Parceria do Senac/Sesc com estado alemão tem foco nos pontos turísticos do RN

27 de março de 2018 por Cinthia Lopes

Roteiro de reconhecimento teve visita ao Parque da Cidade

Roteiro de reconhecimento teve visita ao Parque da Cidade

Entre os dias 26 e 29 deste mês, os municípios de Natal, Tibau do Sul, São Miguel do Gostoso e Serra de São Bento recebem o especialista alemão, Hans-Peter Sattler, com o objetivo de conhecer o potencial de destinos turísticos naturais no Rio Grande do Norte.

A iniciativa faz parte da agenda de trabalho da parceria internacional existente entre o Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac RN, e a Câmara do Comércio da Cidade de Trier, na Alemanha. O foco principal é fortalecer a atividade turística norte-rio-grandense, contribuindo com o desenvolvimento econômico do estado.

As realidades observadas em cada município servirão de base para um treinamento que será ministrado, na capital potiguar, no início de abril. “O foco é que este momento seja o mais prático e rico possível, com a apresentação de ideias sobre como as cidades visitadas podem desenvolver e melhor estruturar seus espaços naturais e trabalhá-los como diferenciais turísticos, inclusive a partir de certificações internacionais”, explicou o diretor regional do Senac RN, Fernando Virgilio.

Incluem a agenda de visitas, em Natal, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte e o Parque Estadual Dunas de Natal Jornalista Luiz Maria Alves, mais conhecido como Parque das Dunas ou Bosque dos Namorados; em Tibau do Sul, o Santuário Ecológico de Pipa; e, em São Miguel do Gostoso e Serra de São Bento, áreas com potencial de preservação para futura instalação de parques.

Formado em Hotelaria e Gastronomia com mestrado em Business Coaching & Change Management, o professor Hans-Peter Sattler tem experiência na realização de treinamentos e consultorias no segmento em países da Europa, África e América do Sul.

Veja editais abertos na área de audiovisual e programa #AudiovisualGeraFuturo

27 de fevereiro de 2018 por Cinthia Lopes

Captura-de-Tela-2018-02-07-às-15.49.34Estão abertas as inscrições para oito dos 11 editais do Programa #AudiovisualGeraFuturo, o maior já lançado pelo Ministério da Cultura (MinC) no setor audiovisual em termos de volume de recursos e de projetos, e um marco na inclusão social de segmentos da população que normalmente não estão contemplados.

Cinco editais já com inscrições abertas são voltados inteiramente à produção de conteúdo independente: longas de animação, curtas e séries com narrativas para infância e duas linhas de documentário – uma sobre questões afro-brasileiras e indígenas e outra sobre infância e juventude. Também já estão disponíveis para inscrição editais voltados à produção de jogos eletrônicos e de narrativas transmídia (games e curtas ou minissérie) para a infância.

Nesta quarta-feira (28), abrem as inscrições de outros dois editais, voltados ao desenvolvimento de projetos em comemoração aos 200 anos da Independência do Brasil (1822-2022) e ao desenvolvimento de obras audiovisuais para a infância (os respectivos editais foram publicados na edição de segunda-feira do Diário Oficial da União). Até o fim da semana, será lançado o 11º edital, voltado ao apoio a festivais, mostras e eventos de mercado do setor audiovisual.

Os editais têm cotas específicas (com percentuais distintos) para novos diretores, diretores de regiões fora do eixo Rio e São Paulo, negros, indígenas e mulheres. É o primeiro edital do MinC a inserir transexuais e travestis no conceito “mulheres”. Além de representar um marco na inclusão social, os editais devem contribuir para o fortalecimento da cadeira produtiva do setor audiovisual.

As inscrições se encerram entre os dias 13 e 27 de abril e podem ser feitas no sistema Mapas Culturais, no link mapas.cultura.gov.br. Para participar, as produtoras precisam ter registro regular e estarem classificadas como produtoras independentes na Agência Nacional do Cinema (Ancine), vinculada do Ministério da Cultura responsável pela gestão dos recursos do FSA. Os editais exigem que os projetos sejam acompanhados de teasers – pequeno vídeo de divulgação.

