Dia 24 de agosto de 2019. Essa é uma data para ficar marcada na história do ABC e para que os dirigentes a usem como exemplo para que não se repita. O Alvinegro entra em campo hoje, às 17h, contra o Globo, já rebaixado para a Série D do Campeonato Brasileiro. A despedida da Série C acontece no estádio Barrettão, diante do único clube do Rio Grande do Norte que ainda pode permanecer na Terceira Divisão do futebol nacional. Pior impossível para o Alvinegro e talvez para todo o futebol potiguar caso a Águia também não escape da queda. O Treze, no mesmo horário, enfrenta o Botafogo/PB. Uma vitória trezeana decreta o “abraço da morte” entre ABC e Globo.

No início da atual temporada, o Globo chegou na ameaçar não participar das competições. Para alegria do torcedor de Ceará-Mirim, o dono do clube, Marconi Barretto, mudou de ideia e colocou a equipe em campo. Para 2020, caso haja o rebaixamento, o risco de não termos a Águia volta então a ser grande. Um fator extra-campo também pode influenciar na decisão. Barretto foi afastado do cargo de prefeito da cidade, por decisão do Tribunal Superior Eleitoral – TSE. Ou seja, o que está ruim, com o ABC e o América na D, pode piorar com a queda do Globo e, mais ainda, caso o clube resolva não jogar a próxima temporada.

Caso o cenário seja realmente o pior, com todos na Série D em 2020, a situação fica mais complicada. Com o regulamento atual da Quarta Divisão, podemos ter um grupo com dois representantes locais, correndo riscos de eliminação logo na primeira fase, ou de enfrentamento na segunda fase do torneio. Desta forma, pelas regras atuais, só um deve seguir brigando. O resto ficará pelo caminho e terá que disputar a Série D por mais um ano (2021).

O pesquisador Marcos Trindade nos encaminha os Confrontos Oficiais entre ABC e Globo. Na história oficial do duelo houve 23 jogos oficiais. Sendo 18 jogos válidos pelo Campeonato Potiguar, 02 pela Copa do Nordeste e 03 pela Série C. Confira:

Jogos: 23

Vitórias do Globo: 06

Vitórias do ABC: 12

Empates: 05

Gols do Globo: 22

Gols do ABC: 32

Saldo pró ABC: 10

Comentários do Site

  1. Assis Medeiros
    Responder

    Acho que ABC não deveria se esforçar tanto no jogo de hoje contra a equipe do Globo, uma vez que não almeja mais nada na serie D, já que está literalmente rebaixado. Acho até que uma vitória do ABC no jogo de hoje iria deixar a torcida ainda mais furiosa, o que deixaria aquela indagação no ar que só ganha quando não tem mais nenhuma valia. Além disso ficaria a possibilidade de continuarmos com um representante do RN na série C, caso o Globo ganhe com uma diferença de dois gols.

  2. Lúcifer
    Responder

    O futebol do RN agoniza.
    Vivemos o auge em 1997, quando o América conquistou o acesso a Série A sendo vice campeão da Série B no ano anterior, e o ABC disputou a Série B como convidado diante da desistência de Bangú, Ferroviária, Novorizontino e América-SP.
    Alí, fomos uma espécie de 4ª força do futebol nordestino, ficando atrás apenas dos três grandes centros.
    Machadão lotado em todos os jogos dos dois maiores clubes do estado.
    O América ainda se manteve de teimoso dois anos na elite, enquanto o ABC não logrou êxito em acessar a primeirona.
    Depois disso, somente em 2006, com o acesso novamente do América foi que o RN esboçou uma reação em se manter entre as primeiras colocações do nordeste. Mas, logo a ficha caiu e ficou comprovado que pouquíssimos clubes na região tem cacife para estar na elite.
    De lá prá cá apenas o ABC conseguiu o título da terceirona em 2010 e ces´t finni.
    Em queda livre, nosso futebol conseguiu apenas lampejos de esperança, muito pouco para quem um dia foi a quarta força no nordeste.
    Disputando um campeonato estadual falido, deficitário e sem a menor empolgação, nossos dirigentes brincam de fazer futebol enganando e fazendo sofrer um torcedor que ainda mantém uma chama de esperança movida a paixão, mas que já não engana mais a tantos.
    E hoje, dia 24/08 nosso futebol entra de férias e pior que isso, da maneira mais triste e ridícula possível com os dois representantes da Série C sendo rebaixados e morrendo abraçados no Barretão.
    Essa de tapetão não cola nem como cala-boca e nem engana mais ninguém, pois não existe irregularidades no Treze-PB. Tanto que, um público de 400 almas penadas no Barretão atesta que nem todo mundo é besta.
    O carnaval nas ruas de Campina Grande celebra a permanência do galo da borborema na terceirona e ninguém nem toca num assunto que a imprensa potiguar teima em ressaltar de maneira até leviana, dando falsas esperanças ao torcedor alvinegro porém com a única e exclusiva intenção de desviar o foco da incompetência de uma administração que teve receita de sobra e no entanto coleciona três rebaixamentos em cinco anos.
    Triste destino do futebol potiguar.
    Feliz fui eu, que ví grandes craques defilarem seus talentos nos enchendo de orgulho.
    Triste dessa geração, que apenas atesta a pobreza administrativa de dirigentes que esqueceram sua real obrigação em função de interesses próprios.
    Infelizmente a verdade nua e crua é essa: O futebol potiguar está no fundo do poço!

Deixe um comentário