Entrega da taça para o Palmeiras do Brasileirão 2018

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O perfil do Brasileirão no Instagram alcançou um marco importante. São 1 milhão de seguidores que acompanham e interagem todos os dias com a competição por meio da rede social. Há seis meses no ar, a conta tem como objetivo aproximar os clubes de seus torcedores. A marca foi atingida na última segunda-feira (4).

O número de fãs coloca a página entre as mais populares do mundo, sendo a maior entre as competições nacionais. A meta foi alcançada após a 30ª rodada do torneio nacional e colocou o perfil na posição de oitavo mais popular do mundo, atrás apenas da Premier League Inglesa, da Serie A Italiana, da La Liga Espanhola, da Ligue 1 Francesa, da Bundesliga Alemã, da americana MLS e muito próximo de ultrapassar a Liga MX, do México.

Mesmo com estatísticas muito positivas, a ideia é ir além do engajamento online. Segundo Manoel Flores, Diretor de Competições da CBF, a rede valoriza o próprio campeonato.

– Se dentro de campo temos uma competição muito emocionante e equilibrada, com grandes jogadores e crescimento contínuo da média de público, nas mídias temos perfis que dialogam com o público e mostram como a CBF está atenta ao cotidiano do torcedor – afirmou.

Um grande destaque entre as ações para incentivar a presença de torcedores nos jogos do Brasileirão, é a promoção “Sua Torcida Vale Carro Zero”. A atividade oferece o resgate de ingressos para os internautas mais engajados no Galerômetro, game promovido no site oficial da competição, outra novidade de 2019. Tudo feito em parceria com a Feng, empresa especializada em tecnologia, CRM e engajamento de fãs.

Vibramos com os 20

 A chave para o feedback positivo vem das interações. As redes do Brasileirão têm grande engajamento com clubes e jogadores, além de responderem aos torcedores nos posts. Conforme dizem os gestores dos perfis, “vibramos com os 20 clubes” da Série A.

– Buscamos o engajamento com atletas, times e torcidas. São eles que fazem a emoção do futebol. Por isso, apostamos numa linha de bom humor e de valorização das equipes participantes, envolvendo todos os clubes e de uma forma natural que gere identificação – aposta o Diretor de Comunicação da CBF, Douglas Lunardi.

Segundo o diretor de Marketing da Confederação Brasileira de Futebol, Gilberto Ratto, as redes também têm papel fundamental no diálogo com o mercado.

– Essa plataforma abre uma nova frente de relacionamento das marcas com os fãs do Brasileirão. É um elemento importante nas novas estratégias comerciais e de engajamento da CBF junto ao mercado – observa.

As ferramentas de comunicação online vêm refletindo o resultado positivo para a vida offline do torcedor. A média de público dessa edição do Brasileirão, com mais de 21 mil pessoas por partida, é a maior da competição desde 1983.

Deixe um comentário