Até 31 de julho, os moradores e turistas de Moscou, na Rússia, poderão conhecer um pouco da história da concepção, criação e construção de Brasília. O lançamento da mostra, que tem a curadoria da produtora cultural Danielle Athayde, ocorreu nesta terça-feira (03.07), no Museu de Moscou, e contou com a presença do embaixador do Brasil na Rússia, Antonio Salgado, e do subsecretário de Promoção e Marketing do Governo do Distrito Federal, Sandro Cunha. Como parte das ações para a Copa do Mundo, a exposição Brasília – da utopia à Capital cedeu espaço para uma exposição de camisas dos times de futebol da Série A do Brasileirão, que ficarão no local até o último dia deste mês.

“Essa exposição chega a Moscou depois de ter percorrido nove países. É um período em que os olhos do mundo estão voltados para essa cidade e a gente trouxe Brasília para ser vista por esse público”

Danielle Athayde, curadora

A exposição sobre a capital do Brasil surgiu após a dissertação de mestrado de Danielle, em Madri. O acervo, que já passou por nove países e recebeu visitação de mais de 300 mil pessoas, conta com 300 peças e uma maquete de 30 metros quadrados da cidade de Brasília. Quem passar pelas salas da exposição verá espaços dedicados a Juscelino Kubitschek, Oscar Niemeyer, Lucio Costa, Athos Bulcão e Roberto Burle Marx, além de uma linha do tempo contando a ideia de criação de uma nova capital para o Brasil até a inauguração em 21 de abril de 1960.

Danielle Athayde explica que o momento de Copa é perfeito para promover Brasília, já que toda a atenção está voltada para a Rússia. “Essa exposição chega a Moscou depois de ter percorrido nove países. É um período em que os olhos do mundo estão voltados para essa cidade e a gente trouxe também a cidade de Brasília para ser vista por esse público”, explicou.

Danielle explicou que o visitante poderá acompanhar, por meio dos traços únicos dos arquitetos, urbanistas e paisagistas responsáveis, o nascimento da cidade. “É um acervo interessante sobre histórias da criação e construção de Brasília, do Plano Piloto, sobre o urbanista Lúcio Costa, os grandes palácios pensados por Niemeyer. Temos obras de arte da coleção Brasília e um acervo de artistas contemporâneos. Vale muito a pena”, convidou.

Fonte: Rede Nacional do Esporte