.

Com seis anos, a fábrica de Sorocaba é responsável pela produção do Etios e do Yaris. Atualmente, emprega 2.841 funcionários, e reúne atributos das fábricas de automóveis mais modernas da Toyota em todo o mundo. De janeiro a setembro deste ano, foram produzidas 66.647 unidades do Etios nas versões hatchback e sedã, sendo que 28.286 foram exportadas para países da América Latina. O modelo Yaris, também fabricado em Sorocaba, chegou a um total de 22.728 unidades produzidas (entre hatch e sedã), sendo que 2.112 tiveram como destino a Argentina.

A fábrica de Porto Feliz é a primeira da marca a produzir motores em toda a América Latina e Caribe, além de possuir a mais avançada e inovadora tecnologia de processos de produção. Há pouco mais de dois anos, a unidade é responsável pela fabricação dos propulsores flex fuel e a gasolina, Dual VVTi, de 1.3L e 1.5L, que equipam o compacto Etios e o compacto premium, comercializados no Brasil e em diversos países latinos.

Para acessar este press release, bem como todo o material de imprensa da Toyota do Brasil, como fotos e vídeos, visite www.toyotaimprensa.com.br.


A Toyota do Brasil Ltda. conta com quatro unidades produtivas nas cidades paulistas de Indaiatuba, Sorocaba, Porto Feliz e São Bernardo do Campo, cidade que também abriga um Centro de Pesquisa Aplicada e um Centro de Design. A empresa conta ainda com três centros de distribuição de veículos em Guaíba (RS), Vitória (ES) e Suape (PE), um centro de distribuição de peças em Votorantim (SP), um escritório de representação em Brasília (DF), e mais de 7.000 colaboradores. Fundada em 1937, a Toyota Motor Corporation (TMC) é uma das fabricantes de veículos para passageiros e comerciais mais representativas do mundo. Com produção em 28 países e regiões e vendas em mais de 16 0 países, a empresa é detentora das marcas Toyota, Lexus, Daihatsu e Hino. A Toyota possui ações nas Bolsas de Valores de Tóquio, Nagoya, Osaka, Fukuoka e Sapporo (Japão), Nova Iorque (EUA) e Londres (Reino Unido) e emprega atualmente mais de 344.000 colaboradores em todo o mundo. Mais informações podem ser obtidas nos siteshttp://www.toyota-global.com/ e www.toyota.com.br ou www.facebook.com.br/toyotadobrasil