Nissan Kicks chega a São Paulo para encontrar a favorita ao ouro olímpico

23 23Etc/GMT+3 julho 23Etc/GMT+3 2016 por fernandosiqueira

São Paulo vai ferver neste domingo, dia 24 de julho, com a chegada do Nissan Kicks e do comboio do revezamento da Tocha Olímpica. E a Nissan preparou atrações mais do que especiais para a chegada do carro oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 à capital paulista. Carlinhos Brown vai subir no caminhão da Nissan junto com o grupo Patubatê para agitar a passagem da Tocha pelas ruas da capital, até chegar à concessionária Nissan Carrera, na Avenida Brasil, 1506.

Para agitar ainda mais a ação na concessionária, a Nissan convidou para conduzir a tocha uma das favoritas à medalha de ouro na Maratona Aquática nos Jogos Rio 2016: Ana Marcela Cunha, atleta do Time Nissan. Vai ser a última oportunidade de a imprensa entrevistar a atleta antes do início dos Jogos. Ana Marcela cai na água, no Rio de Janeiro, no dia 15 de agosto em busca do lugar mais alto no pódio.

Além de Ana Marcela Cunha e de uma apresentação especial de Carlinhos Brown com o Patubatê, o humorista Marcelo Marrom vai comandar a festa na concessionária Nissan, onde o público também terá a oportunidade de conhecer de perto e tirar fotos com duas atrações do revezamento: a Tocha Olímpica Rio 2016 e o Nissan Kicks, crossover que está fazendo sua estreia mundial exatamente durante o revezamento e chegará às lojas da marca nos próximos meses com toda a qualidade e tecnologia japonesa.

E tem mais. O cantor Daniel, é outra das atrações da Nissan para o dia de revezamento em São Paulo. Ele vai chegar à concessionária acompanhado pela música de Carlinhos Brown. Além deles, a judoca Eleudis Valentim, atleta do Time Nissan, também conduz a tocha em sua cidade natal, no fim da tarde, próximo ao estádio do Pacaembu.

E não acaba por aí. No fim da tarde, os percussionistas do Patubatê descerão do caminhão da Nissan e subirão no palco do City Celebration, montado no Sambódromo do Anhembi. Na apresentação, que será comandada pelo humorista Marcelo Marrom, eles tocarão músicas novamente com instrumentos produzidos com peças do Nissan Kicks. As músicas são inspiradas no Brasil e reforçam a ligação e o comprometimento da Nissan com o país, e trazem arranjos atrevidos, seguindo o conceito que marca o patrocínio da empresa aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016: #QuemSeAtreve.

Na área próxima do palco, a Nissan estará presente com uma área de interação com o público onde também estará exposto em primeira mão do crossover Nissan Kicks. No total, a Nissan está cedendo 40 carros para o comboio do revezamento, que inclui, além do inédito Kicks, modelos consagrados, como a picape média Frontier e os sedãs Sentra e Versa.

Serviço:

Revezamento da Tocha na Concessionária Nissan Carrera

Endereço: Avenida Brasil, nº: 1506 – Jardim América

Horário: 12h

Atrações: Carlinhos Brown, grupo Patubatê, show do humorista Marcelo Marrom, Ana Marcela Cunha, condutora da Tocha Olímpica e atleta do Time Nissan, primeira exibição do Nissan Kicks e oportunidade de fotos com a Tocha Olímpica Rio 2016, o cantor Daniel e a judoca Eleudis Valentim.

MARCOPOLO ENTREGA 23 MICRO-ÔNIBUS SENIOR PARA REAL BRASIL

por fernandosiqueira

A Marcopolo fará a entrega 23 novos micro-ônibus para a Transporte e Turismo Real Brasil Ltda, um dos principais operadores de transporte rodoviário do Rio de Janeiro. Os veículos Senior Turismo serão utilizados em rotas turísticas pelo estado fluminense.

Desenvolvido para proporcionar ao frotista o menor custo operacional e mais fácil manutenção entre os modelos comercializados no mercado nacional, o Marcopolo Senior foi projetado para garantir maior conforto e segurança. Equipado com chassi Mercedes-Benz LO 916, o veículo tem capacidade para transportar 24 passageiros em poltronas do tipo Executiva 910 Soft com cinto retrátil de três pontosl e sistema de ar-condicionado.

