O “poder” do se….

As despedidas de ABC e América na Copa do Nordeste mostram o “poder” do se…

Ora vejam só. Se o Alvinegro não tivesse desistido antes do tempo, vencido o Itabaiana e feito o placar, como fez nesta quarta-feira (22) diante do CSA, 2 a 1, no Frasqueirão, estaria brigando diretamente contra o Sergipe com todas as chances de seguir na competição.

Vejam só. Se o América não tivesse perdido os pontos incríveis que perdeu em casa, estaria em situação semelhante. Na despedida, bateu o Botafogo/PB no Almeidão por 1 a 0.

No fim, sabe qual o verdadeiro “poder” do se? A esperança, o foco, a fé. Isso faltou a ambos.

One thought on “O “poder” do se….

  • 24 de março de 2017 em 8:48 pm
    Permalink

    Não foram tão pifias como dizem por ai, as participações dos nossos clubes no Nordestão. Como você bem falou, apenas a vitória teria posto ambas as equipes, no minimo, por uma briga pela segunda vaga. O grande problema de certos setores da nossa imprensa, é não valorizar o minimo que os nossos times fazem, como se fossem equipes imbativeis, que não podem ficar de fora dessa competição cujo único atrativo é o “vio-metal”! Porque não falam também, que times tradicionais do Nordeste como Náutico e Fortaleza, também ficaram pelo caminho. É por coisas desse tipo, que as maiores torcidas potiguares são do Vasco e do flamengo.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.