Sobre os editais

O edital Longa de Animação selecionará cinco projetos de produção de obras audiovisuais de longas-metragens inéditos e de ficção, com temática livre. Os selecionados receberão R$ 3,5 milhões cada um para desenvolver uma proposta destinada exclusivamente ao público infantil de 0 a 12 anos.

Com duas linhas específicas para documentários, o Programa #AudiovisualGeraFuturo abre espaço para a criação de obras com as temáticas Afro-Brasileira e Indígena e Infância e Juventude. Os projetos de valorização das culturas afro-brasileira e indígena receberão R$ 500 mil (cada um) para a realização de dez obras documentais inéditas com duração a partir de 52 minutos. O mesmo valor e duração serão reservados para documentários que tratem sobre infância e juventude.

As séries infantis são outro destaque do edital Audiovisual Gera Futuro. Ao todo, serão destinados R$ 8 milhões para a produção de 10 obras audiovisuais de minissérie de ficção, sendo 5 projetos de 13 episódios e 5 projetos de 26 episódios. Todos os episódios devem ser live action, de temática livre, com sete minutos cada, voltados para crianças de 0 a 12 anos. Os projetos de 13 episódios receberão R$ 600 mil (cada) e os de 26 episódios, R$ 1 milhão.

O edital Narrativas Audiovisuais para Infância – Curta vai selecionar 21 obras audiovisuais de curta-metragens. Os projetos, também destinados a crianças até 12 anos, terão um orçamento unitário de R$ 100 mil e devem ter uma duração de 13 minutos.

Também com inscrições abertas a partir desta segunda-feira (26), o edital de Jogos Eletrônicos vai selecionar 10 jogos eletrônicos, com temática livre, voltados para adolescência e juventude. Cada um dos projetos contemplados receberá R$ 250 mil.

O edital Narrativas Transmídias para a Infância – Curtas Animação + Jogos Eletrônicos vai premiar, com R$ 350 mil cada, 10 projetos transmídias para a produção independente de jogo eletrônico e curta-metragem de ficção de animação com duração de 13 minutos, com temática livre, voltados para o público infantil de 7 a 12 anos.

Já o edital Narrativas Transmídias para a Infância – Minissérie Animação + Jogos Eletrônicos vai selecionar 10 projetos transmídias para a produção independente de jogo eletrônico e minissérie de ficção de animação, com 13 episódios com duração de 7 minutos, com temática livre e voltados para o público infantil, de 7 a 12 anos. Cada contemplado receberá R$ 1 milhão.

Com inscrições abertas a partir desta quarta-feira (26), o edital Desenvolvimento de Projetos para a Infância vai selecionar 22 propostas de desenvolvimento de projetos de obras audiovisuais de produção independente e seus respectivos teasers, sendo 10 propostas de obra audiovisual não seriada de longa-metragem, ficção ou animação; e 12 propostas de obra audiovisual seriada para televisão, ficção ou animação. Os vencedores receberão R$ 200 mil.

Já o edital de Desenvolvimento de Projetos – 200 anos da Independência do Brasil, com inscrições abertas também a partir de quarta-feira (26), vai selecionar 35 propostas de desenvolvimento de projetos de obras audiovisuais de produção independente e seus respectivos teasers, sendo 10 propostas de obra audiovisual não seriada de longa-metragem, ficção ou animação; 10 propostas de obra audiovisual não seriada de longa-metragem, documentário; e 15 propostas de obra audiovisual seriada para televisão, ficção ou animação. As obras de ficção selecionadas receberão R$ 200 mil e as documentais, R$ 100 mil

Audiovisual Gera Futuro

O programa Audiovisual Gera Futuro, lançado no último dia 7 de fevereiro, em Brasília, disponibilizará R$ 80 milhões para cerca de 250 projetos, voltados ao desenvolvimento, produção e difusão. Em todos os editais serão utilizados indutores para promover a inclusão e reduzir as desigualdades no setor audiovisual.

MinC promove curso à distância sobre dicas e desafios para empreendedores de games

por Cinthia Lopes

37456259905_4727748c45_o-e1516733183756-400x190Estão abertas desde segunda-feira (26) as inscrições para o curso a distância ‘Dicas e desafios para empreendedores’. Este é o segundo de uma série de três cursos promovidos pelo Ministério da Cultura (MinC), Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames) e Núcleo de Estudos em Economia Criativa e da Cultura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (NECCULT-UFRGS) para a capacitação de futuros ou atuais profissionais do mercado de jogos eletrônicos.

