Em nota assinada pelo departamento médico do ABC, o clube afirma que um retorno antes de 45 dias seria desaconselhável diante da realidade da pandemia de Covid-19 no Rio Grande do Norte.

Os médicos abecedistas afirmam que a realidade de alguns estados vizinhos, como Pernambuco e Ceará, onde os casos apresentam recuo, não pode servir como parâmetro para o retorno da atividades do futebol em solo Potiguar.

Confira a nota na íntegra:

COMUNICADO DEPARTAMENTO MÉDICO ABC FC 17/06/2020

Como é de conhecimento de todos, o estado do Rio Grande do Norte vem sendo fortemente afetado pela pandemia da COVID-19.

De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde – SESAP, divulgado no dia 15/06/2020, existem 250 pacientes internados em UTI no estado, com uma taxa de ocupação de leitos de 99%. Estamos em uma realidade diferente de outras capitais do próprio Nordeste, como por exemplo Recife e Fortaleza, em que a curva de contaminação e mortalidade encontra-se em queda. Estas localidades apresentam uma situação confortável em relação a disponibilidade de leitos e suporte hospitalar.

O Departamento Médico do ABC, CONTRAINDICA o retorno das atividades pelo menos pelos próximos 45 dias. Aguardamos a liberação dos órgãos de saúde como : Ministério da Saúde, Secretarias Estadual e Municipal de Saúde e Conselho Regional de Medicina. Manifestamos nosso apoio a posição do médico responsável pela Comissão Médica da FNF, Dr Antônio Araújo, que também não concorda com o retorno do futebol nos próximos dias. Reafirmamos que seguiremos fielmente o protocolo proposto pela Comissão Nacional de Médicos do Futebol da CBF. No momento, não há nenhuma segurança para os atletas e funcionários do clube.

Mesmo realizando a testagem em massa, como diz o protocolo, não possuímos retaguarda de leitos no estado.

Apresentamos em anexo os custos do protocolo de retorno as atividades esportivas, elaborado pela CBF.

Caso a diretoria opte pelo retorno aos treinos, deixamos como data mínima inicial, o dia 01/08/2020. E orientamos a testagem de todos atletas, funcionários e familiares para os dias 25 e 26/07/2020. Ressaltamos que a infecção por COVID-19 foi caracterizada pelo STF como doença ocupacional, tornando o clube como responsável por qualquer repercussão desfavorável, caso tenhamos alguma infecção de atleta ou funcionário.

O ABC aguarda e prepara-se para a volta aos gramados, porém a nossa prioridade é a segurança das vidas de todos os que fazem o futebol. Neste momento as disputas e rivalidades ficam fora do contexto, nosso esforço e planejamento segue no sentido de fazer um clube cada vez mais forte.

Dr Roberto Vital

Diretor Médico do ABC FC

Dr Fábio Freire

Médico Ortopedista

Dr Rodrigo Braga

Médico Ortopedista

Deixe um comentário