O Google anunciou ontem (11) os 30 vencedores do Desafio de Inovação da Google News Initiative na América Latina. Com um valor total de R$16,5 milhões de reais, a iniciativa vai financiar projetos desenvolvidos por todo o espectro jornalístico da região. Ao todo, foram recebidas 303 inscrições, vindas de mais de dez países. Os vencedores foram conhecidos durante o Digital Media Latam 2019, evento organizado pela WAN-IFRA no Rio de Janeiro entre os dias 11 e 13 de novembro.

O Brasil é o país com maior número de organizações jornalísticas contempladas: doze iniciativas de veículos, associações e coletivos jornalísticos foram selecionadas. Os projetos brasileiros propõem inovar em diversas frentes, entre elas na utilização de dados e inteligência artificial para abrir novas fronteiras de conteúdo.

Google

AzMina, Jota, Congresso em Foco e Abraji vão usar dados abertos governamentais na construção de novos produtos, cada um com um enfoque diferente. Aos Fatos e Jornal do Commercio vão explorar, cada um, abordagens distintas para automatizar o processo de verificação de fatos. A Piauí vai desenvolver tecnologia para minerar seu acervo em busca das histórias com melhor chance de virar séries em plataformas digitais de vídeo.

Estadão e O Globo vão explorar novas formas de engajamento, na personalização de conteúdo e com a participação de jovens, como forma de aumentar suas bases de assinantes. O Grupo Bandeirantes vai desenvolver uma ferramenta para acelerar o fluxo de trabalho de vídeo em redações que lidam com esse tipo de conteúdo.

Trabalhos colaborativos também foram premiados. Um grupo de 10 organizações (Agência Lupa, Agência Pública, Colabora, Congresso em Foco, Énois, Marco Zero Conteúdo, Nova Escola, O Eco, Ponte Jornalismo e Repórter Brasil) vai criar um novo produto jornalístico em vídeo para atender às gerações mais jovens. E a Associação Desenrola (Desenrola e Não me Enrola, Alma Preta, Historiorama, Preto Império e Periferia em Movimento) vai experimentar uma nova forma de mídia híbrida — online e offline — capaz de distribuir conteúdo e publicidade em ambientes de baixa tecnologia e com grande movimento de pessoas.

O Desafio de Inovação é uma grande oportunidade para discutir a evolução dos modelos de negócios e a criação de produtos que façam sentido para sua audiência. É também um momento em que aprendemos muito sobre como o Google pode colaborar com as redações para construir um futuro próspero para o jornalismo digital”, afirma Marco Túlio Pires, coordenador do Google News Lab no Brasil.

Acelerar a inovação no jornalismo é um dos pilares do Google News Initiative, lançado em março de 2018 como esforço global para auxiliar o jornalismo a prosperar na era digital. Desde então, trabalhamos com mais de 350 empresas da imprensa de 70 países para entender e enfrentar os principais desafios vividos por organizações de jornalismo no mundo todo.

Veja aqui a lista completa de vencedores!