Também estão abertas, desde 31 de janeiro, inscrições para o curso O setor de games no Brasil: panorama, carreiras e oportunidades. E, em breve, será lançado o curso Internacionalização no setor de games. O curso tem três eixos principais. O primeiro trata de financiamento e monetização de games, colocando em perspectiva como arrecadar fundos e, posteriormente, como se tornar financeiramente sustentável. O segundo eixo trata das relações contratuais e com outros atores da indústria (desenvolvedoras, publicadoras) e como criar uma imagem para o estúdio desenvolvedor. O terceiro eixo discute os desafios enfrentados pelos empreendedores do setor e como contorná-los. Não é necessário ter feito o primeiro curso para participar deste.

Com cinco aulas, o curso O setor de games no Brasil: panorama, carreiras e oportunidades faz uma análise inicial do setor, sua importância na economia criativa, nas estruturas das desenvolvedoras independentes e na articulação de comunidades que permitam um crescimento conjunto do setor. Foca também nas experiências dos profissionais que construíram uma carreira no setor de jogos no Brasil. A ideia é mostrar quais são as possíveis áreas de atuação dentro do mercado de games, entre as quais estão roteirista, programador e designer, entre outras. Inscrições neste link
Desde 2009, o MinC investe em games por meio de editais: já investiu R$ 20 milhões pela Ancine e R$ 3 milhões pelas secretaria do Audiovisual e de Economia da Cultura.

Fonte: MinC

Ribeira Boêmia lança bloco de carnaval e financiamento coletivo no Kickante

9 de janeiro de 2018 por Cinthia Lopes

Depois de um ano movimentado de rodas de samba e shows itinerantes, o projeto Ribeira Boêmia vai botar seu bloco na rua. No próximo carnaval, a conhecida roda de samba agendou para o sábado, dia 10 de fevereiro, um bloco comandado por vários convidados especiais. Já estão confirmadas apresentações de Sueldo Soaress, Dodora Cardoso, Josy Ribeiro, Luciano Queiroz, Nara Costa.

Roda de Samba Ribeira Boêmia vai sair no Carnaval. Foto Reprodução

Roda de Samba Ribeira Boêmia vai sair no Carnaval. Foto Reprodução

Como parte da programação oficial do do Carnaval Multicultural de Natal 2018, o Bloco Ribeira Boêmia será uma das atrações do Pólo Atheneu,  em Petrópolis, com shows marcados para começar às 17h do sábado.

De acordo com os organizadores, para viabilizar a programação carnavalesca foi lançado um plano de financiamento coletivo no site Kickante, uma das mais populares plataformas de crowdfunding da América Latina. O lançamento oficial será no primeiro ensaio do Bloco Ribeira Boêmia, dia 20 de janeiro (sábado), com sua Roda de Samba no  Restaurante Mormaço (rua Historiador Tobias Monteiro, 2014, bairro Lagoa Nova – por trás dos Correios de Nova Descoberta).

Sambista carioca será atração do lançamento do bloco Ribeira Boêmia, Foto: Leo Aversa

Sambista carioca será atração do lançamento do bloco Ribeira Boêmia, Foto: Leo Aversa

A programação contará com participação do carioca Alfredo Del-Penho, cantor, compositor, instrumentista, produtor musical e ator, vencedor do Prêmio da Música Brasileira 2016, na categoria Melhor Cantor de Samba do Ano, concorrendo com outros sambistas Zeca Pagodinho e Arlindo Cruz entre os finalistas.

