O Brasil conseguiu classificar mais uma dupla para a fase principal do torneio feminino no Major Series de Gstaad, na Suíça. Lili e Maria Elisa (ES/PE) venceram seus jogos pelo qualificatório nesta terça-feira (05.07) para conquistar a vaga. No torneio masculino, foram realizados jogos do country quota e a primeira rodada do qualificatório. Guto e Saymon (RJ/MS) venceram e seguem em busca de um lugar na fase de grupos.

Lili e Maria Elisa entraram em quadra uma vez para assegurar a classificação. Venceram a primeira rodada por bye e, na sequência, superaram as sul-africanas Luciana Pierangeli e Simone Sittig por 2 sets a 0 (21/9, 21/7), em 25 minutos. As brasileiras conseguiram três aces e foram excelentes no contra-ataque, anotando ainda um bloqueio.

Maria Elisa ataca bola durante partida do qualificatório  (Divulgação/FIVB)

Maria Elisa ataca bola durante partida do qualificatório
(Divulgação/FIVB)

Lili e Maria se juntam a Larissa/Talita (PA/AL), Juliana/Taiana (CE) e Duda/Elize Maia (SE/ES), classificadas pela posição no ranking de entradas. Lili e Maria estão no grupo E e enfrentam as polonesas Brzostek/Kolosinska, as espanholas Liliana Fernandez/Elsa Baquerizo e as norte-americanas Dicello e Van Zwieten a partir desta quarta-feira (06.07).

Dois times brasileiros estão no mesmo grupo. Larissa/Talita (PA/AL) e Juliana/Taiana (CE) se enfrentam na chave A, que também contará com as canadenses Broder/Valjas e as holandesas Stubbe/Daalderop. Já Duda e Elize Maia (SE/ES) estão no grupo F com as italianas Marta Menegatti/Viktoria Orsi Toth, as suíças Huberli/Betschart e as alemãs Mersmann/Schneider.

Guto/Saymon na briga
O torneio masculino começou com jogos do country-quota para o Brasil, com três times brigando por uma vaga. Oscar/Thiago (RJ/SC) venceram na primeira rodada Ricardo/André Stein (BA/ES) por 2 sets a 1 (18/21, 21/19, 17/15), em 51 minutos. Horas mais tarde, encararam Guto e Saymon (RJ/MS), time mais bem ranqueado entre os três, e novamente venceram: 2 sets a 0 (21/14, 21/14), em 36 minutos.

Mesmo derrotados, Guto e Saymon (RJ/MS) seguiram no torneio, já que duplas previamente inscritas não confirmaram participação. Eles venceram na primeira rodada do qualificatório os suíços Berta e Muller por 2 sets a 0 (21/13, 21/16), em 42 minutos. Eles voltam à quadra novamente nesta quarta-feira, pela segunda rodada do qualificatório, quando enfrentarão os lituanos Kazdailis e Rumsevicius, por uma vaga na fase de grupos.

Oscar e Thiago (RJ/SC), que haviam vencido o country quota, acabaram superados na primeira rodada do qualificatório. Eles foram vencidos pelos noruegueses Kildegaard/Hoyer por 2 sets a 1 (21/19, 22/24, 13/15), em 56 minutos, dando adeus ao campeonato.

A fase principal do torneio contará com 32 times (em cada naipe) divididos em oito grupos de quatro duplas. Elas jogam entre si com os primeiros colocados indo direto às oitavas de final (Round 2). Segundos e terceiros de cada chave disputam uma rodada eliminatória a mais, a repescagem (Round 1).

Esta é a 31ª vez que Gstaad recebe uma etapa, tendo sediado 15 eventos no naipe masculino e 16 no naipe feminino. Além da pequena vila aos pés dos Alpes, a cidade de Lucerna também recebeu um evento Open em 2015. O Brasil lidera o quadro de medalha em ambos os naipes na Suíça, com 20 medalhas no masculino e outras 20 no feminino.

A etapa de Gstaad dará 57 mil dólares às duplas campeãs, distribuindo 800 mil dólares em premiações no total. Os campeões somam 800 pontos no ranking do Circuito Mundial. Após a parada na Suíça, o tour mundial segue para o Major Series de Klagenfurt, na Áustria, na última etapa antes do início doss Jogos Olímpicos.

Deixe um comentário