O Marcopolo Senior possui câmeras de monitoramento, GPS e sistema audiovisual com rádio, DVD e monitores de telas planas. O modelo foi desenvolvido estruturalmente dentro das Normas Europeias (R66) com anéis estruturais antiesmagamento e conta com porta de acesso pantográfica e vidros colados para aumentar o conforto interno.

Crédito da imagem: Douglas de Souza Melo

Parceria entre Mercedes-Benz e TruckPad aumenta o relacionamento da marca com os caminhoneiros de todo o País

por fernandosiqueira

Conectividade, uso crescente da internet das coisas, comunicação online. A Mercedes-Benz do Brasil utiliza, cada vez mais, as potencialidades das ferramentas virtuais para ampliar o relacionamento com diversos públicos. Esse é o ponto de partida da parceria que a Empresa acaba de estabelecer com o TruckPad, inovador aplicativo para smartphones que liga diretamente o caminhoneiro à carga disponível para entrega ou retirada. Dessa forma, eles economizam tempo, aumentando a sua rentabilidade operacional.

“Por meio dessa parceria, teremos acesso a um expressivo universo de caminhoneiros, aprofundando o nosso conhecimento de seu perfil e hábitos, o que nos permite falar diretamente com eles, entender suas demandas e sempre oferecer novas soluções”, diz Ari de Carvalho, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Isso amplia os canais de comunicação que já oferecemos aos motoristas, como Facebook, Instagram, Blog do Caminhão, Clube Gigantes Mercedes-Benz, Twitter, canal de vídeos no Youtube e os chats de nossa Central de Relacionamento com o Cliente”.

De acordo com o executivo, o ponto de partida da parceria com o TruckPad é o relacionamento mais intenso com os caminhoneiros. “Porém, podemos ir além, aproveitando o contato online com os motoristas para divulgar produtos, serviços, eventos e outras iniciativas que tragam benefícios e vantagens para o seu dia a dia de trabalho e o seu caminhão”, afirma Ari.

A presença da Mercedes-Benz nessa parceria é mais uma iniciativa que reforça o compromisso da Empresa em ouvir o que as estradas têm a dizer, a fim de gerar soluções para cada demanda dos clientes e do mercado. Nesse sentido, por meio do TruckPad, será possível realizar pesquisas rápidas, a qualquer hora, que sirvam de referência para avaliações e o aprimoramento de produtos e serviços.

Na avaliação do diretor, a longa experiência e o vasto conhecimento da Mercedes-Benz no relacionamento com os caminhoneiros agrega valor ao TruckPad. “Ao unir nossas forças, podemos crescer muito e oferecer mais serviços aos usuários desse dinâmico aplicativo, tanto os motoristas, quanto as empresas transportadoras e os demais parceiros”, ressalta Ari.

Mercedes-Benz do Brasil segue tendência mundial de conectividade

A parceria da Mercedes-Benz do Brasil com o TruckPad segue a tendência mundial da Daimler de uso crescente da conectividade em caminhões e, consequentemente, para a otimização do transporte e do trânsito. O uso da internet, da telefonia móvel e da conexão por WiFi já é realidade, por exemplo, na interligação de três caminhões de condução autônoma Future Truck com Highway Pilot Connect, como foi demonstrado na Alemanha em março deste ano. Também o uso da telemática pelo FleetBoard, o exclusivo sistema de gestão de frota e rastreamento da Daimler já consagrado no Brasil, reforça essa tendência e coloca a Empresa na liderança da aplicação de avançadas tecnologias de comunicação e informática.

O FleetBoard está disponível para os caminhões Mercedes-Benz no Brasil, que também dispõem de computador de bordo e outros recursos de avançada tecnologia a serviço do transporte e do motorista, que ganham excelente desempenho, reduzido consumo e menor custo operacional, com muito mais segurança e conforto na estrada.

“Ou seja, também no que se refere à conectividade e ao uso crescente da internet das coisas no segmento de transportes, queremos estar ao lado dos caminhoneiros. Temos experiência e conhecimento para isso, já nos dias de hoje e também para o futuro”, destaca Ari. “Essa parceria com o TruckPad reforça esse diferencial da marca e oficializa essa união no Dia do Motorista, que ocorre em 25 de julho. Essa parceria nos traz muita satisfação, orgulho e prazer”.

