A mosca

Uma mosca, daquelas varejeira, me contou que o atacante Jefinho, artilheiro, até o momento, está praticamente acertado com o ABC para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. A assinatura e o anúncio só não se deu porque o atleta ainda está disputando o Campeonato Estadual e pode, inclusive, ser o adversário do Alvinegro na final, caso passe pelo América na decisão do Segundo Turno (Copa RN) do certame. Caso venha a se concretizar a negociação, o time abecedista ganha muito com a presença do camisa 9. O jovem vive um excelente momento e pode ser muito útil ao técnico Ranielle Ribeiro na Terceirona.

A mosca 1

O mesmo inseto voador, que passou zumbindo aqui pelo meu ouvido, disse que tem mais um nome fechado com o ABC para a Terceira Divisão. O meia Marcos Júnior, que já defendeu o clube, estaria já com as malas prontas para voltar. O jogador, que sofreu com a morte da esposa Vanessa, em 2018, vítima de câncer, fez um gol na vitória do Bangu, onde atua hoje, um gol em homenagem a ex-companheira. O Alvirrubro carioca terminou vencendo o jogo por 2 a 1 e está na disputa da semifinal do confuso Campeonato Carioca.

Arena América

Se o América conseguir viabilizar, em termos de laudos técnicos, a inauguração da sua Arena para a Série D do Campeonato Brasileiro, poderá utilizar o efeito “caldeirão” para deixar para trás essa “famigerada” Quarta Divisão. O torcedor Alvirrubro ainda tem na memória, a pressão exercida sobre os adversários nos jogos disputados em Goianinha, no Nazarenão. O clube precisará, lógico, da autorização da Confederação Brasileira de Futebol – CBF para a instalação de arquibancadas móveis, completando a capacidade do estádio.

Arena América 1

Diante dessa possibilidade e da distância que terá de percorrer até Parnamirim, um torcedor mais exigente americano me encontrou e disse que preferia o conforto da Arena das Dunas. Ele não deixa de ter razão. A Arena é estádio de Copa do Mundo, tem uma localização perfeita e é muito confortável. No entanto, me lembrei de um amigo que estava de passeio pela Europa, tomando vinhos caros e em hotéis de primeira. Após uns dias ele me manda mensagem festejando o fato de voltar para casa. Ele disse: “Estar nesses locais é maravilhoso, mas nada melhor do que a nossa própria casa”. Pois é.

Decisões

Hoje é dia de decisões na praia de Miami Beach, em Natal. A Etapa do Circuito Detonação de Surfe terá a definição dos seus campeões nas mais variadas categorias, com a galera caindo na água desde o horário matutino. Também na praia que foi batizada pelos soldados norte-americanos quando por aqui estavam em decorrência da Segunda Guerra Mundial, também receberá as decisões das diversas categorias do Beach Tennis. A programação faz parte do projeto Viva Natal nas praias.

Frase

“Eu quero ganhar algo com a Seleção, vou jogar todas as coisas importantes, muitas pessoas me disseram para não voltar, família, amigos … meu filho me perguntou por que eles te matam na Argentina?”

Lionel Messi, em entrevista a rádio Argentina, magoado com o tratamento que recebe no próprio País

Preconceito

Inconformado com a derrota, que não conhecia há tempos em solo nacional, o técnico da Seleção Brasileira e do Rio de Janeiro, Bernardinho foi preconceituoso ao fazer um comentário sobre a atuação da atleta transexual Tifanny, da equipe do Bauru. Como na atualidade ficou bonito mostrar-se como anti-politicamente correto (se é que o termo existe), a ex-jogadora Ana Paula aprovou a frase do técnico e foi além ao dizer que uma minoria “quer empurrar a todo custo que sentimentos são mais importantes que fatos e biologia”. Acontece que, num belo trabalho de pesquisa feito pela ESPN, fica claro que a biologia não tem jogado em favor da Tifanny. Ela não figura entre as cinco melhores (pontuadora, saque, bloqueio, recepção e ataque) em nenhum dos rankings divulgados pelo site oficial da competição. Em resumo, ela não estaria no chamado “Time dos Sonhos” apontado ao fim da temporada. Então, é puro preconceito mesmo.

Compartilhar

O Projeto Compartilhar Voleibol iniciou as aulas no mês passado, no ginásio do Vôlei Club, na avenida Nascimento de Castro, 1024, Lagoa Nova. No entanto, ainda existem vagas disponíveis em algumas turmas para alunos das escolas públicas, com faixa etária de 9 a 15 anos. Os interessados podem obter mais informações através do telefone 3231-1054 (FALAR COM ANA). O projeto existe há anos e tem a chancela dos professores Breno e Suzete Cabral.

Comentários do Site

  1. Max
    Responder

    Precisamos ter mais notícias sobre os nossos clubes que antes tínhamos bastante com Pedro Neto e Marcos Lopes; Rádio Globo Natal e Tribuna do Norte perderam muito com a saida deles. Ainda não substituíram à altura, com todo respeito aos demais.

Deixe um comentário