Daniel Dias encerra sua carreira vitoriosa na Natacão

O 1º de setembro de 2021 fica para a história do esporte. O maior medalhista brasileiro, Daniel Dias, entrou pela última vez na piscina. Em uma carreira vitoriosa, com 27 medalhas paralímpicas conquistadas, o paulista encerrou nesta quarta-feira, 01, no Parque Aquático dos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 o seu ciclo como atleta. A prova foi os 50m livre S5. Com o tempo de 32s12, Daniel terminou em quarto lugar em uma prova que foi dominada pelos chineses Tao Zheng (30s31), Weiyi Yuan (31s11) e Lichao Wang (31s35).

Extremamente emocionado, o brasileiro estava tomado pela emoção e agradeceu a família pela história escrita ao longo desses anos. “Essas lágrimas não são de tristeza, são de alegria. Foi uma vida dedicada para a natação e a cada braçada dada foi para os meus filhos, minha família. Agradeço a Deus pelo dom que me deu. Foi uma história infinitamente mais linda do que eu imaginei, se fosse eu que tivesse escrito essa história não seria tão perfeito”, concluiu.

Na arena, em um momento de emoção, a Delegação Brasileira que acompanhava das arquibancadas a prova levou mensagens de agradecimento e apoio. Com gritos de “Vai, Daniel”, demonstraram o carinho e reconhecimento por tudo o que Daniel Dias realizou no Movimento Paralímpico com 14 medalhas de ouro; sete de prata e seis bronzes.

Em Tóquio, mesmo com as dificuldades apresentadas pela reclassificação funcional, Daniel Dias entregou a sua melhor versão e conquistou três bronzes: 100m e 200m livre e no revezamento misto 4x50m livre 20 pontos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.