maxresdefault

A ansiedade acabou e o Pokémon GO, jogo para smartphone mais aguardado de todos os tempos finalmente chegou para os brasileiros no início da noite desta quarta-feira (03). Para baixar no seu smartphone ou tablet basta acessar a Play Store (Android) ou App Store (iOS). Feito isso, você precisará criar uma conta no Google e pronto! É só configurar seu avatar e começar sua jornada Pokémon!

> Baixar no iPhone
> Baixar no Android

Em Natal, fãs do game já criaram eventos no Facebook para iniciar a caçada aos “monstrinhos” da Nintendo (confira aqui). Em pronunciamento oficial no Facebook, a produtora do jogo diz estar animada em colocar o jogo nas mãos dos fãs latinos americanos, visitantes e atletas olímpicos do Rio. Utilizando o GPS dos aparelhos, Pokémon GO faz com os jogadores se desloquem fisicamente para conseguir capturar os Pokémons espalhados pela cidade. No jogo é possível capturar os 151 monstrinhos da primeira temporada (não se sabe ainda se a desenvolvedora do game irá liberar outros futuramente). Alguns deles só podem ser encontrados em determinados continentes (caso de Farfetch, da Ásia, Kangaskhan, da Oceania, e Mr. Mime, da Europa) e outros são extremamente raros (Ditto, capaz de se metamorfosear; os pássaros lendários Articuno, Zapdos e Moltres; e a dupla Mewtwo e Mew).

 

Como funciona?

O jogo Pokémon GO, já lançado em mais de 30 países pelo mundo, funciona graças a uma tecnologia chamada realidade aumentada (não confunda com realidade virtual que é aquela que exige o uso de óculos especiais). A realidade aumentada é uma tecnologia que permite que uma imagem virtual apareça no mundo real como se existisse realmente, em Pokémon GO, por exemplo, basta apontar a câmera do smartphone para um ambiente real e lá irá aparecer na sua tela o “monstrinho” como se ele estivesse interagindo naquele lugar.

Pokemon-Go-Android-iOS

Jogadores poderão capturar Pokémons e travar batalhas explorando o mundo real

 

Em Pokémon GO também será possível travar batalha entre jogadores, evoluir Pokémons, lutar em ginásios e até trocar Pokémons. É como se o anime agora pudesse ser vivido pelos fãs na vida real!