Whats

A justiça do Rio de Janeiro mandou bloquear mais uma vez o aplicativo WhatsApp, por não ter cumprido uma decisão judicial de quebra de sigilo de conversa de pessoas que estão sendo investigadas, suspeitas de cometer crimes.

A decisão é da juíza Daniela Barbosa, do Rio de Janeiro. Essa é a terceira vez que o aplicativo será bloqueado em todo o país, por não bloquear informações para investigação.

Veja alternativas ao serviço:

As operadoras de telefonia foram notificadas da decisão por volta das 11h30 e precisam suspender imediatamente a utilização do serviço.

A juíza ainda determinou uma multa de R$ 50 mil por dia até o cumprimento desta ordem judicial.

A Daniela Barbosa afirma que o Facebook, empresa que detém o WhatsApp, foi notificado três vezes desta decisão para que fizesse interceptação de mensagens durante uma investigação que está sob sigilo.

Saiba Mais:

CPI dos Crimes Cibernéticos: Relatório final propõe excluir Whatsapp de apps que podem ser bloqueados

Mark Zuckerberg estimula abaixo-assinado contra bloqueio do WhatsApp

Diretor do WhatsApp pede apoio dos brasileiros para aplicativo não ser bloqueado

Desembargador do TJSE nega pedido do WhatsApp e mantém bloqueio