Sobre o TruckPad

A criação e o lançamento da plataforma TruckPad foram liderados pelo economista Carlos Mira, ex-sócio e presidente executivo de uma das principais empresas de transporte rodoviário de cargas do Brasil. Ex-presidente da ASLOG (Associação Brasileira de Logística), Mira é o atual vice-presidente da ABTC (Associação Brasileira do Transporte de Cargas) e autor do livro Logística, o Último Rincão do Marketing.

O TruckPad baseia-se num conceito básico fundamental: as empresas de transporte oferecem os fretes e os caminhoneiros recebem as ofertas por meio do aplicativo em seus smartphones. Para tanto, basta apenas que eles façam seus cadastros no aplicativo, o que os habilita a ofertar e a realizar a operação de transporte. Com isso, o caminhoneiro não precisa ficar se deslocando em busca de carga. Permanece em sua base e só sai quando o frete estiver acertado, economizando, portanto, tempo e combustível, aumentando assim a sua rentabilidade operacional.

Segundo os gestores do TruckPad, os caminhoneiros faturam até 50% a mais com a utilização do aplicativo. Sem o uso da ferramenta, eles rodam, em média, 15 dias por mês com o caminhão vazio à procura de carga. Com o TruckPad, esse período cai para 2 a 3 dias.

Atualmente, o TruckPad tem cadastrados mais de 230.000 caminhoneiros e cerca de 8.000 empresas transportadoras. Até junho deste ano, foram registrados mais de 400.000 downloads do aplicativo.

O desafio transversal da mobilidade urbana. Por Ruy Martins Altenfelder Silva

por fernandosiqueira

Dezenas de sistemas de BRTs, VLTs e monotrilhos, concebidos não apenas para servir à população das grandes cidades durante os dois eventos, mas, idealmente, para ficar como legado de desenvolvimento no País, ainda não saíram do papel. Dois anos após a Copa. A um mês dos Jogos Olímpicos.

Trazendo dados da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) e do Governo Federal, a reportagem atribui tal atraso a motivos pontuais, como falta de dinheiro ou erros de projeto e de planejamento que emperram a liberação de recursos, demandam novos orçamentos ou até inviabilizam obras por completo. Sem discordar de tais avaliações, creio haver um obstáculo sistêmico mais desafiador no caminho da verdadeira mobilidade urbana no Brasil. Porque, enquanto a questão for tratada isoladamente, dissociada de políticas de planejamento urbano, habitação, educação, saúde e desenvolvimento econômico, temo que a maioria dos projetos concebidos para resolvê-la esteja fadada ao fracasso.

Introduzido com impacto na pauta nacional a partir das grandes manifestações de 2013, o tema da mobilidade urbana, até então praticamente restrito a círculos especializados, mostra-se cada vez mais um desafio transversal para nossos gestores públicos. Dificilmente uma solução isolada – como a redução de tarifas ou o investimento neste ou naquele modelo de transporte – resolverá um problema, por natureza, multifacetado.

Essencialmente urbano – 85% da população brasileira reside em centros urbanos, sendo que 45% concentram-se em regiões metropolitanas –, o Brasil vive as consequências de uma explosão demográfica mal administrada. O crescimento desordenado das cidades empurrou moradias para locais distantes dos núcleos de trabalho e de outros serviços urbanos, o que, aliado à deterioração da qualidade do transporte público, conduziu a um país com franca preferência pelo transporte individual. Mais da metade da população (54%) tem algum veículo motorizado em casa (carro ou moto), de acordo com a mais recente Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD 2012), sendo 42,4% só de carros. Preferência que, inclusive, encontra respaldo em políticas recentes de incentivos fiscais à indústria automobilística e de facilidade de financiamento para compra automóveis.

As consequências dessa escolha são mais do que conhecidas: congestionamentos, poluição ambiental e sonora, perda de tempo, de produtividade e de qualidade de vida (para quem perde horas no trânsito, não sobra muito tempo para o lazer, atividades esportivas e culturais, oportunidades de educação, etc.). Isso sem falar nos acidentes e mortes no trânsito e nos múltiplos malefícios à saúde (doenças cardiorrespiratórias, stress, obesidade, etc.).

