Diante do fechamento dessa parceria com o Governo e de algumas exigências do Corpo de Bombeiros que ainda precisam ser adequadas pelo América, fica mais longe a possibilidade de inauguração do estádio americano em um jogo da Série D deste Campeonato Brasileiro. O marketing do clube trabalha a todo vapor para ter mais de 10 mil torcedores na estreia, o que não caberia na Arena em Parnamirim. Para isso, o clube precisaria investir em estruturas móveis, cujos custos são altos. Ou seja, numa época em que precisa de dinheiro, não dá para tirar recursos para outras atividades, o “cobertor é curto”.

Além disso, com a presença dos torcedores que irão trocar a nota fiscal por vagas nas arquibancadas, menos espaço sobrará para quem for comprar o ingresso cheio, ou seja, quanto menor o espaço pior para o clube. Sem contar com o risco em relação aos planos de sócio-torcedor, que precisam estar bem elaborados para evitar a fuga de possíveis associados. A solução, para a abertura da Arena América seria algum amistoso, ou aguardar a temporada 2020, com o Campeonato Potiguar.

Deixe um comentário