Pelo terceiro ano consecutivo a Seleção Brasileira conquistou o título invicto do Super Desafio BRA Masculino de Basquete, encerrado neste domingo (dia 31), no Ginásio Municipal de Esportes Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (SP). Com 14 pontos e cinco rebotes do cestinha Marquinhos Souza, o Brasil superou na decisão a Lituânia por 64 a 62 (36 a 38 no primeiro tempo). Na preliminar, a Austrália derrotou a China por 82 a 53 (41 a 26) e terminou em terceiro lugar.

“Estamos a uma semana da estreia na Olimpíada e vivendo um momento diferente. Espero que no primeiro jogo sejamos melhores do que fomos hoje. Nesse nível qualquer coisa que sabemos dos adversários é muito importante. Estamos estudando muito eles por vídeos e essa com certeza é uma informação que vai nos ajudar muito na hora de decidir qual a melhor jogada dentro de quadra. Vamos encarar cada partida como se fosse a final”, comentou Marquinhos.

Outros destaques da equipe nacional comandada pelo técnico Rubén Magnano foram o ala Alex Garcia (11 pontos, quatro rebotes e uma assistência), o armador Raulzinho Neto (11 pontos, três rebotes e duas assistências) e o pivô Rafael Hettsheimeir (dez pontos, quatro rebotes e duas assistências). O principal pontuador lituano foi Kalnietis Mantas com 13 pontos.

O técnico Rubén Magnano fez uma análise da atuação da equipe brasileira e a estreia do pivô Cristiano Felício.

“Primeiramente acho que o Brasil jogou muito bem, aproveitamos a característica de cada jogador e marcaram quem tinha que marcar. Nos primeiros minutos o Brasil fez um jogo interessante. O importante dessa seleção foi que eles se posicionaram e saíram na frente. A vitória sobre a Lituânia hoje nos permite ganhar confiança, já que é o nosso primeiro adversário na Olimpíada”, comentou Magnano. “O Felício não é uma surpresa. Ele teve uma atuação muito boa. É um cara que vai ajudar muito a gente”, finalizou o treinador.

“Depois da Summer League tive uma semana de treino para depois retornar para os Estados Unidos. Como já estava treinando, estou me sentindo bem. O que vou precisar daqui para frente é adquirir conhecimento das jogadas, mas não será difícil porque já me passaram muita coisa. Estou muito feliz por estar com a equipe, estar com os amigos e espero contribuir para uma boa campanha na Olimpíada”, destacou Cristiano Felício.

A Seleção Brasileira Masculina se despede da torcida mogiana na próxima terça-feira (2 de agosto), às 20h de Brasília, no último amistoso contra a China. Na quarta-feira (3), a delegação do Brasil viaja para o Rio de Janeiro e entra na Vila Olímpica.

BRASIL (24 + 12 + 11 + 17 = 64)

Marcelo Huertas (2pts, 2reb e 4assist), Leandrinho (5pts e 2reb), Alex Garcia (11pts, 4reb e 1assist), Rafael Hettsheimeir (10pts, 4reb e 2assist) e Nenê Hilário (7pts, 7reb e 2assist). Entraram: Marquinhos (14pts e 5reb), Raulzinho Neto (11pts, 3reb e 2assist), Augusto Lima (4pts, 7reb e 1assist), Vitor Benite (0) e Guilherme Giovannoni (1reb). Técnico: Rubén Magnano.

Deixe um comentário