Tesla é processada por atualização de software que diminuiria a capacidade de bateria

12 12Etc/GMT+3 agosto 12Etc/GMT+3 2019 por fernandosiqueira

 

ELÉTRICOS: proprietário entrou com ação na Califórnia alegando que a TESLA limitou a bateria de carros mais antigos. Montadora afirma que prioridade era oferecer a melhor experiência.

 

tesla-model-S

Carro elétrico TESLA model “S”. FOTO: divulgação

Proprietário de um automóvel elétrico TESLA entrou com uma ação contra aquela montadora, alegando que ela limitou a bateria de veículos mais antigos através de uma atualização de software.

Segundo o cliente, a fabricante teria feito isso para evitar “recall” para consertar baterias com defeitos.

O processo aberto recentemente em um tribunal da Califórnia (Estados Unidos) alega fraude e busca o status de ação coletiva para os potenciais milhares de proprietários do Model “S” (foto acima) e X em todo o mundo, que viram as suas baterias de gerações mais velhas serem subitamente reduzidas para um alcance de, em alguns casos, 64 quilômetros.

Os comentários estão desativados.