image

O CEO e cofundador do WhatsApp, Jan Koum, criticou o bloqueio do aplicativo de mensagens no Brasil nesta segunda-feira, 02/05.

Em seu perfil oficial no Facebook, o executivo destacou que “milhões de brasileiros inocentes” foram punidos por um tribunal local que quer informações “que já dissemos repetidamente que não temos”.

Koum ainda destacou as medidas da empresa para proteger o conteúdo dos usuários, como a criptografia de ponta a ponta e o fato do WhatsApp não manter as mensagens dos usuários em seus servidores.

Por fim, ele destaca que a companhia do Facebook está trabalhando para trazer o WhatsApp de volta à ativa o mais rápido possível no Brasil e lembra que nunca vão comprometer a segurança dos seus usuários pelo mundo.

Confira abaixo o comunicado de Koum:

“Mais uma vez milhões de brasileiros inocentes estão sendo punidos porque um tribunal quer que o WhatsApp entregue informações que já disse repetidamente que não temos. Não apenas criptografamos as mensagens de ponta a ponta no WhatsApp para manter as informações das pessoas seguras, também não mantemos o seu histórico de conversas nos nossos servidores. Quando você envia uma mensagem com criptografia de ponta a ponta, ninguém pode lê-la – nem mesmo a gente. Enquanto estamos trabalhando para trazer o WhatsApp de volta o mais rápido possível, não temos nenhuma intenção de comprometer a segurança dos mais de 1 bilhão de usuários que temos no mundo.”

Pressão

Já a conta oficial do WhatsApp escolheu o caminho da pressão, divulgando uma petição online que pede o desbloqueio do serviço: “Estamos trabalhando para ter o WhatsApp funcionando novamente no Brasil o mais rápido possível. Enquanto isso, peça ao Congresso que proteja o seu direito de comunicar-se livremente.”
O documento tem a chancela do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS Rio), que promoverá uma reunião da Frente Parlamentar pela Internet Livre no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, às 18h de quarta-feira, 4, para cobrar pessoalmente uma posição dos deputados. Até o início da manhã desta terça-feira (3), mais de 11 mil pessoas assinaram a petição, que tenta alcançar pelo menos 15 mil apoiadores.

image

 

Saiba Mais

WhatsApp será bloqueado no Brasil a partir das 14h desta segunda (2)

Veja alternativas que você pode usar enquanto o WhatsApp está bloqueado

Para Anatel, bloqueio do WhatsApp é desproporcional e pune usuários

WhatsApp diz que está desapontado com bloqueio de serviço no Brasil

Comentários do Site

  1. Cristiane kruger
    Responder

    Esse juiz era para bloquear as contas bancarias de dilmar da um jeitos nos ladroes nesse q se diz de menor q pode mata rouba e ele nao faz nada ai veim tira meu zap zap que minhas clientes marcan unhas pelo zap zap marca depilaçao clareamento unha de porcelana bora seu juiz libera logo que tenho q fazer minhas unhas tenho agua luz escola de menino a fera pra pagar o senhor nao vai paga p mim nao va se ocupar e bloquear dilma vai

Deixe um comentário