VIDA ÚTIL DO ÓLEO DO MOTOR. Por Paulo Costa

21 21Etc/GMT+3 dezembro 21Etc/GMT+3 2016 por fernandosiqueira

Como Trocar o Óleo do Motor do Carro, e Qual Óleo Usar

A utilização do veículo em trânsito urbano e rodoviário tem ligação direta com a vida útil do óleo do motor. Os manuais dos veículos falam em uso severo e citam alguns pontos como; estradas empoeiradas, puxar reboque/trailer, “anda e para” do trânsito, entre outros, como pré-requisitos para a redução da quilometragem limite da troca do óleo lubrificante.
 
Baseado em perguntas frequentes que clientes e amigos me fazem ao longo de anos, fiz esse artigo usando uma linguagem simples e sem entrar em maiores detalhes técnicos, com objetivo de auxiliar você a ter uma melhor compreensão do assunto…

Para um motor, a condição ideal de funcionamento é quando ele está em sua faixa ideal de temperatura (em média 100°C). Nessa condição o atrito diminui, pois suas folgas estão dentro do ideal, facilitando a lubrificação, assim como o óleo lubrificante estará em seu ponto ótimo de operação.

A quantidade de combustível injetada também estará com a sua dosagem ideal (uma vez que em temperaturas mais baixas, existe a necessidade de uma maior quantidade de combustível), diminuindo a contaminação do lubrificante pela combustão devido ao efeito blow by*.

O motor de seu carro precisa de alguns cuidados básicos para funcionar corretamente e o óleo lubrificante é um item fundamental e que merece total atenção.

Ficar muito tempo sem trocar o óleo lubrificante do carro pode causar vários danos ao motor, visto que este é responsável por lubrificar as peças e fazer com que elas funcionem corretamente.

Muitos motoristas não tem conhecimento sobre este fator, e ultrapassam o tempo ou a quilometragem indicados para o motor do seu carro.

Isso pode causar sérios prejuízos ao proprietário do veículo, desde o surgimento de borra ao travamento do motor.

Temos recebido constantemente várias dúvidas de leitores aqui do blog sobre como trocar o óleo do motor do carro e por isso escrevemos este artigo.

Vamos falar sobre as principais dicas de como trocar o óleo do motor do carro. Permitindo assim uma vida útil mais duradoura das peças e do motor do veículo.

De quanto em quanto tempo o óleo do motor do carro deve ser trocado?

Para garantir a saúdo do motor do seu carro e outros componentes, é preciso seguir rigorosamente algumas regras.

De acordo com Fernando Lima (Supervisor Técnico Centro Oeste Lubrificantes), em entrevista à Auto News TV, responde:

“É definido 5.000 km para óleo lubrificante mineral, ou 10.000 km para óleo sintético.”

Caso o proprietário do veículo não atinja a quilometragem acima descrita em um período de 6 meses, é recomendado que a troca seja realizada juntamente com o filtro de óleo.

Outro ponto importante que o motorista deve tomar muito cuidado é aquela completada de óleo nos postos de combustível.

Fernando afirma ainda que um dos maiores erros que uma boa parte dos motoristas cometem é chegar ao posto de combustível e pedir para completar o óleo lubrificante.

Isso pode acarretar vários danos ao motor, afirma, pois o motorista chega ao posto com o motor do carro quente e, nesse caso, o óleo existente está lubrificando o motor do veículo, consequentemente, o nível do óleo naquele motor estará bem abaixo, por está espalhado por todas as peças.

O correto é verificar o nível do óleo momentos antes de dar a partida no motor do veículo e, caso necessário, a ação de completar deve ser realizada.

Observação importante
O nível do óleo deve ser verificado cuidadosamente, caso ele esteja abaixo do recomendado o correto é procurar um mecânico de confiança para descobrir o que está acontecendo, e não ficar simplesmente completando.

Qual óleo lubrificante utilizar?

Qual óleo lubrificante de usar?

O primeiro cuidado que devemos tomar quando falamos em trocar o óleo é o tipo mais indicado para o motor do seu carro. Já que isso muda de veículo para veículo.

Óleo Mineral Sintético?

Muitos motoristas poderão optar pelo mais caro, simplesmente por se tratar de um óleo lubrificante melhor; porém essa escolha deve ser feita cuidadosamente. Não é porque o lubrificante é o mais caro que é o mais indicado para seu veículo..

Com certeza a resposta mais certeira para esta pergunta está no manual do veículo.

Vejas as recomendações a seguir e escolha o óleo que fará com as peças do motor tenham melhor funcionamento.

Óleo Mineral

Geralmente em veículos com tempo de uso a partir de 3 anos é aconselhável realizar a troca com óleo lubrificante mineral.

Esse tipo de motor já está com as peças um tanto gastas. Um óleo mais grosso seria o mais indicado.

Óleo Sintético

O óleo lubrificante sintético é um óleo fabricado com tecnologia para veículos atuais, veículos novos.

Uma das principais características desse óleo lubrificante é maior limpeza do motor, posto que se trata de um motor novo.

Comparação entre os dois tipos de óleo

Que tipo de óleo devo usar no motor do meu carro

Em comparação aos dois tipos de óleo, o Sintético sem dúvida é o melhor, por proporcionas mais proteção, realiza uma maior limpeza do motor e automaticamente ele pode proporcionar maior vida útil do motor.

Porém em um carro mais antigo talvez o óleo Sintético não seja o mais indicado. De acordo com as condições do motor do veículo o óleo Sintético pode se tornar a pior escola.

Se o motor do veículo é um motor cansado, um motor em uso a vários anos o mais indicado para ele é o óleo lubrificante Mineral. Por se tratar de um motor mais gasto.

Se optar por escolher o óleo Sintético em um motor bastante usado, isso pode causar vazamentos nas juntas, ocasionando baixo nível de óleo lubrificante, o que pode comprometer as peças.

Como escolher por sigla?

Escolhido o tipo de óleo para a trocar, vejamos agora como escolher o óleo mais adequado de acordo a sigla.

A base para essas informações de acordo com cada veículo está no manual (manual da montadora), porém vamos discorrer aqui algumas dicas que poderão ajudá-lo na hora de escolher.

As siglas contidas na embalagem é tomada como referência para identificar o óleo. Mas você sabe o que elas significam?

Veja, abaixo, uma explicação mais detalhada sobre e faça uma escolha com segurança.

Exemplo em um óleo com as siglas SAE 20W-40 API SJ

SAE – Society of Automotive Engineers (Sociedade dos Engenheiros Automotivos).

20 – Refere-se à viscosidade do óleo lubrificante.

W – Refere-se à temperatura no inverso.

40 – Refere-se à viscosidade em alta temperatura.

API – American Petroleum Institute (Instituto Americano de Petróleo)

SJ – Estas siglas indicam a qualidade do óleo. O “S” indica que é o óleo para carro de passeio, e a segunda letra, o “J”, quanto maior for essa letra no alfabeto a qualidade é melhor.

Após se atentar a todos esses detalhes com certeza sua troca de óleo será mais segura e a vida útil do motor será maior.

ATENÇÃO: é recomendado que a cada troca do óleo do motor o filtro de óleo também seja substituído.

 

 

Os comentários estão desativados.