Brasil registra queda em número de mortes no trânsito

19 19Etc/GMT+3 setembro 19Etc/GMT+3 2020 por fernandosiqueira

 

De 2015 a 2019, País experimentou uma redução de 7% ao ano nos “óbitos” causados por acidentes de trânsito

 

seguranca-viaria-mortes-no-transito

Segurança no trânsito: diminuem os óbitos. FOTO: divulgação

O Brasil registrou uma queda anual de 7% nas mortes por acidentes de trânsito no período entre 2015 e 2019. Os dados são do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSUS), que mostrou uma redução de 43.000 para 30.000 mortes por ano. Esses são alguns dos dados que serão divulgados durante a “Semana Nacional de Trânsito 2020”, promovida pelo DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito). A mobilização nacional, que teve início no dia 18 e vai até o dia 25 deste mês de setembro, objetiva conscientizar a população sobre a importância de atitudes mais responsáveis que proporcionem um trânsito mais seguro para todos.

A queda do número de mortes no trânsito no Brasil é o reflexo de uma série de ações implementadas pelos Governos Federal, Estaduais e Municipais, como as campanhas educativas, que englobam o Maio Amarelo e a Semana Nacional de Trânsito; a intensificação na fiscalização, como a blitz da Lei Seca; o aprimoramento da segurança dos veículos; e as medidas de engenharia de tráfego, como a modernização das rodovias. Além disso, o Congresso Nacional tem promovido alterações no CTB (Código de Trânsito Brasileiro) visando a educação e o maior rigor na legislação de trânsito. O conjunto desses fatores tem contribuído para a segurança dos pedestres, motociclistas e demais condutores, diminuindo a ocorrência de acidentes e, consequentemente, do número de mortes e lesões no trânsito.

“Registramos uma expressiva redução no número de mortes no trânsito nos últimos anos, mas é inadmissível que 30.000 vidas por ano sejam perdidas em decorrência de acidentes. Nosso objetivo é que esses números diminuam ainda mais. Estamos trabalhado arduamente para promover a educação no trânsito, porque acreditamos que, desta forma, conseguiremos conscientizar a sociedade sobre os riscos e a importância de condutas responsáveis”, afirma Frederico Carneiro, diretor-geral do Denatran.

SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO

A programação do evento contará com informações educativas, webinares com debates sobre a busca de soluções para os problemas de trânsito, além de apresentação dos avanços vindos da transformação digital que ajudam a desburocratizar os serviços e facilitar a vida dos cidadãos.

O tema “Perceba o risco, proteja a vida” foi definido oficialmente pelo CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) e segue as diretrizes do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito. Além disso, o objetivo é destacar a relevância de todos os envolvidos, do pedestre ao motorista, para atitudes mais conscientes e com responsabilidade.
Todo o conteúdo será divulgado nas redes sociais do DENATRAN e pelo canal do Youtube do Ministério da Infraestrutura.

DÉCADA DE AÇÃO PELA SEGURANÇA NO TRÂNSITO

 No dia 11 de maio de 2011 foi criada a Década de Ação pela Segurança no Trânsito (2011-2020) pela ONU (Organização das Nações Unidas). Com base em estudos feitos pela OMS (Organização Mundial de Saúde), em 2009, que estimou: de 1.200.000 mortes por acidente de trânsito em 178 países, a ONU estabeleceu e recomendou aos membros a criação de um plano para estabilizar e reduzir o número de mortes. Com o encerramento da década, o Brasil conseguiu atingir a meta de diminuir os acidentes em 30% em 9 anos, segundo dados do DataSUS, que foram de 43.256 para 30.371 mortes no período.

Os comentários estão desativados.