O Alecrim venceu o Palmeira, em Goianinha, por 1 a 0 na estreia das duas equipes pela Segunda Divisão do Campeonato Potiguar. O jogo disputado no Estádio Nazarenãoteve confusão e quatro jogadores expulsos – Gustavinho e Yan (Palmeira) e Pedro e Edgar (Alecrim). O gol da vitória foi marcado pelo atacante Allyson.  Com o resultado, o Alecrim lidera a luta pelo acesso à elite do futebol do RN. A rodada de abertura será completada nesta terça-feira (22), com o jogo entre Parnamirim e Visão Celeste, às 15h, no estádio Frasqueirão, em Natal.

Comentários do Site

  1. Abadon, o sicário.
    Responder

    O verdão maravilha perdeu o bonde da história quando deixou de dar vez e voto a Marcone Barreto e caiu no canto da sereia do gringo Armstrong.
    Seguramente, hoje, o Verdão tava sobrando e no seu devido púlpito de glórias.
    Interessante…
    Todo clube em algum momento da sua trajetória tem o seu momento de fraqueza administrativa e uns podem suportar, outros não.
    Infelizmente o Alecrim sucumbiu.
    Sim, sucumbiu…mas, mesmo tendo a ‘mea culpa’ da cúpula administrativa do periquito, porque as vozes clamorosas e muitas vezes bajuladoras de certas vertentes aí que tanto esperneiam quando a bola da vez de ir pro brejo é “preto e branca”, não se uniram num uníssono para a salvaguarda do Alecrim?
    Calaram todas e deixaram o verde que te quero verde afundar no limbo do mundo cão do futebol?
    Abandonaram o clube esmeraldino á própria sorte?
    Mas tem nada não…
    A quem muito lhe será dado, muito lhe será cobrado!
    E a cobrança tá chegando…devagarinho mas quem tem aqui, paga aqui…
    Salve o pendão alviverde.
    Salve o Alecrim de tanta história e tantas glórias.
    Um dia voltarás ao teu devido lugar, pois a tua imensa torcida merece!
    Mesmo que não tenhas o devido cuidado e atenção de quem deveria primar por todos e não apenas por um…

  2. Zé de Souza
    Responder

    Vcs vejam o Abc, navegando no mundo da lua, ficará na série D, por muitos e muitos anos, isto é, se não ficar sem série alguma, em breve, pelo andar da carruagem, ficará também, sem o frasqueirão, panela onde muitos bota a colher, ou fica insosso ou salgado, só temos um Homem de senso, Bira Rocha, o resto é resto

Deixe um comentário