Média de idade

Em um começo de temporada literalmente corrido, o América, que tem algo em tornode seis jogos a menos que o ABC, neste primeiro trimestre, começou também a sentir o desgaste físico. No entanto, uma das causas disso, além do aperto do calendário, deve-se a alta média de idade do elenco americano. Os principais jogadores do time tem mais de 30 anos de idade, como Adriano Pardal, 31, Galiardo, 33, Alisson Brand, 35 e Max, 35 anos. O preparador físico do América, Fábio Rangel confirmou que realiza trabalhos específicos relativos a esses jogadores mais experientes, mas revelou que, o elenco curto, não permite que o técnico Moacir Júnior “rode” o elenco, ou seja, poupe titulares em determinadas partidas, evitando contusões, ou sobrecargas.

Média de idade 1

Fábio Rangel afirma que, nos modelos de jogo atuais, cada atleta corre em média 10 quilômetros por partida, o que representa um desgaste muito grande, principalmente, para jogadores com idades superiores aos 30 anos. No entanto, o preparador afirma que o clube está realizando todos os tipos de trabalho necessários para evitar um desgaste ainda maior desses atletas. Rangel falou em suplementos e trabalhos de recuperação.

Média de idade 2

Apesar do risco de um elenco mais experiente ter problemas com desgastes e contusões, o América sabe que, por outro lado, a experiência desses atletas é fundamental em casos como decisões e em jogos difíceis como o clube tem pela frente. Estamos falando das partidas “cascudas” pela Série D do Campeonato Brasileiro, principal missão americana na atual temporada.

Arbitragem

O potiguar Caio Max está entre os árbitros que realizam curso de VAR, na Confederação Brasileira de Futebol. Ao todo, são 96 alunos (48 árbitros e 48 assistentes) separados em três turmas diferentes. A Turma de caio começou as atividades nesta semana. As atividades do Curso, se dividem entre aulas teóricas, palestras e simulações práticas. Segundo a CBF, foram ressaltadas as necessidades de comunicação com os jogadores e os torcedores. Também foram frisados alguns dos principais conceitos do árbitro de vídeo: a correção sobre o tempo, o ângulo sobre o posicionamento, e a interferência mínima para o benefício máximo, eliminando os erros claros.

Frasqueirão

Todo mundo quer construir o seu próprio estádio. Em termos de números, as estatísticas apontam positividade sob todos os aspectos. Em termos de economia para utilizar estádios alheios/particulares, ou, no caso do Rio Grande do Norte, a Pública-Privada Arena das Dunas é inegável que existe uma economia. No entanto, pouca gente coloca nessa conta o custo com manutenção dessas enormes “casas dos clubes”. Basta você lembrar quanto você gasta para pintar sua casa, consertar uma torneira, trocar uma lâmpada, cortar uma grama, IPTU, etc. É uma grana.

Frasqueirão 1

No caso dos estádios não é diferente da sua residência. Aliás, tem uma diferença, o tamanho do que precisa ser feito. Esse é o caso do Frasqueirão. O estádio precisa de manutenção e o ABC tem poucos recursos. Com essa pouquíssima quantia que tem, o clube iniciou a obra de recuperação da cobertura do Módulo I e alguns serviços urgentes que precisam ser feitos em alguns setores. Só aí quase R$ 300 mil serão empregados pelo Alvinegro. Além disso, o clube precisa ficar atento às manutenções preventivas do concreto. A proximidade com o mar não atinge apenas as partes metálicas.

Vôlei de Praia

Quem gosta de vôlei de praia tem um programa imperdível de hoje até o domingo (24/3). O Open da modalidade será realizado em Natal, na arena montada na praia do Forte. A entrada é gratuita e a capital potiguar será apresentada para todo o País durante esses dias. As partidas também serão transmitidas ao vivo pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br e pelo Facebook da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), a partir de quinta-feira (21.03). Já as disputas de medalha dos dois naipes, no domingo (24.03), serão exibidas ao vivo exclusivamente pelos canais SporTV. Alunos de escolas do município, estado e de escolinhas da SEL e da APAE participarão de ações socioeducativas como palestras, minicursos, entre outros, promovidos pela Prefeitura de Natal.

Vôlei de Praia 1

Esse esporte há muito deixou de ser amador. Para vocês terem uma ideia, a competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa. Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos.

Deixe um comentário