Vendas de automóveis seminovos caem 12,5% no 1º semestre de 2019

10 10Etc/GMT+3 julho 10Etc/GMT+3 2019 por fernandosiqueira

Automóveis com até 3 anos foram os únicos entre os seminovos a ter queda no período.

carros-usados

A COMERCIALIZAÇÃO de veículos seminovos, ou seja aqueles que têm até 3 anos de uso, fechou o 1º semestre deste ano apontando “queda” de 12,5% em relação ao mesmo período de 2018, segundo a FENAUTO, federação dos revendedores de carros seminovos.

O volume total de vendas de veículos seminovos, excluindo motocicletas, se manteve praticamente estável, com leve alta de 0,39%, também na comparação com o ano anterior. Ao todo, a venda de veículos seminovos, tirando o segmento de motos, somou 5,42 milhões de unidades.

Os seminovos foram a única “faixa etária” a apresentar queda na comparação com o primeiro semestre de 2018. O segmento também teve o menor volume de negociações, com 1,20 milhão de vendas nos seis primeiros meses deste ano.

Venda de veículos usados por idade
De janeiro a junho de 2019, em unidades
Fonte: Fenauto

Segundo a Fenauto, os campeões de venda no 1º semestre foram os carros com  4 a 8 anos (“usados jovens”), somando 2,74 milhões de unidades de janeiro a junho, volume 0,6% maior que o de 2018.

O segundo maior montante foi o dos “usados” com 13 anos ou mais (“velhinhos”), com 1,55 milhão de unidades negociadas, 4% a mais.

Em terceiro ficaram os “usados” de 9 a 12 anos (maduros), com 1,34 milhão de unidades negociadas, uma alta de 11,3% nas vendas, a maior entre os usados.

Os comentários estão desativados.