Enfrentar tais desafios exige, necessariamente, soluções de infraestrutura e sistemas de transporte coletivo mais econômicos, eficientes e integrados. Não à toa, a área da Infraestrutura de Transportes é um dos temas contemplados, neste ano, pelo tradicional Prêmio Fundação Bunge, um dos mais prestigiosos estímulos à produção científica nacional.

Mas essa é apenas parte do problema. Se mobilidade urbana significa não apenas como as pessoas se locomovem, mas também por onde, em que circunstâncias e com quais objetivos, cabe repensar a própria ocupação de nossas cidades. Para citar estudo recente do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada, “Desafios da Mobilidade Urbana” (Ipea, 2016): “O desafio é estabelecer políticas de aproximação da população mais pobre às áreas de maior dinamismo econômico-social, ou no sentido inverso, promover maior desenvolvimento às áreas mais carentes dos aglomerados urbanos”.

Por outro lado, seja diminuindo o tempo e melhorando as condições de deslocamento (casa-trabalho, casa-equipamentos urbanos), seja encurtando distâncias através de reordenamento territorial, o estímulo a que a população utilize mais os transportes coletivos, se desloque mais a pé ou de bicicleta exige ainda outras garantias, nem todas diretamente ligadas à mobilidade, como segurança e policiamento adequados, por exemplo. Quando até mesmo o envelhecimento da população influencia na questão da mobilidade – afinal, mais idosos significam menos passageiros pagantes, que são quem basicamente custeiam o transporte coletivo no Brasil –, torna-se inegável que a tarefa que temos diante das mãos só poderá ser cumprida com um entendimento mais abrangente e integral do problema.

 

Jaguar e Land Rover se destacam em seus segmentos nas vendas do 1º- semestre

por fernandosiqueira

Imagem inline 2

A Jaguar Land Rover, montadora britânica que recentemente inaugurou fábrica no Brasil, comemora bons resultados para as suas duas marcas nos primeiros seis meses do ano.

A Jaguar registrou amplo crescimento em vendas no primeiro semestre frente ao mesmo período do ano passado. Ao todo, 333 veículos da marca foram emplacados no Brasil entre janeiro e junho, o que representa um aumento de  73,5%, mesmo o mercado de veículos “premium” no Brasil tendo registrado queda de 22,3%.

Por sua vez, a Land Rover se destaca na liderança do mercado de SUVs Premium em todo o período. Nesse segmento, um a cada três veículos vendidos pertence à marca reconhecida por sua tecnologia todo terreno. A Land Rover tem dois de seus utilitários esportivos “premium” entre os cinco mais vendidos no semestre.

Apresentado no ano passado ao cliente brasileiro, o Land Rover Discovery Sport é o modelo mais vendido do segmento, com 1.830 unidades emplacadas no período. O veículo também é o segundo automóvel “premium” mais vendido do Brasil entre todas as categorias. Produzido em Itatiaia, o Range Rover Evoque figura como o quinto mais vendido entre os SUVs “premium” neste primeiro semestre, com 1.050 unidades comercializadas.

Do lado da Jaguar, após uma completa mudança em seu modelo de negócios no Brasil realizada em 2012, a marca viu o número de concessionárias crescer de 2 para 35, com presença em todas as regiões do País. Essa reestruturação, aliada ao novo posicionamento da marca com novos produtos, permitiu à Jaguar ver suas vendas aumentar mais de sete vezes entre 2012 (67 unidades) e 2015 (520 unidades emplacadas).

Em pouco mais de três anos, a marca lançou no mercado modelos completamente novos como o superesportivo F-PACE, o sedã compacto XE e o primeiro SUV da sua história, o F-PACE. Ao mesmo tempo, a gama de sedãs existentes, XF e XJ foram completamente renovadas.

Pirelli F1: treinos livres do Grande Prêmio da Hungria 2016

por fernandosiqueira

A chuva que caiu durante a noite fez com que o pneu Cinturato verde intermediário fosse escolhido para o início do primeiro treino livre em Hungaroring. Todos os três compostos P Zero slicks – médio, macio e supermacio – foram utilizados no restante do dia.

A maior diferença para a apertada e sinuosa pista de Hungaroring em relação ao ano passado foi a superfície recapeada. Mais lisa, ela estava bastante escorregadia, principalmente pela umidade na parte da manhã. Mas, como era esperado, se provou mais rápida do que o asfalto anterior.

