Liberada a circulação de automóveis autônomos na Alemanha

18 18Etc/GMT+3 fevereiro 18Etc/GMT+3 2021 por fernandosiqueira

 

País espera regularizar a operação de carros autônomos até o próximo ano. A Alemanha é o primeiro País da Europa a autorizar a circulação desse tipo de veículo automotor

 

carro-autônomo

Automóvel autônomo. FOTO: divulgação

A Alemanha, mais uma vez, parte na frente, é o primeiro País da Europa a aprovar uma lei que libera a circulação de carros autônomos. É, sem dúvida, o primeiro passo para viabilizar trânsito de automóveis sem motorista em cidades e rodovias.

O País tinha uma lei que permitia a circulação de automóveis com nível 4 de condução autônoma, com uma condição: que o uso fosse em espaços fechados.

Para tanto, era necessário ter uma licença especial. Ou seja, o veículo precisava ser liberado pelo Departamento de Trânsito.

Alemanha se debruça sobre o futuro

A nova legislação libera o proprietário a “conduzir” seu automóvel em qualquer local daquele País. Para tanto, os veículos devem ter uma série de tecnologias de segurança previstas em lei.

O governo alemão pretende regularizar a operação desses modelos até o próximo ano.

Segundo Andreas Scheuer, Ministro Federal, “a Alemanha será o primeiro País do mundo a trazer veículos autônomos de seus laboratórios de pesquisa para a estrada. Hoje, demos um passo decisivo para chegar mais perto desse objetivo”, declara a autoridade.

Sistema de nível 4

É relevante reiterar, que a regra é para automóveis autônomos de Nível 4. A tecnologia permite que o próprio sistema assuma todas as funções de direção, segundo informações da SAE (Society of Automotive Engineers).

No entanto, o software pode identificar situações com as quais não consegue lidar. Nesse caso, será necessária a intervenção do motorista.

É necessária a presença do motorista

Importante afirmar, que é imprescindível haver uma pessoa habilitada no veículo. Ou seja, que esteja sentada no banco do motorista.

O próximo passo será a introdução de carros dotados de sistema de direção totalmente autônoma.

Segundo a SAE, no “Nível 5” não há motorista. Portanto, esse tipo de automóvel não terá volante nem pedais.

Vantagens para a Tesla e o Grupo Volkswagen

A liberação de carros autônomos é especialmente vantajosa para a Tesla, por exemplo. A empresa norte-americana está construindo uma fábrica nos arredores de Berlim (Alemanha).

O objetivo é deixar o produto com preço competitivo, a fim de encarar as consagradas empresas alemãs. São elas: Audi, BMW, Mercedes-Benz, Porsche e Volkswagen.

Assim, a Tesla ganha mais um motivo para continuar investindo na Alemanha. É preciso ter presente que a nova atualização do sistema de condução semiautônoma Autopilot, da marca, promete atingir o “Nível 5” de autonomia.

Aposta da Tesla

Segundo Elon Musk, bilionário CEO da empresa, essa tecnologia estará disponível até o fim deste ano e permitirá que o motorista seja abolido.

No caso da Volkswagen, os primeiro carros autônomos devem ser lançados entre 2025 e 2030. Para tanto, o grupo investirá mais de R$ 440 bilhões em novas tecnologias.

O Projeto “Artemis”, da Audi, encabeçará o protótipo autônomo. A marca pertence ao Grupo Volkswagen.

Maioria dos automóveis tem nível 2

Ainda assim, poucos países oferecem algum tipo de regulamentação para que veículos automotores circulem sem motorista. Portanto, a maioria deles tem “Nível 2” de automação. Ou seja, pode acelerar, frear e permanecer dentro das faixas de rolamento sozinho.

Alemanha libera o sistema de manutenção de faixa

Do mesmo modo, em algumas rodovias alemãs há o chamado ALKS. Ou seja, o sistema de manutenção de faixa automatizado, que permite, em locais de congestionamento, que o carro possa circular de forma autônoma, na mesma faixa de rolamento, a até 60 km/h.

 

 

Os comentários estão desativados.