Conversei com Higor César, técnico do Globo. Não assisti ao jogo da Águia contra o Treze, que terminou com uma vitória importante, no Barrettão, por 3 a 1, fazendo com que o time de Ceará-Mirim se afastasse um pouco da zona de degola, ocupando temporariamente a sexta posição. O papo com o treinador foi importante para que possamos passar para o leitor um pouco do que é a estratégia de um jogo.

O Globo começou jogando atrás (com as linhas baixas). Isso, por se tratar de um jogo em casa, já poderia ser encarado como um erro por algum analista que não conhecesse a realidade da partida. Segundo Higor César, na realidade, essa proposta serviria para aproveitar a fragilidade de marcação do Treze, na recomposição defensiva, que é feita, por exemplo, contando com o veterano Marcelinho Paraíba. Ou seja, o contra-ataque seria fatal. A estratégia não funcionou e o Treze saiu na frente. Inteligente, Higor César mudou o time, a postura tática e virou o jogo. Isso é o futebol moderno. Um jogo de xadrez.

Dispensa

O volante Galhardo, que é muito bom jogador, fez acordo com o Globo e não faz mais parte do elenco da Águia. Segundo informações do clube, o atleta procurou a comissão técnica e alegou problemas particulares para pedir dispensa. De pronto, reconhecendo as dificuldades do atleta, o time de Ceará-Mirim entrou em acordo e o atleta não faz mais parte do clube.

Deixe um comentário