Uma jovem de 19 anos transmitiu o próprio suicídio através do aplicativo Periscope, em Paris, e as autoridades francesas abriram uma investigação sobre o caso. De acordo com informações do The New York Times, a mulher, que não teve nome identificado, falou sobre sua angústia e saúde mental durante a transmissão ao vivo antes de pular na frente de um trem.

periscopeO vídeo foi transmitido na terça-feira, às 16h30 do horário de Paris. Vídeos da transmissão começaram a aparecer no YouTube e mostram a jovem falando calmamente em um lugar que parece ser o seu apartamento. Ela se identificou como uma funcionária de uma casa de repouso e disse aos telespectadores que o objetivo do vídeo não é criar rumores “mas sim para fazer as pessoas reagirem, para abrir as mentes”.

Cópias do vídeo enviado são cortadas e a tela fica preta depois que a jovem fala para a câmera. Não está claro se a gravação foi editada por quem fez o upload. O NYT observa que comentários não parecem levar a angústia da mulher a sério. Mais tarde, no vídeo, um trabalhador da emergência pode ser ouvido dizendo: “Estou sob o trem com a vítima; eu preciso mover a vítima”.

O dispositivo móvel que foi usado para a transmissão foi descoberto logo em seguida por um bombeiro que encerra o vídeo. O Periscope mostra que a transmissão teve 1.208 espectadores.

Um porta-voz do Twitter, proprietário do Periscope, disse após ser procurado pela imprensa: “Nós não comentamos sobre contas individuais por razões de privacidade e segurança.”

O vídeo não está mais disponível no Periscópio, que é propriedade do Twitter, mas foi amplamente divulgado no Youtube.