Natal sedia, até hoje, o Pan-Americano de Basquete Master 2018. Mais de 1.400 atletas amadores e profissionais, masculino e feminino, a partir dos 35 anos foram distribuídos em 174 equipes que brigaram pelo título de cada uma das 14 categorias em disputa no torneio.

Os jogos foram realizados no Colégio Nossa Senhora das Neves, no ginásio Marcelo Carvalho (DED), no Colégio Marista, no Complexo Educacional Contemporâneo, no Palácio dos Esportes, no Sesi Clube, no IFRN Campus Central, no SESC Cidade Alta, no Unifacex Campus Imaculada Conceição, no Instituto Maria Auxiliadora, na AABB e na UFRN, sempre começando às 9h. As finais serão disputadas hoje (23) e a entrada é gratuita.

Para o ala/pivô da seleção brasileira B 45+, José Luiz Leiros, 48 anos, o Pan Americano Master vai muito além da competição esportiva. “O fortalecimento do basquete master está trazendo a volta das bases. Estamos fazendo com que as crianças e adolescentes despertem novamente o desejo pelo basquete”, enfatizou o atleta.

O campeonato também tem o seu cunho social. Alunos de uma escola da rede pública irão participar de uma oficina de basquete promovida por jogadores do time dos EUA, entre outras iniciativas realizadas por atletas e equipes.

O torneio é promovido pela Federação Internacional de Basquete Máster, pela Federação Brasileira de Basquetebol Máster e tem o apoio da Prefeitura Municipal do Natal.

Deixe um comentário