A Federação Internacional de Vôlei divulgou as sedes da fase de grupos da Liga das Nações de Vôlei (VNL) 2020. A competição feminina terá início no dia 19 de maio de 2020 e a masculina no dia 22. Ambas terminam no dia 5 de junho. A VNL reunirá 16 equipes entre as melhores do mundo e Rússia, entre os homens, e Estados Unidos, entre as mulheres, estarão em quadra para defender os títulos conquistados na segunda edição da competição.

Em cada gênero, 16 das melhores equipes do mundo competirão em um formato round-robin (todos contra todos). As seleções se enfrentarão nos seus respectivos grupos e as cinco mais bem classificadas passarão à fase final, juntas com os países sede, em locais e datas ainda a serem divulgados.

No feminino, os jogos serão realizados na Bélgica, Brasil, Canadá, China, Alemanha, Hong Kong, Itália, Japão, Coréia, Macau, Holanda, Polônia, Rússia, Sérvia, Tailândia, Turquia e EUA foram selecionados como federações anfitriãs do evento feminino. Para os grupos masculinos, Argentina, Brasil, Bulgária, Canadá, China, França, Alemanha, Itália, Irã, Japão, Polônia, Rússia, Sérvia, Eslovênia e EUA foram selecionados como países anfitriões.

“A VNL parte para sua terceira edição e já demonstrou enorme força. Estamos muito satisfeitos de podermos levar o vôlei para novos públicos, como mostrou o crescimento digital de espectadores nos de 52 milhões de minutos de ação ao vivo nos nossos canais. Não tenho dúvidas de que a VNL 2020 cativará os fãs de vôlei ao redor do mundo mais uma vez”, disse Ary Graça, presidente da FIVB.

A edição de 2020 vai marcar a estreia da novata Eslovênia como sede. A China sediará seis chaves (três para homens e três para mulheres) e, além disso, haverá chaves femininas sendo disputadas em Macau e Hong Kong com a participação da seleção chinesa. O Brasil receberá quatro chaves, duas para os homens e duas para as mulheres. As sedes brasileiras serão as cidades de Brasília (DF), Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT).

Cuiabá receberá o feminino, entre os dias 19 e 21 de maio, quando o Brasil enfrentará Estados Unidos, Canadá e República Dominicana. A capital Brasília receberá uma etapa de cada gênero. Primeiro, entre os dias 26 e 28 de maio, a seleção feminina entrará em quadra contra Itália, Japão e Rússia. Em seguida, de 29 a 31 do mesmo mês, será a vez da seleção masculina jogar contra Sérvia, França e Japão. A última parada da VNL no Brasil será nos dias 19, 20 e 21 de junho, em Campo Grande (MS), local das partidas do masculino, reunindo Brasil, Itália, Alemanha e Rússia.

A Liga das Nações de Vôlei FIVB 2019 teve mais envolvimento dos fãs digitais do que nunca. Em seu segundo ano e com uma nova abordagem do conteúdo digital, o evento atraiu em 2019 550.000 novos seguidores nas mídias sociais, quatro vezes o número de 2018. Em todos os canais da FIVB foram mais de 52 milhões de minutos de ação ao vivo. Destaques e clipes foram assistidos e compartilhados pelos fãs, enquanto impressionantes 3,8 bilhões de impressões de mídia social foram registradas ao longo do VNL.
A #VNL mostrou um crescimento incrível em todas as suas plataformas digitais, registrando mais de 10 milhões de visualizações no YouTube, com um salto de 778% ano a ano.

Deixe um comentário