Nesses tempos de eleição, intolerância e ânimos acirrados, por mais que não sei queiram, as crianças também acabam participando desse processo – mesmo como espectadores. Nem sempre dá para explicar detalhadamente todo o contexto eleitoral, mas é importante, que desde pequenos eles já entrem em contato com as primeiras noções de democracia, escolhas e consequências – e também em como os processos eleitorais influenciam na nossa vida.

A psicóloga Marina Ferrer, da Vila do Brincar, fez uma listinha bem simples com algumas dicas sobre como falar de política com as crianças. E eu trouxe aqui para compartilhar com vocês:

– Nunca use frases de violência;

– Nunca use xingamentos para se referir a um candidato que não é o seu ou a quem pensa/vota diferente de você;

– Ensine sobre RESPEITO ao outro. Mesmo que se pense diferente, é importante respeitar o direito de escolha do outro;

– Tenha paciência para responder aos muitos porquês;

– Fale sobre a necessidade de se conviver respeitosamente com quem pensa diferente;

– Tente agir de forma pacífica, mesmo quando estiver em uma discussão;

(Agora essa é a parte mais difícilJ

– Tente mostrar ESPERANÇA e CONFIANÇA no futuro.

Se não der para fazer tudo isso de forma simples e automática, comece aos pouquinhos, se desafiando a dar um passo a mais por dia ou sempre que surgir o assunto com os pequenos.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário