jornal_do_commercio

Circulou nesta sexta-feira (29/04) a última edição do “Jornal do Commercio”, do Rio de Janeiro, que teve a primeira edição publicada em 1º de outubro de 1827. A empresa – que fazia parte do grupo Diários Associados – também encerram as atividades na edição on-line.

Na capa da edição de hoje (29), o jornal ressalta que é o veículo de comunicação há mais tempo em circulação ininterrupta no país. “Nesses quase dois séculos foi testemunho de todos os episódios que marcaram a história”, diz o comunicado aos leitores.

O auge do jornal se deu na década de 90, quando contava com 90 profissionais. Em entrevista ao jornal O Globo, o presidente do “Jornal do Commercio”, Mauricio Dinepi, o primeiro revés para o jornal – especializado em economia – foi a transferência da negociação de ações da Bolsa do Rio para São Paulo no início dos anos 2000. O segundo golpe na receita ocorreu com o fim da obrigação de publicar balanços financeiros em jornais.

Paralelamente a isso, Dinepi ressalta a redução nos anúncios e a força maior da internet. “Até 2011, o jornal tinha boa receita, mas, infelizmente, não tivemos estrutura para aguentar sucessivas perdas. O nome e a tradição do jornal não foram suficientes”, disse Dinepi na entrevista ao Globo.

ONLINE

Jornal do Commer

Dinepi explicou que a empresa não tem condição de arcar com o investimento. “O jornal impresso é mais caro, o papel é muito custoso, mas para continuar com o site também é preciso ter anunciantes porque exige atualização constante — explica”.

PRESENÇA DIGITAL

Fazendo um breve pesquisa na presença digital do Jornal do Commercio é fácil entender a crise da empresa no atual momento digital da comunicação.

SITE – Última atualização de 28 de abril. Não parece ter recebido atualização no layout nos últimos anos. Dados da Alexa (que mede acessos de sites no mundo) mostram que o endereço http://www.jornaldocommercio.com.br/ ocupava a 32.053ª posição entre os mais acessados do País. Isso demonstra uma quantidade de acessos inexpressivos. Só para se ter ideia, o site da Tribuna do Norte ocupa a 1.397ª colocação no ranking de todos os site do Brasil.

REDES SOCIAIS

– Twitter está sem atualização desde 11 de junho de 2013 e tem apenas 547 seguidores.

– Facebook – Com apenas 2.973, a página do jornal no Facebook só postava a capa da edição impressa.

HISTÓRIA

Fundado pelo francês Pierre Plancher em 1º de outubro de 1827, o Jornal do Commercio foi comprado pelo Grupo Diários Associados, de Assis Chateaubriand, em 1959. A publicação é a mais antiga do Rio e a segunda mais antiga do Brasil, depois do Diário de Pernambuco.

FOCO

O Jornal do Commercio surgiu com foco na economia, com base nas publicações Preços Correntes, Notícias Marítimas e Movimento de Importação e Exportação, editadas por Plancher desde sua chegada ao Rio. Várias personalidades colaboraram para o jornal ao longo de quase 200 anos, entre elas, Dom Pedro II, Rui Barbosa, José Veríssimo, Visconde de Taunay, Alcindo Guanabara, Barão do Rio Branco e Félix Pacheco.

O jornal teve papel importante no movimento que culminou com a abdicação de D. Pedro I ao trono. Seu filho e sucessor, D. Pedro II escrevia sob pseudônimo.

:'(