A secretária da SEL – Secretaria de Esportes e Lazer da Prefeitura de Natal, Danielle Mafra está no interior de São Paulo para acompanhar de perto o funcionamento e gestão dos Centros de Iniciação ao Esporte – CIE nas cidades de Barueri e Santana do Paranaíba. O objetivo é buscar a capacitação para aplicação de um modelo semelhante de gestão para o CIE de Natal, que está sendo construído no bairro de Lagoa Azul, na Zona Norte de Natal e tem previsão de inauguração para o primeiro semestre de 2019.

A obra de 3.500m², sendo 2.750m² de área construída está sendo viabilizada com recursos federais e municipais. No total serão investidos R$ 3.676.259,60; destes, R$ 3.252.600,68 são recursos do Ministério do Esporte e R$ 423.658,92 oriundos do município. De acordo com o convênio, 45 dias antes da entrega da obra, o Município precisa enviar ao Governo Federal um plano de gestão para o equipamento.

“Esse plano de gestão tem que contemplar todas as áreas, ou seja, pessoal, serviços gerais, enfim, tudo. O Ministério do Esporte então nos indicou os CIEs de Barueri e Santana do Paranaíba e nós nos deparamos com dois equipamentos funcionando na sua totalidade, com a prática de muita atividade física, muito esporte na realidade, porque é um centro de iniciação esportiva, oferecendo muita coisa bacana para as comunidades que eles atendem”, explicou a secretária.

O Centro de Iniciação ao Esporte tem potencial para utilização por até 24h, com a realização de atividades em 14 modalidades esportivas. O local, que está sendo construído nas proximidades do ginásio Nélio Dias será equipado com arquibancadas móveis para até 90 pessoas, ginásio, sala de professores e técnicos, academia, enfermaria, banheiros e vestiários. Além disso, o CIE também possui acessibilidade para deficientes físicos, quadra poliesportiva com piso especial, grades de proteção, traves de futebol e tabelas de basquetebol.

“A gente espera poder reproduzir, com muito êxito, tudo que acompanhamos nessas visitas, no CIE de Natal. Além disso, estivemos visitando algumas academias ao ar livre, algumas estações patrocinadas por um banco privado, em São Paulo relativos aos patinetes e bicicletas e vamos dividir essas informações com a SEMSUR”, revelou Danielle Mafra.

Deixe um comentário