Os brasileiros apoiam a realização dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos Rio 2016. A taxa de aprovação atinge 65,9% da população brasileira. Os dados integram uma pesquisa inédita, encomendada pelo Ministério do Esporte ao instituto FSB Pesquisa. Foram entrevistadas 2.002 pessoas (acima de 16 anos), entre os dias 13 e 18 de maio, em 143 municípios de todas as regiões do país. As entrevistas foram domiciliares. A margem de erro é de dois pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

Parque Olímpico da Barra. Foto: André Motta/Brasil2016.gov.br

Parque Olímpico da Barra. Foto: André Motta/Brasil2016.gov.br

Os brasileiros também estão confiantes no desempenho dos atletas. Para 63,7%, o Brasil terminará os Jogos Olímpicos entre os dez primeiros colocados no quadro geral de medalhas. Igual confiança é depositada nos atletas paralímpicos. Para 63,1% dos brasileiros, o país encerrará a edição paralímpica em 5º lugar. Nos Jogos de Londres, em 2012, o Brasil encerrou a edição olímpica em 22º lugar, com 17 medalhas no total, e em 7º na edição paralímpica, com 43 medalhas. Entre os brasileiros, 68,9% declaram interesse em acompanhar os atletas paralímpicos. Para os olímpicos, o interesse envolve 63% dos brasileiros. Para a ampla maioria da população (78,7%), a troca na Presidência da República não afetará a organização dos Jogos.
Melhor que a Copa do Mundo
A pesquisa também revelou que para 83,2% dos brasileiros, a organização dos Jogos será melhor ou igual ao realizado para a Copa do Mundo, em 2014. Para a população, o Governo Federal (59,6%) e seus órgãos são os principais responsáveis pela organização, seguido do Comitê Rio 2016 (22,9%), do Comitê Olímpico Internacional (14,6%), do Governo do Estado do Rio de Janeiro (7,1%), das empresas patrocinadoras (6,7%) e da Prefeitura do Rio de Janeiro (3,6%).
Legado
Ao apontar os benefícios dos Jogos, 59,9% brasileiros afirmam que a realização trará maior legado ao Rio de Janeiro. Para 47,5%, o legado é nacional. Entre os benefícios apontados, brasileiros afirmaram, de forma espontânea, o aquecimento na economia, com geração de empregos, o incentivo ao esporte e ao turismo, novos equipamentos esportivos, melhoria na infraestrutura esportiva, hoteleira e na imagem do Rio de Janeiro.
Entre as preocupações com os Jogos, os brasileiros apontam desvios de recursos públicos, segurança, uso futuro das instalações esportivas, desemprego, aumento de inflação e a não conclusão de obras. Em nenhuma das afirmações espontâneas, os brasileiros apontaram o zika vírus como preocupação.
Fonte: Ascom – Ministério do Esporte 

Deixe um comentário