Mercedes-Benz AMG GT R Pro chega ao Brasil por R$ 1.700.000,00

6 06Etc/GMT+3 agosto 06Etc/GMT+3 2019 por fernandosiqueira

Impressionante, todas as quatro unidades destinadas ao Brasil foram vendidas. O modelo, esportivo, vem equipado com motor V8 biturbo de 585 cavalos de potência

 

mercedes-amg_gt_r_pro-2020

Mercedes-Benz AMG GT R PRO, modelo 2020. FOTO: divulgação

A Mercedes tornou público, ontem, dia 05 de agosto de 2019, o desembarque em solo brasileiro do automóvel AMG GT R PRO, que custa R$ 1.700.000,00. O modelo, o mais caro da marca, é uma edição limitada a 750 unidades. Acredite, todas as unidades destinadas ao Brasil foram comercializadas de pronto.

O carro é o que há de mais sofisticado em seu segmento. O mais potente, o que há de melhor em melhorias na suspensão, aerodinâmica e menor peso. Simplesmente monumental!

Seu propulsor é um V8 biturbo de 4 litros de 585 cavalos de potência e 71,4 kgfm da opção GT R, que acelera de 0 a 100 km/hora em 3,6 segundos, e atinge velocidade máxima de 318 km/hora, simplesmente.

Produzido a partir das pistas

Quando o AMG GT R PRO está na pista, é possível acionar o chamado AMG Track Pace. Com esse recurso, 80 dados, como aceleração e velocidade, são monitorados 10 vezes por segundo. A partir daí, o condutor pode saber quando está mais rápido ou mais lento comparando as “voltas” realizadas.

O modelo traz registradas “pistas” como Nurburgring, na Alemanha e Spa, na Bélgica. E ainda é possível incluir outros traçados.

Para o motorista, ainda há diferentes modos de condução: Slippery, Comfort, Sport, Sport Plus, Race e Individual. É possível ajustar a carga das molas, compressão e expansão dos amortecedores mecanicamente, tal qual ocorre com os carros de corrida.

O “pacote”, vindo das pistas, inclui cintos de 4 pontos, gaiola de aço no interior, freios de cerâmica, além de rodas forjadas.
Como podemos depreender, trata-se de uma “obra prima” da indústria automotiva mundial. Um automóvel para pessoas muito especiais, ungidas pelo Senhor!

Os comentários estão desativados.