O 4×3 não é um resultado comum na história do clássico-rei. O Pesquisador do futebol potiguar, Marcos Trindade, fez o levantamento histórico dos registros desse placar nos clássicos ABC x América.

Na história de todo o clássico ABC x América, foram registrados cinco jogos com o placar de 4×3. Já foram disputados 535 jogos entre os dois maiores clubes do futebol potiguar, entre 1915 e 2020, em disputa de diversas competições, sejam oficiais ou amistosas.

21 de setembro de 1931 – ABC 3×4 América – Estadual

08 de março de 1936 – ABC 4×3 América – Taça Manteiga Lyrio

24 de fevereiro de 1960 – América 3×4 ABC – Estadual de 1959

11 de novembro de 1984 – América 4×3 ABC – Estadual

22 de janeiro de 2020 – América 3×4 ABC – Estadual

Comentários do Site

  1. Tom França
    Responder

    Então o ABC tá ganhando com a vitória de hoje, por 4×2, em placares de 4×3. Mudando de assunto, Itamar, em senti falta de você comentar sobre o que disse o técnico do america. Mais uma vez faltou humildade da parte dele. Antes, disse que o time tava num maior patamar. Ora, é muito fácil um time está em outro patamar, quando joga 04 de 06 partidas com mando de campo, sendo 03 delas seguidas, algo inédito no futebol mundial. É muito fácil estar em outro patamar, quando 03 de 05 vitórias, foi contra times semi-amadores, principalmente o Assú. Pois bem, o time que não tá no patamar dele, deu um nó tático principalmente no primeiro tempo e merecia ter saído com um placar mais generoso. Faltou a ele mais uma vez humildade, ao não mencionar em nenhum momento da entrevista, que o ABC jogou bem, limitando-se a dizer que apenas o seu time foi mal. Lhe faltou um “patamar” de humildade, ao afirmar no final da entrevista, que o time dele vai ser campeão. Enfim, nunca vi um treinador tão anti-ético e mau perdedor.

    • Lopes viana
      Responder

      É verdade amigo o outro patamar faio.humildade cabe em todo lugar deixa ele uivar enguanto ele uiva o nosso ABC vai ganhando.

  2. Lauro Costa
    Responder

    Esse treinadorzinho das Paquitas, está muito parecido com o antigo Treinador Velha, que vivia dando entrevistas dizendo que ia dormir LÍDER e acordar INVICTO !… Até que pegou o ABC pela frente, aí foi só Pêia e mais Pêias, até acabar com o ABC CAMPEÃO mais uma vez… Logo depois, Velha foi embora e depois – eu soube – havia falecido.

  3. Costa
    Responder

    TODO ANO O AMÉRICA MONTA UM TIME MELHOR DO QUE ESSA BOMBA DO ABCD, MAIS ACABA NÃO LEVANDO SORTE.
    ABCD PENOU CONTRA OS TIMES PEQUENOS VENCENDO NO SUFOCO.

  4. Joseildo
    Responder

    Bom dia!
    Ao que parece a paixão de torcedor pelo América impede Itamar Ciríaco de comentar quando o ABC sai vitorioso.
    Dia’ deu um nó técnico no treinador do América e Itamar nem sequer comenta e vem falar de estatística pra minimizar a ‘PEIA”?

  5. carlos raimundo
    Responder

    Eu sou MECÃO , mas parabenizo o abc e principalmente o treinador Diá. Ouvi o treinador VAGUINHO falar durante a entrevista ao final da partida que perdeu essa mais na final seria campeão. Isso preocupa, humildade não custa nada a ninguém, então senhor Vaguinho nosso treinador vá devagar com andor. Seu dever é ser campeão mas coloque os pés no chão , do outro lado tem onze jogadores também , aliás ontem o Sr. fez besteira. Tirou um volante quando o empate nos manteria com dois pontos de vantagem. A equipe demonstra ter condição de ganhar mas tem que respeitar os adversários.

    • Assis Cardoso
      Responder

      Parabéns Carlos pelo seu comentário. É evidente a superioridade do América, pela organização, condições financeiras, etc. Entretanto, sabemos que humildade e bom senso não tem time nem camisa; tem respeito.

  6. daNIEL
    Responder

    Sempre é assim, o time vermelho fala, fala, fala e terminam perdendo. Respeita o Pai! ABC mais uma vez mostrou quem manda. Outra coisa, muito bom ver 90% do estádio sair cabeça baixa, tristinho. ABC de Diá deu um nó nesse Waguinho.

Deixe uma resposta para daNIEL Cancelar resposta