Como apoiar

O financiamento coletivo funciona da seguinte forma. As pessoas que se identificarem com o projeto contribuem financeiramente com cotas específicas. O retorno para o participante se dá em forma de recompensas, que podem ser brindes, ingressos para outros shows, camisetas, discos autografados -quando é o caso. Para o Bloco Ribeira Boêmia, as contribuições partem de R$100,00. Já as recompensas vão de camisetas personalizadas (100% algodão), da grife Sem Etiqueta, passando por ingressos para a edição especial de março do projeto, com atrações nacionais e locais, ou um pocket show privado, em Natal, com a versão compacta da Roda de Samba. Quem quiser colaborar com as cotas pode acessar o link https://www.kickante.com.br/campanhas/bloco-carnaval-ribeira-boemia

Serviço:

Prévia do Bloco Ribeira Boêmia e lançamento do financiamento Coletivo. Com Alfredo Del-Penho e Roda de Samba. Dia 20 de janeiro, às 15h, no Mormaço em Nova Descoberta.  1º Lote a R$ 20 (antecipado) . Vendas antecipadas de ingressos: Le Postiche (Midway Mall e Natal Shopping) e Restaurante Mormaço.

Seis cursos de beleza com inscrições abertas

30 de dezembro de 2017 por Cinthia Lopes

designO mundo da beleza vive em constante atualização, não apenas pela sazonalidade das tendências mas também a variedade de produtos que chega ao mercado ou as novas técnicas inventadas por profissionais mais experientes munda a fora. Então o que era hoje, amanhã já não é só isso.

Para quem está atuando neste segmento ou quer iniciar um curso de beleza, por exemplo de design de sobrancelhas, já tem disponível por aqui através do Senac RN.

No curso de Design de Sobrancelhas, o participante aprende a desenhar e corrige sobrancelhas, utilizando conceitos de Visagismo, recursos técnicos, utensílios e cosméticos específicos. Acima de 16 anos já pode investir. Valor: R$ 298.00 e pode ser parcelado.

Depilação com linha. Parece estranho, mas essa técnica surgiu como alternativa para os alérgicos. A linha não provoca alergia com as ceras e tem a mesma durabilidade. O participante aprende a técnica para as áreas mais sensíveis, como a do rosto (sobrancelhas, nariz, buço, testa, queixo, orelhas e laterais do rosto) e também para outros pontos do corpo que tem pelos curtos (virilha, axilas, barriga, seios, nuca e pescoço). Investimento: R$ 152.00

Cabeleireiro. Esse curso é mais amplo e tem 400 horas/aula. O foco é o embelezamento e cuidados nos cabelos para quem atua ou quer atuar em salões, institutos de beleza, spas, clínicas de estética, hotéis, lojas de cosméticos, cruzeiros marítimos, academias e domicílios, entre outros lugares. Este profissional deve adquirir ocnhecimentos para organizar o ambiente de trabalho, procedimentos de cuidados, corte, penteados e químicos nos cabelos. Geralmente atua em equipe, interagindo com outros funcionários do estabelecimento, respeitando o cliente e contribuindo para sua satisfação e fidelização. Valor R$ 3810.00

Barbeiro. As barbearias estão muito em moda no mercado. O profissional barbeiro é responsável por realizar procedimentos de embelezamento e cuidados nos cabelos e barba e sobretudo cortes marculinos. Lembrar que no Brasil, o exercício profissional é regulamentado pela Lei nº 12.592/2012, então este também é tema inserido no curso. Valor: R$ 1155.00.

Penteados . Ideal para quem quer aprender mais esta habilidade ou ampliar o currículo. Valor:do curso R$ 465.00.

Automaquiagem. Qualquer pessoa pode participar. É ideal pra quem é adepto da filosofia “faça você mesmo” e para quem ministra oficinas, funcionários de lojas de produtos de beleza. Aqui o participante utiliza a automaquiagem para diversas ocasiões, aplicando com harmonia e criatividade os produtos de embelezamento facial adequados ao seu tipo e tom de pele. Valor: R$ 250.00

Livraria Cultura é a nova proprietária da Estante Virtual

26 de dezembro de 2017 por Cinthia Lopes

xINFOCHPDPICT000070549846.jpg.pagespeed.ic.IZqKoANbukA Livraria Cultura anuncia nesta terça-feira (26) a compra da plataforma online Estante Virtual, líder em marketplace de livros na América Latina. A aquisição desta empresa de e-commerce, com 4 milhões de clientes cadastrados e 17,5 milhões de livros vendidos, vem ao encontro do atual movimento de expansão da Livraria Cultura, iniciado com a aquisição da Fnac no Brasil, em julho de 2017.