Como resultado, a pole position de 2015 foi superada no primeiro treino livre. Nico Rosberg, da Mercedes, foi o mais rápido do dia, com o tempo de 1min20s435. No total, a diferença do composto mais duro para esta etapa (o médio) para o mais macio (supermacio) foi pouco acima de dois segundos, embora com o pneu médio usado hoje seja difícil fazer uma análise precisa.

A diferença entre o macio e o supermacio – os dois pneus mais utilizados no treino livre – é na região de 1.3 segundo: um fato que é absolutamente crucial para formular a melhor estratégia de corrida, junto com o efeito de degradação dos pneus.

Paul Hembery, diretor de motorsport da Pirelli: “As equipes puderam fazer tudo que necessitavam hoje, durante as duas sessões de treinos livres, particularmente importantes por causa da nova superfície da pista. Como esperado, estava “verde” e escorregadia para começar – prejudicada ainda pela chuva na noite anterior. Porém, observamos uma evolução considerável nos tempos de voltas relacionados ao que tivemos em 2015. A pole position do ano passado já foi superada no primeiro treino livre. Com o classificatório sendo, tradicionalmente, tão crucial para o resultado da corrida, o trabalho no ajuste dos carros e a análise da evolução dos pneus serão aprimorados ainda mais neste sábado.”

Treino Livre 1     Treino Livre 2    
1.Hamilton  1m21s347 Supermacio novo 1.Rosberg  1m20s435 Supermacio novo
2.Rosberg  1m21s584 Supermacio novo 2.Ricciardo  1m21s030 Supermacio novo
3.Vettel  1m22s991 Supermacio novo 3.Vettel  1m21s348 Supermacio novo

Treino Livre 1 – Melhor tempo por composto

Médio Leclerc 1m31s318
Macio Rosberg 1m22s801
Supermacio Hamilton 1m21s347

Treino Livre 2 – Melhor tempo por composto

Macio Hamilton 1m21s960
Supermacio Rosberg 1m20s435

Stints mais longos do dia por composto

Intermediário  Nasr 6 voltas
Médio  Leclerc 6 voltas
Macio  Raikkonen 31 voltas
Supermacio Vettel 22 voltas

Estatísticas de hoje dos pneus:

Médio Macio Supermacio Intermediário
kms percorridos * 26 3232 1974 179
Jogos de pneus usados ** 1 52 34 22
Maior número de voltas ** 6 31 22 6

* Quantidade de quilômetros percorridos, por todos os pilotos nos treinos livres 1 e 2.
** Por composto, somados todos os pilotos.

Pressão mínima prescrita dos pneus: 19 psi (eixo dianteiro) e 18 psi (eixo traseiro).

Fato da Pirelli do dia: Embora Hungaroring seja visto como um circuito moderno, está, na verdade, celebrando a 31ª edição da prova neste ano. É, também, um dos poucos circuitos que se manteve presente de maneira ininterrupta no calendário da Fórmula 1, desde a sua inauguração.

Avistado no paddock: O Renault 90 CV. Não estava exatamente no paddock, mas a Renault trouxe o primeiro carro a vencer um grande prêmio, que foi o Renault 90 CV que conquistou a vitória na França, em Le Mans, em 1906, pilotado pelo húngaro Ferenc Szisz (o piloto de testes principal da Renault). Sua média horária foi de 101 km/h, apenas cerca de 70 km/h aquém do que os pilotos mais rápidos conseguem hoje em Hungaroring.

Ducati anuncia pré-venda dos modelos XDiavel e XDiAVEL “S” através de Road Show

por fernandosiqueira

                                                                                            Ducati X Diavel

A Ducati inicia este mês de julho uma série de road shows pelo Brasil para a apresentação e pré-venda dos aguardados modelos Ducati XDiavel e XDiavel S. No roteiro estão as cidades: Brasilia, Goiânia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, Campinas, Curitiba, Santos, finalizando em São Paulo com a realização de um grande evento.

