Na tarde desta sexta-feira (17) foi realizada na sede da FNF e TJD a eleição para escolha do novo Presidente e Vice do Pleno do TJD/RN, bem como da Procuradoria Geral (lista tríplice enviada pela FNF). O presidente eleito foi Murilo Mariz Neto. Devido ao tempo de pandemia, a eleição foi transmitida ao vivo pelo YouTube da Federação Norte-rio-grandense de Futebol.

Após dois mandatos pautados pela celeridade processual, implantação da informatização, interiorização do TJD/RN através de melhor acesso por sistema de sessões virtuais, o Dr.

Adriano Rufino Sousa da Silva encerrou seu ciclo como Auditor Presidente da instituição em 14 de Julho de 2020 quando na oportunidade agradeceu em nota a todos os integrantes (Auditores, Procuradores, Defensores, Secretário Geral, Estagiário) pelo tempo de dedicação. Também prestou agradecimento ao Presidente da FNF, Dr. José Vanildo, por sempre colocar em prática o perfeito funcionamento do TJD e zelo em prol da Justiça Desportiva e futebol do RN.

Por fim, registrou gratidão ao Presidente do Pleno do STJD, Dr. Paulo César Salomão, e a toda mídia esportiva.

Os novos membros do Pleno para a gestão 2020/2024 foram indicados pelas entidades elencadas no CBJD, conforme Art. 5º, que são: André Medeiros Lima e Maurício Carrilho Barreto Filho (FNF); Marcelo Maranhão Alves Cardoso e Murilo Mariz de Faria Neto (Clubes); Marcelo de Barros Dantas e Tiago Pinto do Nascimento (OAB); Ângelus Vinícius de Araújo Mendes (SINDAFERN); Dina Emmanuelle Perez Medeiros e George Antônio de Oliveira Veras (SAFERN).

Comentários do Site

  1. O Lobo
    Responder

    Acabei de ler umas bobagens de um fanático americano, eu tenho pena de gente besta assim, pelo que li, este sujeito vai dormir na calçada da Rodrigues Alves, olhando para o escudo do maldito América, arre égua

  2. Abadon, o Sicário.
    Responder

    O América reinicia hoje a da copa do nordeste, edição de 2020, que foi paralisada durante a pandemia do coronavírus.
    Sem chances de classificação á próxima fase, o alvirrubro apenas cumpre tabela num coletivo de luxo contra o Fortaleza e será dessa forma “punido” por ter sido competente, fruto dessa bagunça que é o calendário do futebol brasileiro o qual necessita urgentemente ser revisto e passar por um enxugamento, onde o primeiro e primordial passo seria a extinção dos falidos, retrógrados e ultrapassados campeonatos estaduais, que só servem pra “inchar” o calendário, proporcionar prejuízo aos clubes e servir como moeda de troca da CBF para com as subservientes federações. O bombardeio de jogos forçosamente faz com que os clubes de médio poder econômico tenham que priorizar competições e abrir mão de outras, fato que se deu no América.
    Durante muito tempo a copa do nordeste foi preterida por alguns ‘sem futuro’ que nada entendem de futebol mas hoje ela é uma realidade rentável, atrativa e aqueles que teimavam em renegá-la , como diria o velho lôbo Zagalo, vão ter que engolir. E calados, pois a redenção do futebol nordestino e brasileiro passa necessariamente pelo crivo da regionalização. Futebol hoje é um negócio que não contempla caridade nem nostalgia e campeonato estadual já era prá ter sido extinto á muitas décadas.

    Os escritórios de advocacia estão de prontidão para possíveis ações trabalhistas…
    Muitos contratos de redução salarial feitos durante o período da pandemia pelo Brasil afora, dependendo da maneira como foram conduzidos vão causar sérios problemas a muito clube por aí…

    Todas as formas de preconceito e violência são repudiáveis, mesmo que alguns teimem em abafar e fechar os olhos para essas abomináveis atitudes. E tem que ser punidas.

    Algumas iniciativas promocionais, por melhor que seja a intenção só dão vontade de rir…
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Como disse Sto Agostinho:…
    “Eu prefiro os que me criticam, por que me corrigem.
    Do que os que me BAJULAM, por que me corrompem!”
    Tem gente na imprensa que não sabe a diferença entre ser admirador e BABÃO!
    Eu, hein…

Deixe um comentário