Uma empresa japonesa está realizando voos de teste de um drone capaz de transportar cargas pesadas. A SkyDrive, com base em Tóquio, é a responsável pelo desenvolvimento do drone, capaz de carregar pacotes de até 30 quilos.

A aeronave também é capaz de descarregar sem ter que pousar, utilizando um sistema de cabos.
Representantes da empresa estão esperançosos de que o drone, de grande envergadura, seja utilizado para transportar itens até áreas que não são acessíveis de carro, como subidas íngremes de montanhas.

 

Eixo Monumental, Plano Piloto, Brasília, DF, Brasil 22/1/2018 Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília.  Em um mês de testes com dois drones, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) flagrou 382 infrações nas vias em 30 atuações com os equipamentos para auxiliar o monitoramento e a fiscalização.  As principais violações às regras que os agentes identificaram com ajuda da tecnologia foram não sinalizar para mudar de direção (132) e o uso do celular ao volante (90).

Eixo Monumental, Plano Piloto, Brasília, DF, Brasil 22/1/2018 Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília. Em um mês de testes com dois drones, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) flagrou 382 infrações nas vias em 30 atuações com os equipamentos para auxiliar o monitoramento e a fiscalização. As principais violações às regras que os agentes identificaram com ajuda da tecnologia foram não sinalizar para mudar de direção (132) e o uso do celular ao volante (90).

Os testes com o drone começaram este mês e ele vem sendo utilizado para transportar materiais de construção para uma área montanhosa na região central do Japão.

Outros drones de grande porte são capazes de transportar cargas que pesam alguns quilos, mas a empresa afirma que o seu equipamento é capaz de transportar uma carga ainda mais pesada em razão da sua “tecnologia de controle”.

O objetivo final da empresa é que o drone seja capaz de sustentar uma carga de até 100 quilos.

Uma outra empresa, gigante da área de tecnologia da informação, iniciou este ano um serviço de entrega por drones de alimentos e outros produtos a turistas que visitam ilhas desabitadas no Japão.

Agência Brasil

Deixe um comentário