O América deu uma prova de força na Série D do Campeonato Brasileiro ao vencer o Bahia de Feira fora de casa. Os críticos iram dizer que o time baiano não é essa “Brastemp” e que não há o que se festejar após a vitória no interior baiano. Ora, na minha opinião, vencer sempre é motivo de festa. Não gosto mesmo é de comemorar derrota. Além disso, diante de todas as nuances do jogo: gramado sintético, partida fora de casa e adversário fazendo jogo de vida ou morte, foi sim um resultado que mostrou força.

Uma coisa precisa ser dita em relação ao América. O time precisa de calma. O ideal é adotar aquele velho discurso e executá-lo na prática, do “jogo a jogo”. Não acho que o Alvirrubro tenha que pensar, desde já, na próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro. O primeiro pensamento tem que ser o América de Pernambuco, adversário do próximo domingo, fora de casa. Apesar de favorito, o time potiguar sabe que não encontrará tantas facilidades e que o melhor é garantir a liderança para fazer o segundo jogo, da próxima fase, dentro de casa, na Arena das Dunas.

Deixe um comentário