Criada em 2005 pelo empresário carioca André Garcia, a Estante Virtual inovou ao se apresentar no mercado como um portal de venda de livros novos, seminovos e usados – incluídos os raros e esgotados -, conectando de forma inédita sebos, livreiros e leitores de todas as regiões do País. Do ponto de vista de conceito do negócio, a plataforma transformou-se num importante instrumento de bibliodiversidade ao fazer chegar livros de todos os gêneros aos destinos mais remotos do país.

“As práticas da Estante convergem com os valores da Cultura, uma empresa que começou sua história justamente alugando livros novos e usados, como quis minha avó, Eva Herz. Hoje, mais do que nunca, acreditamos na importância de propagar a cultura do reuso no país. E, através dela, contribuir ainda mais com a democratização do conhecimento, algo que já fazemos não só nos canais de venda, mas também com eventos, publicações, teatros, projetos culturais”, explica Sergio Herz, CEO da Livraria Cultura e da Fnac Brasil.

“Ao mesmo tempo, a Estante é uma empresa com foco em tecnologia e inovação, também dois dos pilares mais importantes da Cultura, tanto em seus sites quanto em suas lojas”.

Sesc abre inscrições para cursos gratuitos do primeiro trimestre de 2018

22 de dezembro de 2017 por Cinthia Lopes

hqdefaultO Serviço Social do Comércio está com inscrições abertas para os cursos gratuitos de 2018 (janeiro a março), nas áreas de corte e costura, aperfeiçoamento profissional, mídias digitais e trabalhos manuais. Por exemplo, um curso ensinando como produzir vídeos para o Youtube.

Serão oferecidos 14 tipos de cursos nas unidades do Sesc em Natal (Cidade Alta), Macaíba, Nova Cruz, São Paulo do Potengi, Caicó e Mossoró. As inscrições dos cursos de janeiro começam no dia 18 de dezembro de 2017 e seguem até 17/01/18. O início das aulas está marcado para o dia 22/01.

Entre as opções oferecidas teremos cursos voltados para datas temáticas, como o Carnaval, Dia das Mães e Páscoa. Há outras novidades, como o curso de construção de mídias digitais com foco para a construção de vídeos para a internet.

Na área de vendas o curso de inteligência emocional o aluno irá aprender técnicas para auxiliá-lo a vender melhor. Em corte e costura serão ministrados cursos básicos para confecção de roupas, bolsas e utilitários, bonecas de pano, patchwork, entre outros.

A divulgação dos selecionados será feita no site do Sesc no dia 19 de janeiro de 2018. O período de inscrições e divulgação dos resultados dos meses de fevereiro e março estão disponíveis no edital disponível no www.sescrn.com.br.

Critérios de seleção

Comerciários e seus dependentes, além de estudantes de escolas públicas cuja renda familiar mensal não ultrapasse três salários mínimos nacionais, podem se inscrever nos cursos gratuitos. No ato da inscrição, é preciso levar os documentos originais (com cópias): RG ou certidão de nascimento, CPF do candidato e do responsável legal, comprovante de residência (com emissão inferior a 60 dias) e de escolaridade, e ainda, caso necessário, documento que comprove deficiência física ou mental.

Também deverá ser entregue a autodeclaração de renda familiar e o questionário socioeconômico. Caso o interessado em fazer o curso seja menor de idade, deverá estar acompanhado do responsável.

Projeto Resgatar oferece cursos para menores que cumprem medidas sócio-educativas

20 de dezembro de 2017 por Cinthia Lopes

informatica1O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac RN) participou da apresentação de resultados do projeto Resgatar, desenvolvido pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), em parceria com o Sistema S. O evento foi realizado na última segunda-feira (18), na sede da Associação do Ministério Público (Ampern).

A iniciativa oportuniza cursos de capacitação e valorização social e cultural a adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa. Ao longo do ano de 2017, mais de 80 internos do Centro Educacional (Ceduc-Pitimbu) foram atendidos.

O Senac RN ofereceu curso de Informática Básica; o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) promoveu o curso de pizza; e o Serviço Social do Comércio (Sesc) realizou palestra sobre DSTs/Prevenção e oficinas de customização de camisetas, de enfeites natalinos, de embalagens para presente, de empreendedorismo e de cinema. Após a solenidade, ocorreu exposição dos trabalhos artesanais confeccionados pelas crianças e adolescentes.

Fonte: Release

Festival Cine Verão abre inscrições para edição de estreia em Natal

15 de dezembro de 2017 por Cinthia Lopes

 

Tradição de shows musicais, Deck de Ponta Negra também vai receber mostra audiovisual. Foto: TN

Tradição de shows musicais, Deck de Ponta Negra também vai receber mostra audiovisual. Foto: TN

O projeto Cine Verão – Festival de Cinema da Cidade do Sol estreia na praia de Ponta Negra, um dos principais cartões postais da cidade, nos dias 18 e 19 de janeiro. Idealizado pela produtora cultural Nathalia Santana, o festival tem como objetivo principal contribuir com a difusão do trabalho realizado pelos profissionais do audiovisual potiguar. “Nada como aproveitar o verão – época de grande movimentação turística – para que esses trabalhos tenham uma maior visibilidade. Nos dois dias de evento o espaço estará aberto para receber os profissionais e amantes do cinema, como também toda a família, para um momento de lazer e descontração”, informou a produtora.

Poderão se inscrever no 1º Cine Verão filmes com duração máxima de 20 minutos, finalizados a partir de janeiro de 2016. Na noite do dia 18 serão exibidos os curtas que irão compor a Mostra Cine Verão Poti (filmes de realizadores potiguares e rodados no estado do RN) e na noite do dia 19 serão exibidos os curtas que irão compor a Mostra Cine Verão Brasil (filmes realizados por brasileiros de outros estados). Haverá votação popular para eleger o curta vencedor da Mostra Competitiva Cine Verão Poti, já a Mostra Cine Verão Brasil não é de caráter competitivo.

O projeto Cine Verão é uma realização da Pinote Produções, com o patrocínio da Prefeitura do Natal, Programa Djalma Maranhão e Coral Plaza Apart Hotel e apoio do Astral Sucos, Graphicaria, Silk Subli, Bureaut Digital, Drink Up, Megalume e RN Bottons.

SERVIÇO

Cine Verão. Dias 18 e 19 de janeiro, quinta e sexta-feira, a partir das 15h.

Orla da praia de Ponta Negra – Natal/RN (Deck em frente ao Astral Sucos)

Inscrições e informações: www.pinoteproducoes.com/cineverao

 

Fonte: Release

Workshop simula metodologia de avaliação alemã

por Cinthia Lopes

O Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, em parceria com o Senai, promoveu, entre os dias 13 e 15 e dezembro, o Workshop Simulação de Bancas Avaliadoras, com a participação de instrutores da entidade, empresários e representantes de trabalhadores ligados ao segmento de turismo e hospitalidade. A iniciativa faz parte da parceria desenvolvida com a Câmara de Comércio e Indústria da cidade de Trier (EIC Trier), na Alemanha.

Na ocasião, o expert alemão, Christian Reuter, ministrou treinamento, definindo indicadores e técnicas de avaliação, bem como orientando atividades práticas. O grupo avaliou o desempenho de quatro alunos que concluíram recentemente os cursos de gastronomia do Senac, os quais realizam demonstrações de diversas técnicas aprendidas durante o curso.

O diretor regional do Senac RN, Fernando Virgilio, explica que as Bancas Avaliadoras fazem parte de um método de ensino chamado “Dual”, utilizado na Alemanha, país que tem sua formação profissional reconhecida como uma das melhores do mundo. Este Sistema alia aulas na escola à experiência profissional durante cerca de três anos, para obtenção de uma qualificação diferenciada.

“Ao final do curso, além dos exames finais, os alunos são submetidos a uma Banca formada por empregados, empresários da área, e instrutores, a fim de verificar se estão aptos ao ingresso no mercado de trabalho. Nosso objetivo com este Workshop é verificar formas de aprimorar o nível de conhecimento dos nossos alunos no Rio Grande do Norte, aproximando, cada vez mais, os conteúdos aprendidos na escola às reais necessidades do mercado”, destacou Virgilio.

O Workshop contou com a participação dos empresários Habib Chalita, George Gosson, Max Fonseca e Arthur Fontes; dos profissionais, Diego Freire e Thiago Gomes; dos instrutores do Senac, Elizabeth Assunção e Warison Santos;  e da supervisora pedagógica, Leila Rocha.