A primeira cidade a receber o road show será Brasília durante o “Brasilia Capital Moto Week”, que acontece de 22 a 31 de julho. A Ducati participará deste evento com um estande localizado no “C-9” exibindo ao público as novíssimas XDiavel e XDiavel S – “MOTOCICLETA OFICIAL DO BRASÍLIA CAPITAL MOTO WEEK”, além de sua linha completa incluindo a Linha Scrambler. Eleito o maior encontro de motociclistas da América Latina e terceiro maior do mundo, e agora na categoria “Bike Week”, o evento terá dez dias de duração, o dobro da edição anterior.

A décima terceira edição do “Brasilia Capital Moto Week” deverá ocupar uma área de 150 mil metros quadrados no Parque de Exposições da Granja do Torto e a expectativa é receber em torno de 650 mil visitantes. Devem participar cerca de 1500 motoclubles do Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa.

Apresentação exclusiva nas concessionárias Ducati

As concessionárias Ducati, em cada cidade participante do road show farão uma apresentação exclusiva e ativação da pré-venda dos novos modelos XDiavel e XDiavel S. Os eventos acontecerão nas seguintes datas:

  • Brasilia: de 26 a 30 de julho
  • Goiânia: de 03 a 06 de agosto
  • Belo Horizonte: de 03 a 06 de agosto
  • Rio de Janeiro: de 10 a 13/agosto
  • Ribeirão Preto: de 10 a 13/agosto
  • Campinas: de 17 a 20 de agosto
  • Curitiba: de 17 a 20 de agosto
  • Santos: de 24 a 27 de agosto
  • São Paulo: de 24 a 27 de agosto

Nestes dias, clientes VIP, formadores de opinião e jornalistas convidados poderão conhecer de perto as novas motocicletas cruiser da Ducati.

Bônus para os 50 primeiros compradores

Os 50 primeiros clientes que efetivarem a compra da XDiavel ganharão um bônus de R$ 2 mil para aquisição de roupas e acessórios da linha XDiavel nas concessionárias Ducati.

(* válido somente para o modelo XDiavel)

Cliente pode concorrer a R$ 200,00 e R$ 9.000,00 para abastecimento em posto Shell

21 21Etc/GMT+3 julho 21Etc/GMT+3 2016 por fernandosiqueira

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, apresenta três promoções exclusivas para os consumidores de todo o País. As ações recompensam mais de quatro mil e quinhentos motoristas com prêmios, com término previsto para o dia 02 de outubro.

Para os clientes dos postos de cidade, a “Promoção Tanque Cheio Toda Hora” concede aos consumidores a possibilidade de concorrer a  prêmios de R$ 200,00. Para participar, é muito simples: basta adquirir R$ 50,00 em produtos da família Shell V-Power (Shell V-Power Nitro+, Shell V-Power Racing ou Shell V-Power Etanol), fazer o cadastro no site da promoção (www.shell.com.br/tanquecheio) e enviar uma foto do cupom fiscal pela plataforma. De uma forma simples e rápida o consumidor descobre na hora se foi contemplado.

Para os postos de rodovia, os consumidores que abastecerem R$ 500,00 em produtos Shell Diesel S-500, Shell Evolux S-10, Shell Evolux Arla 32 e/ou Shell Rimula também estão aptos a concorrer ao valor de R$ 200,00 na “Promoção Diesel Toda Hora”. Nesta modalidade, é necessário que o motorista tenha um cadastro no aplicativo ou site do Clube Irmão Caminhoneiro (www.clubeirmao.com.br) para enviar a foto de seu cupom fiscal pela ferramenta.

Durante o período, os lubrificantes da marca Shell também premiarão os consumidores. A ação “Tanque Cheio o Ano Todo” sorteará treze ganhadores que comprarem no mínimo três litros de óleo lubrificante da família Shell (Helix Ultra, HX8 ou HX7) para ganhar R$ 9.000,00 e garantir um ano de para abastecimento nos Postos Shellabastecimento nos Postos Shell. Para participar, também é necessário fazer o cadastro no site da promoção (www.shell.com.br/tanquecheio) e enviar a foto do cupom fiscal.

JOGOS DE PNEUS SELECIONADOS POR PILOTO PARA O GP DA ALEMANHA

por fernandosiqueira

Milão, 19 de julho de 2016 – A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) informou à Pirelli as escolhas de pneus de cada time para o Grande Prêmio da Alemanha, que será realizado em Hockenheim, entre os dias 29 e 31 de julho.