Seguro DPVAT. No Rio G. do Norte, “1.380” pessoas foram indenizadas por acidente de trânsito

10 10Etc/GMT+3 agosto 10Etc/GMT+3 2019 por fernandosiqueira

[PEDESTRES] Oitenta e duas faleceram, 1.199 acionaram o “seguro” por invalidez permanente e 99 solicitaram reembolso de despesas médicas.

 

29/12/2015 - Credito: Nando Chiappetta/DP - Curiosamente - A travessia dos pedestres na faixa que nao possui semaforo, mas tem o respeito dos motoristas.Neste local em Casa Forte,a preferencia e do pedestre.Mas ainda falta muita educacao para muitos pedestres e motoristas.na foto - faixa de pedestre em Casa Forte em frente a Shopping e Supermercado

Faixa de pedestres. FOTO: divulgação

Diariamente, muitos acidentes de trânsito ocorrem nas cidades do Brasil por falta de atenção de motoristas e, acima de tudo, dos pedestres, que não obedecem às recomendações das autoridades de trânsito quanto as travessias através das “faixas de pedestres”. E nas cidades do Estado do Rio Grande do Norte não é diferente. Mais de 1.300 pessoas foram indenizadas recentemente. Dessas, 82 faleceram, 1.199 acionaram o seguro DPVAT por invalidez permanente e 99 solicitaram reembolso de despesas médicas.

Portanto, nunca é demais olhar para os lados, priorizar o uso da “faixa de pedestre”, não usar fone de ouvido e celular quando estiver transitando pelas ruas. Usar as calçadas, sempre.

De janeiro a junho do ano em curso, 48.866 pedestres foram indenizados no Brasil por terem se envolvido em acidentes de trânsito. Aproximadamente 300 pessoas por dia.

As indenizações podem ser por falecimento (R$ 13.500,00); invalidez permanente, até R$ 13.500,00; reembolso por despesas médicas, R$ 2.700,00. No primeiro semestre deste ano, foram pagas mais de 155.000 indenizações no Brasil. Os acidentes envolvendo “pedestres”          representam 30%.

Os comentários estão desativados.