Notícias

SÉRIE A: Fluminense vence e São Paulo empata no Morumbi com 54 mil torcedores

Dois jogos iniciados às 11h (de Brasília) abriram este domingo (31) de Campeonato Brasileiro. Pela 17ª rodada da competição, o Fluminense recebeu a Ponte Preta e venceu por 3 a 0. Com o triunfo, o Tricolor chegou a 24 pontos e subiu para a 9ª colocação. A Macaca, com a mesma pontuação, segue uma posição acima do Flu. No Morumbi, a Chapecoense surpreendeu o São Paulo e chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo. Os paulistas, porém, reagiram e buscaram o empate em 2 a 2. O Soberano chegou a 23 pontos e caiu para o 10º lugar. O Verdão do Oeste, com o mesmo número de pontos, está uma posição logo atrás do Tricolor.

Em Edson Passos, a Ponte Preta até assustou o Fluminense em alguns momentos no início da partida, mas o Tricolor mostrou mais eficiência no ataque e abriu o placar com Cícero. Aos 19 minutos, Gustavo Scarpa cruzou para a área e o meia apareceu para tocar de cabeça para o fundo da rede. Já no segundo tempo, aos nove minutos, Cícero mostrou que estava mesmo em um bom dia. Em lance muito parecido com o do primeiro gol, Scarpa, mais uma vez, cruzou e o meia balançou a rede com mais um arremate de cabeça. O clube das Laranjeiras passou a dominar a Macaca e guardou o seu melhor para dar números finais ao confronto. Aos 25, Scarpa recebeu na entrada da área e não conseguiu o domínio. A bola acabou sobrando para Wellington e o atacante, com um lindo toque por cobertura, liquidou a fatura.

Welligton, revelado pelo tricolor, fechou a vitória carioca com um belo gol por cobertura (Créditos: Mailson Santana/Fluminense )

Wellington, revelado pelo tricolor, fechou a vitória carioca com um belo gol por cobertura (Créditos: Mailson Santana/Fluminense )

No Morumbi, a Chapecoense entrou com tudo e surpreendeu o São Paulo. Logo aos cinco minutos, Martinuccio cruzou e Kempes tocou de cabeça para abrir o placar. Seis minutos depois, Cleber Santana levantou a bola na área em cobrança de falta e Thiego desviou de cabeça para ampliar o marcador. No segundo tempo, o Tricolor buscou a reação. Aos 15, Centurión rolou para a área e Cueva descontou. Já aos 40, Cueva marcou o segundo em cobrança de pênalti e evitou a derrota dos paulistas. A Chape ainda teve duas chances para ficar na frente com Bruno Rangel, aos 43, e Hyoran, aos 48, mas o goleiro Denis salvou o São Paulo com duas boas defesas.

Deixe um comentário