O programa Nota Potiguar que tem o intuito de beneficiar os torcedores do Rio Grande do Norte nos jogos de futebol dos clubes participantes das séries C e D do Campeonato Brasileiro, mas o programa só entrará em vigor mesmo no final de junho, segundo assessoria do projeto. No último fim de semana, duas partidas em Natal utilizaram a primeira etapa do programa : América x Bahia de Feira, ocorrido no sábado (18), pela Série D; e ABC x Botafogo-PB, no domingo (19), pela Série C. Segundo dados da campanha, 1 mil ingressos foram disponibilizados para cada torcida. Destes, foram trocados 918 ingressos pela torcida do ABC, enquanto que os torcedores do América realizaram 906 bilhetes, pelo aplicativo.

Segundo informações da assessoria do Nota Potiguar, o torcedor só pode escolher um jogo para apresentar o aplicativo e trocar por ingresso um ingresso, portanto, quem já utilizou do beneficio terá que esperar até o fim de junho que é quando o programa entra em vigor, mas por enquanto, torcedores de ABC, América, Globo e Santa Cruz de Natal tem a oportunidade de conhecer o programa através do aplicativo.

O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, José Vanildo da Silva, avalia como positivo o programa e incentiva os torcedores a buscarem o benefício nos próximos jogos. “Um resultado satisfatório para o avanço do futebol potiguar. Está foi a primeira etapa de um projeto enorme e já obteve quase 100% da troca de carga total. Isso significa que o torcedor está gostando do projeto e se agrada a torcida, também agrada a FNF”, comentou.

A Nota Potiguar é uma ação integrante do programa de Educação e Cidadania Fiscal do Rio Grande do Norte, que busca tornar a exigência dos documentos fiscais eletrônicos um hábito para os cidadãos. Ao se cadastrar no aplicativo “Nota Potiguar”, que pode ser baixado para os celulares com plataformas Android e IOS, realizando compras com o CPF adicionado ao cupom fiscal, o cidadão contribui para o desenvolvimento do Estado e concorre aos prêmios mensais que variam de R$ 4 mil até R$ 50 mil.

Do Blog

Considero importante qualquer tipo de ação que busque fortalecer o Esporte como um todo. Acredito que a “Nota Potiguar” pode e deva se expandir em duas direções.

  1. É preciso encontrar uma outra forma, que se some a atual, para a troca das notas fiscais pelos ingressos. O uso apenas através de aplicativo limita a troca justamente entre as pessoas que mais precisam. Ou seja, o cidadão precisa ter um smartphone e ter créditos de internet para cadastrar a nota fiscal. Segundo ouvi falar, o uso de aplicativo seria para evitar gastos com estruturas a serem montadas pelo Estado. No entanto, como o clube é o principal interessado, ele mesmo poderia usar a sua estrutura, nas sedes, ou lojas oficiais, para realizar essa troca física.
  2. É preciso ampliar a utilização do programa para outros esportes. O futebol é uma modalidade importante e gera centenas de empregos diretos e indiretos. No entanto, outras modalidades, até mais carentes, também poderiam e deveriam tirar proveito do programa.

Comentários do Site

  1. Antonio Machado
    Responder

    Prezado Itamar,
    Juntando a tudo que você colocou, vejo necessidade de uma fiscalização, e uma posição dos clubes e federação quanto a ação de cambistas,. Talvez a personalização do ingresso, sendo nominal ou com o CPF que é obrigatório na nota, pois por ocasião do jogo ABC e Botafogo, foi uma enchurrada de ingressos sendo vendido por cambistas.

  2. william francisco do nascimento
    Responder

    acho que o clube que participa do nota potiguar tem que abrir um espaço em sua sede para trocar as notas fiscais pois fica mais fácil para os participantes e outro problema é que muitas pessoas não sabem onde trocar as notas.

Deixe um comentário